Livro reúne práticas sobre liderança na Igreja

A Editora Santuário, de Aparecida (SP), acaba de lançar o livro “A arte de liderar na Igreja”, escrito pelo padre diocesano Romão Martins e o consultor de empresas Wellington Moreira.

A obra reúne, numa linguagem simples e com muitos exemplos, princípios e técnicas de gestão que orientam o trabalho pastoral conduzido pelos líderes religiosos e leigos.

Padre Romão destaca que nem sempre as paróquias têm coordenadores com experiência em gestão. “A realidade mostra que há muita gente com boa vontade, que se dispõe a ajudar nas atividades pastorais e faz o trabalho com alegria, mas carece de formação”, argumenta.

Segundo o sacerdote, as comunidades devem aprender a desenvolver líderes internamente e o livro foi escrito para ser um bom subsídio ao longo do processo de capacitação defendido pelos autores.

“A Igreja precisa de pessoas preparadas, senão as coisas não progridem. Aliás, alguns trabalhos deixam de frutificar justamente porque as lideranças apresentam dificuldade para coordenar a execução das tarefas ou aproveitar o potencial das pessoas que trabalham aolado delas”, afirma.

Conteúdo prático e relevante

Wellington Moreira lembra que a obra trata de situações cotidianas vivenciadas por quem está

à frente de grupos pastorais. “Como administrar conflitos, criar unidade sem construir panelinhas, montar um plano de ação, conduzir reuniões e planejar a sucessão de novos líderes, por exemplo. Tudo isso levando em conta as lições de liderança de Jesus e a importância de cuidar da espiritualidade”, destaca.

Dom Albano

Antes de sua morte, o então bispo emérito de Londrina, Dom Albano Cavallin, escreveu no prefácio: “Faço votos de que esse livro provoque uma urgente revolução missionária na Pastoral da Igreja no Brasil”.

 

br.radiovaticana.va

Baixe materiais especiais para seu grupo

Papa nomeia Secretário da Congregação para a Doutrina da Fé

O Santo Padre nomeou Secretário da Congregação para a Doutrina da Fé Dom Giacomo Morandi, até então Sub-Secretário da mesma Congregação, designando a ele a Sede titular de Cerveteri, com dignidade de Arcebispo.

Dom Giacomo Morandi nasceu em Modena, em 24 de agosto de 1965. Foi ordenado sacerdote pela Arquidiocese de Modena-Nonantola em 11 de abril de 1990.

Formou-se em Ciências Bíblicas no Pontifício Instituto Bíblico de Roma em 1992. Posteriormente, em 2008, obteve o Diploma e o Doutorado em Teologia da Evangelização (Missiologia) na Pontifícia Universidade Gregoriana.

Após ter assumido alguns encargos pastorais, foi nomeado Vigário Episcopal para a catequese, evangelização, cultura e, sucessivamente, Arcipreste do Capítulo da Catedral e Vigário Geral da Arquidiocese de Modena-Nonantola.

É docente de Sagrada Escritura no Instituto Superior de Ciências Religiosas de Modena e de Exegese Patrística no “Atelier de Teologia Cardeal Spidlìk” no Centro Aletti de Roma, ligado ao Pontifício Instituto Oriental.

Foi nomeado Sub-Secretário da Congregação para a Doutrina da Fé em 27 de outubro de 2015.

 

br.radiovaticana.va

Baixe materiais especiais para seu grupo

A solidariedade em meio ao inverno gelado do Rio Grande do Sul

Uma forte massa de ar polar vinda da Argentina derrubou as temperaturas durante a noite no Brasil, e a segunda-feira (17) amanheceu particularmente gelada em várias cidades do Rio Grande do Sul, com mínimas em torno dos 4°C, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em Canguçu.

Ao participar do Bazar Solidário da Cáritas do RS, que acontece todas as quartas, quintas e sextas-feiras, das 10h às 16h, em Porto Alegre, a comunidade colabora com projetos sociais como o Programa de Roupas para amenizar quem sofre com o inverno gelado do sul do país. Uma parte das roupas recebidas da população são reservadas para doações durante a estação mais fria do ano, e outra para venda em bazar a preços módicos.

Nos dois últimos anos, mais de 60 mil pessoas em quase 900 comunidades de 63 municípios foram beneficiadas com roupas para passar um inverno mais ameno. As doações são normalmente destinadas a entidades, como escolas de educação infantil, presídios feminino e masculino, clínicas geriátricas, grupos de quilombolas e indígenas.

O Bazar Solidário da Cáritas RS, assim, mantém uma rede de solidariedade para manter vivo o trabalho da entidade em defesa de vidas que estão ameaçadas. Isso porque parte dos recursos arrecadados no Bazar Solidário é destinada a um Fundo Estadual de Emergências para garantir apoio a famílias e comunidades atingidas por eventos extremos. O Fundo é acionado para aquisição de itens como cobertores, colchões, alimentos, materiais de higiene e limpeza, entre outras necessidades mapeadas pelas equipes em todo o Estado.

O Bazar Solidário também é organizado pelas entidades da Cáritas no interior gaúcho. Entre no site para saber como funciona a arrecadação de roupas usadas na sua cidade e para poder fazer parte dessa corrente do bem, através do link: rs.caritas.org.br.

A massa de ar polar que atinge a América do Sul poderá ser a mais forte deste ano. Segundo dados do Serviço Nacional Meteorológico da Argentina, Bariloche registrou recorde de temperatura negativa com termômetros chegando a -25,4°C, o mais baixo registrado depois de 30 de junho de 1963.

 

br.radiovaticana.va

Baixe materiais especiais para seu grupo

Portugal: Jubileu Jovem em busca do “segredo da paz” em Fátima

O Santuário de Fátima está preparando o Jubileu Jovem do Centenário das Aparições, marcado para os dias 9 e 10 de setembro, com o intuito de descobrir, na mensagem de Maria, uma proposta de espiritualidade dirigida à juventude do século XXI. De fato, o encontro conhecido carinhosamente como “JubJovem 2017” é destinado a jovens entre os 16 e 35 anos de idade.

O Pe. José Nuno Silva, ao apresentar a iniciativa, afirmou que, em Fátima, “existe um segredo que, aqui, cada um pode descobrir sobre si mesmo: o segredo do próprio ser”. O tema será concentrado sobre “o segredo da paz, o caminho do coração”.

Nos dois dias de Jubileu, realizado em colaboração com o Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, o programa será desenvolvido em quatro etapas: “preparar a paz, o coração da paz, a paz do coração e viver a paz. Em 9 de setembro será realizada uma transmissão ao vivo que irá durar toda a noite, caracterizando “uma profunda experiência de silêncio em caminho”, percorrendo as estações da Via Sacra e retornando à Basílica da Santíssima Trindade ao nascer do sol para uma reflexão de conclusão do evento.

Já na manhã do dia 10 de setembro, os jovens irão se reunir para participar do rosário, da missa, da cerimônia de bênçãos do Jubileu e da procissão de despedida.

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, e devem ser feitas na Secretaria Diocesana da Pastoral Juvenil até o final deste mês, em 31 de julho. O Jubileu pode ser acompanhado em todo o mundo através da página no Facebook ou também pelo site: jubjovem.fatima.pt.

 

br.radiovaticana.va

Baixe materiais especiais para seu grupo

Card. Simoni enviado do Papa para consagração de Igreja dedicada à S. Teresa e Calcutà

O Cardeal Ernest Simoni será o enviado especial do Papa Francisco à consagração da nova igreja dedicada à Santa Teresa de Calcutá na cidade de Pristina, no Kosovo, em 5 de setembro.

Dom Ernest é um dos sacerdotes albaneses sobreviventes da feroz repressão na Albânia nos tempos do comunismo.

O Papa encontrou-o pela primeira vez durante a sua visita apostólica a Tirana, em setembro de 2014. Francisco ficou impressionado com o seu testemunho.

Cardeal

O Santo Padre chamou-o para fazer parte do Colégio Cardinalício quando tinha 88 anos, criando-o Cardeal em novembro de 2016.

As suas primeiras palavras ao saber da notícia foram: “Mas sou digno desta púrpura, eu, um simples soldado de Cristo?”.

Prisão

O sacerdote foi preso na noite de Natal de 1963, passando 28 longos anos na prisão, onde foi submetido a torturas e obrigado a trabalhos forçados em minas e nos esgotos de Scutari, pelo simples fato de ser sacerdote, como relatou ao Papa Francisco.

Ao ser libertado, demonstrou incansável zelo pastoral, testemunhando ainda hoje – quer em sua pátria como em outros países – e animando os albaneses da diáspora.

 

br.radiovaticana.va

Baixe materiais especiais para seu grupo