Encontro de Formação sobre a CF 2017

A Equipe Arquidiocesana de Animação das Campanhas realizou dia 20 próximo passado, no Centro de Pastoral Maria Mãe da Igreja, um dia de formação sobre a Campanha da Fraternidade 2017.
A Campanha da Fraternidade 2017 traz como tema ”Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida” e como lema ”Cultivar e guardar a Criação” (Gn 2, 15).

Com muita simplicidade e competência as assessoras e colaboradoras Maria Elenise Mesquita e Haydée Moraes Bonfim conduziram os trabalhos ao longo do dia a partir do texto base da CF que apresenta, através da metodologia VER, JULGAR e AGIR um rico subsídio sobre os biomas brasileiros.

Participaram aproximadamente 50 pessoas das paróquias Jesus, Maria, José – Antonio Bezerra, Paróquia São Francisco de Assis – Canindezinho, São Miguel Arcanjo – Itapebussu, Santíssima Trindade – José Valter, São Pedro – Barra do Ceará, Sagrado Coração de Jesus – Nova Metrópole, São Francisco das Chagas – Canindé, Nossa Senhora das Graças – Pirambu, Nossa Senhora da Conceição – Conjunto Ceará, Nossa Senhora de Fátima – Fátima, Nossa Senhora da Palma – Baturité. Participaram também membros das Pastorais da Criança, Operária, das Comunidades Eclesiais de Base-CEBs, do Secretariado de Pastoral e da Comunidade Shalom.
São várias as Campanhas da Fraternidade assumidas pela Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil, e portanto, por toda a Igreja do Brasil, que trouxeram, concretamente, temas socioambientais:
1979 – “Por um mundo mais humano” “Preserve o que é de todos”. A Igreja abordou com profetismo a defesa e a preservação da ecologia como um dos grandes desafios da humanidade
1986 –”Fraternidade e a terra” “Terra de Deus, terra de irmãos”. A terra – dom de Deus está mal distribuída
2004 – “Fraternidade e a Água” – “Água, fonte de vida”. Água fonte de vida – necessidade de todos os seres vivos e um direito da pessoa humana
2007 – “Fraternidade e Amazônia” – “Vida e missão neste chão”. Conhecer a realidade em que vivem os povos da Amazônia. Cuidado com a vida humana, principalmente com a dos mais pobres, e com a natureza.
2011 – “Fraternidade e a Vida no Planeta” – “A criação geme dores de parto” (Rm 8,22). Alerta sobre a gravidade do aquecimento global e das mudanças climáticas
2016 – “Casa Comum, nossa responsabilidade” – “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am, 5, 24). Assegurar o direito ao saneamento básico e o empenho na busca de politicas públicas – garantia da Casa Comum.
2017 – “Fraternidade: biomas brasileiros e a defesa da vida” – “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2, 15). Com o objetivo de cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho.

Todas as Campanhas da Fraternidade, além do objetivo geral e dos objetivos específicos visam:
despertar a solidariedade dos fiéis e da sociedade em relação a um problema concreto que envolve a sociedade brasileira, buscando caminhos de solução;
educar para a vida em fraternidade, com base na justiça e no amor, exigências centrais do Evangelho;
renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação da Igreja Católica na evangelização e na promoção humana, tendo em vista uma sociedade justa e solidária.

A Campanha da Fraternidade 2017 nos desafia, mais uma vez, a agirmos urgentemente, com empenho e coragem, no sentido de cultivar e guardar a criação. Cultivar e guardar significa cuidar, proteger, ser gerador de vida, vida plena para todos os seres criados.

Regional CNBB-NE3 desenvolve material da CF 2017

Regional CNBB-NE3 desenvolve material próprio para a Campanha da Fraternidade 2017

A Igreja no Brasil já se prepara para a Campanha da Fraternidade 2017, que terá como tema: “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e como lema: “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15). Para ajudar os fieis a vivenciarem este importante tema ao longo da quaresma, o Regional Nordeste 3 da CNBB desenvolveu um subsídio próprio para os Encontros em família e a Via Sacra.

Regional CNBBAssim, as comunidades do Regional, composto pelos estados da Bahia e Sergipe, poderão se preparar para a Páscoa do Senhor Jesus tendo como pano de fundo a preocupação com a nossa casa comum, a partir de um olhar mais próximo da nossa realidade.

O texto é composto por:
Celebração da Quarta-feira de Cinzas
1º Encontro: Conhecendo os Biomas Brasileiros;
2º Encontro: Os Biomas da Bahia e Sergipe, suas belezas, fragilidades e desafios;
3º Encontro: Defender os Biomas é Cuidar da “Casa Comum”;
4º Encontro: É hora de Agir, nem tudo está perdido!

Celebração da Quinta-feira Santa;
Celebração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo;
Celebração da Vigília Pascal;
Via Sacra;
Cantos

Este material rico em conteúdos e ensinamentos pode ser adquirido através do email: vendascnbbne3@gmail.com ou dos telefones WhatsApp: (71) 997397839 Telefone: (71) 33294168.

O custo é de apenas R$ 1,20.

Que o Povo de Deus que fizer uso deste livro aproveite bem a oportunidade de conhecer tema tão importante dentro da ótica da Igreja, fazendo a comunhão entre Fé e Vida.

 

CNBBNE3

Inscrições abertas para o Concurso Pintando a Fraternidade 2017

Em 2016, foram 805 inscrições registradas no concurso Pintando a Fraternidade. Para este ano que se inicia a expectativa é de que o número de participantes possa ser ainda maior. O público infantojuvenil da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) já pode se inscrever neste projeto da coordenação nacional de Conferências de Crianças e Adolescentes. Basta fazer um desenho relacionado à Campanha da Fraternidade e enviá-lo ao CNB. O prazo final é 30 de maio.

Pintando a Fraternidade 2017

Desenho vencedor da categoria 12 a 15 anos, feito por Ana Flávia de Oliveira, CM São José dos Campos/SP, em 2016.

Baixe aqui a circular com o regulamento do Concurso
Baixe aqui a ficha de inscrição do Concurso Pintando a Fraternidade

Os inscritos serão divididos em duas modalidades: A (de 6 a 11 anos) e B (de 12 a 15 anos). O desenho deverá ser feito no verso da ficha de inscrição a lápis ou giz de cera.

Os três primeiros colocados ganham um tablet. Só que o primeiro lugar ainda receberá uma bandeira da SSVP e o segundo um boneco da Turma do Vicente.

O autor do melhor desenho em nível de Conselho Metropolitano também ganha um boneco da Turma do Vicente.

O tema da Campanha da Fraternidade de 2017 é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”, e o lema: “Cultivar e guardar a criação”. Os participantes também podem usar como inspiração o ano temático do Conselho Nacional do Brasil: “Contra as pobrezas, agir juntos”. Participe!

 

SSVPBRASIL

CF 2017: O texto aponta ações para o cuidado e cultivo da Casa Comum

Subsídio traz iniciativas que fortalecem objetivos da Campanha

Buscando alertar para o cuidado da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, a Campanha da Fraternidade 2017 terá início em todo o país no dia 1º de março. Com o tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação”, a iniciativa traz uma reflexão sobre o meio ambiente e sugere uma visão global das expressões da vida e dos dons da criação.

Com o objetivo de ajudar às famílias, comunidades e pessoas de boa vontade a vivenciarem a iniciativa, o texto-base da campanha aponta uma série de atividades que ajudarão a colocar em prática as propostas incentivadas pela Campanha. Além disso, ele também propõe ações de caráter geral, que indicam a necessidade da conversão pessoal e social, dos cristãos e não cristãos, para cultivar e cuidar da criação.

A Campanha da Fraternidade 2017 começará na Quarta-feira de Cinzas, dia 1º de março.

Como exemplo dessas ações estão o aprofundamento de estudos, debates, seminários e celebrações nas escolas públicas e privadas sobre a temática abordada pela Campanha da Fraternidade. O fortalecimento das redes e articulações, em todos os níveis, também é proposto com o objetivo de suscitar uma nova consciência e novas práticas na defesa dos ambientes essenciais à vida. Além disso, o subsídio chama atenção ainda para a necessidade de a população defender o desmatamento zero para todos os biomas e sua composição florestal.

Já no campo político, o texto-base da CF incentiva a criação de um Projeto de Lei que impeça o uso de agrotóxicos. O livro também indica que combater a corrupção é um modo especial para se evitar processos licitatórios fraudulentos, especialmente, em relação às enchentes e secas que acabam sendo mecanismos de exploração e desvio de recursos públicos.

Cuidado e cultivo da Casa ComumTendo em vista as formas de agir propostas no texto-base da CF 2017, a CNBB destaca que é importante que cada comunidade, a partir do bioma em que vive e em relação com os povos originários desses biomas, faça o discernimento de quais ações são possíveis, e entre elas quais são as mais importantes e de impacto mais positivo e duradouro.

“A criação é obra amorosa de Deus confiada a seus filhos e filhas. Nossa Senhora Mãe de Deus e dos homens acompanhará as comunidades e famílias no caminho do cuidado e cultivo da casa comum no tempo quaresmal”, afirma o secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner.

 

Cronograma oficial da CF 2017

1° de março de 2017: Quarta-feira de Cinzas: Lançamento CF 2017 em todo o Brasil, em âmbito nacional, regional, diocesano e paroquial, com a mensagem do Papa, da Presidência da CNBB e programas especiais.

Realização – 1° de março a 9 de abril de 2017: a Campanha dos te ano se realiza com o tema:
Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida, o lema: Cultivar e guardar a criação (Gn 2,15).

Domingo de Ramos – 9 de abril de 2017: Coleta nacional de solidariedade (60% para o Fundo Diocesano de Solidariedade e 40% para o Fundo Nacional de Solidariedade).

Avaliação – abril a junho de 2017: nos âmbitos: paroquial (de 24 de abril a 22 de maio), diocesano (de 24 de maio a 12 de junho) e regional (12 de junho a 8 de julho).

Encontro Nacional com representantes dos regionais da CNBB – agosto de 2017.

 

Download de todas as Encíclicas que você precisar para a Campanha da Fraternidade 2017

 

Coleção de cantos da CF de 2000 a 2014

Coleção de partituras dos hinos e cantos, de 2000 a 2014, da Campanha da Fraternidade

 

Vamos usar o nosso WhatsApp, nosso Facebook e nossas outras mídias sociais para divulgar aos nossos amigos e familiares o tema, o lema e o objetivo geral da Campanha da Fraternidade, basta usar os botões nos artigos do Portal kairós para compartilhar.

 

Com informações da CNBB
Favor citar o link: Fonte: https://portalkairos.org/cf-2017-o-texto-aponta-acoes-para-o-cuidado-e-cultivo-da-casa-comum/#ixzz4VdRFRcvD ou
Nome do site com link para a página principal: Portal Kairós

 

Os materiais da CF podem ser adquiridos no site da Edições CNBB

Treinamento sobre a CF 2017 na Arquidiocese de Olinda e Recife

A Campanha da Fraternidade 2017 tem como tema Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida e no âmbito da Arquidiocese de Olinda e Recife, as pastorais e paróquias já estão se preparando para disseminar entre os paroquianos e comunidade religiosa as informações sobre a iniciativa. Uma dica interessante para se aprofundar na Campanha da Fraternidade é participar da chave de leitura (palestra) gratuita que a Paulinas Livraria Recife está promovendo, nos meses de janeiro e fevereiro. A formação apresenta o tema de maneira didática, fornece embasamento teórico e sugere leituras, estratégias de divulgação e práticas pedagógicas a serem desenvolvidas na comunidade pastoral. Segundo a Irmã Ivonete Kuerten, irmã Paulina que dirige a Paulinas Livraria Recife e também ministra a palestra, é possível mobilizar a comunidade, sensibilizando e evangelizando a todos, provocando uma mudança de hábitos a partir de pequenos gestos.
caatinga

“O tema do zelo pela Natureza, abordado na CF deste ano é riquíssimo de possibilidades a serem trabalhadas e deve ser desenvolvido ao longo de todo o ano, não apenas na Quaresma.“, ressalta a dirigente. Na introdução da palestra, a irmã Ivonete apresentou o Hino, o vídeo e a oração da campanha. O público presente à palestra pôde acompanhar o histórico das Campanhas da Fraternidade, desde o seu surgimento, em 1964, lembrando que os temas trabalhados pela Igreja vêm evoluindo e provocando desdobramentos que geram repercussões e mudanças de alcance mundial, que extrapolam a atuação eclesial e a evangelização, conectando-se com a sociedade em geral, preocupando-se com a dignidade humana, como o tráfico humano, por exemplo (CF 2014: Fraternidade e Tráfico Humano).

CF17O lançamento da CF 2017 pela Arquidiocese de Olinda e Recife está programado para o dia 1° de março (14h), no Jardim Botânico, bairro do Curado, Recife.
O Comunicador Social Antônio Junior, um dos facilitadores da palestra, apresentou os Biomas brasileiros, respaldando-se em dados de pesquisas sobre o meio-ambiente e informando sites para o aprofundamento dos dados. Serão enfocados os biomas brasileiros do Pantanal, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Amazônia e Pampas. Para mostrar que é possível preservar a Natureza sem grandes custos, que basta ter a vontade inabalável e a fé em Cristo, Antônio Junior convidou a senhora Irle Firmo, bandeirante pernambucana, ambientalista que fundou em 2009 o projeto Criando Raízes.

Desde 2009, Irle distrubui mudas de pau-brasil por onde circula. “Além de dar nome ao nosso país, o pau-brasil (Caesalpinia echinata) é uma espécie nativa do bioma Mata Atlântica, sendo uma das árvores mais valiosas, pois sua madeira é nobre, de qualidade reconhecida internacionalmente, usada na confecção de violinos, violas, arcos para violino e harpas. É importante replantar esta espécie porque ela foi explorada predatoriamente pelos colonizadores portugueses“, ensina a ambientalista. As mudas distribuídas pelo projeto nascem de sementes coletadas e plantadas por Irle, a partir de um pé de pau-brasil que ela possui em sua residência, no bairro da Várzea. Esta árvore de Caesalpinia echinata eu ganhei de um padre que foi meu professor, na juventude. Com ele aprendi a amar a natureza.

No momento, Irle está cuidando de trinta mudas de pau-brasil para serem plantadas em um bosque, ao lado na capela Nossa Senhora das Graças, dentro do Instituto Ricardo Brennand, na Várzea. Porém, algo aborrece a inquieta ambientalista: ultimamente os galhos do seu pé de pau-brasil têm dispersado as sementes apenas no terreno de seu vizinho. Pergunto a Irle se este “capricho” da árvore não seria um recado na natureza, um convite indireto ao vizinho, para se tornar, ele também, um zelador da Mata Atlântica… Ela não se dá por vencida e com a atitude que e própria dos incansáveis ambientalistas, mostra um delicado relicário que carrega na bolsa, como chaveiro: um pequeno círculo de vidro envolto numa estrutura metálica e traz em seu interior uma semente de pau-brasil em formato de coração. “Não resisti e guardei esta semente para mim”, confessa sorrindo.

flor-do-pau-brasil-9

Das articulações e encontros, nascem as iniciativas. Após diálogos com Irle Firmo, do projeto Criando Raízes, Antônio Junior, da Paulinas Livraria, está organizando com a Juventude Vicentina Mariana da paróquia de Nossa Senhora do Rosário, da Várzea, um passeio ciclístico ecológico pelo bairro da Várzea, no período da quaresma. A iniciativa tem por objetivo despertar na população a consciência ambiental e colocar em prática os temas propostos pela Campanha da Fraternidade 2017. São iniciativas simples, como esta, que a Natureza carece e o planeta urge. A Campanha da Fraternidade 2017 mostra-se como uma oportunidade para cada pessoa plantar dentro de si e multiplicar o amor pelos objetos da criação divina. E você, o que pretende fazer para preservar o bioma onde está inserida a sua comunidade paroquial?
Para quem desejar, na Paulinas Livraria Recife é possível adquirir a camiseta da CF 2017 (R$ 30,00), o texto-base da CF 2017 (R$ 11,80) e a revista voltada para o ensino religioso Diálogo, religião e cultura (R$ 15,00), que na edição deste mês dá ênfase ao tema Biomas brasileiros.

As inscrições para a palestra Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida são grátis e podem ser realizadas pelo telefone da Paulinas Livraria: (81) 3224-5812. Confira as datas das próximas chaves de leitura (palestras) sobre a Campanha da Fraternidade 2017, na Paulinas Livraria do Recife:

1º de fevereiro (das 14 às 17h)
08/02 (das 09 às 12h)
15/02 (das 14 às 17h)
22/02 (das 09 às 12h)

 

Pascom Arquidiocese