Posts

Santo Padre encaminha mensagem Campanha da Fraternidade

brasao_papa Mensagem do Papa Francisco por ocasião da Campanha da Fraternidade 2015

Quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Queridos irmãos e irmãs do Brasil!

Aproxima-se a Quaresma, tempo de preparação para a Páscoa: tempo de penitência, oração e caridade, tempo de renovar nossas vidas, identificando-nos com Jesus através da sua entrega generosa aos irmãos, sobretudo aos mais necessitados. Neste ano, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, inspirando-se nas palavras d’Ele “O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (Mc 10,45), propõe como tema de sua habitual Campanha “Fraternidade: Igreja e Sociedade”.

De fato a Igreja, enquanto “comunidade congregada por aqueles que, crendo, voltam o seu olhar a Jesus, autor da salvação e princípio da unidade” (Const. Dogmática Lumen gentium, 3), não pode ser indiferente às necessidades daqueles que estão ao seu redor, pois, “as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos os que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo” (Const. Pastoral Gaudium et spes, 1). Mas, o que fazer? Durante os quarenta dias em que Deus chama o seu povo à conversão, a Campanha da Fraternidade quer ajudar a aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a Sociedade – propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II – como serviço de edificação do Reino de Deus, no coração e na vida do povo brasileiro.

A contribuição da Igreja, no respeito pela laicidade do Estado (cfr. Idem, 76) e sem esquecer a autonomia das realidades terrenas (cfr. Idem, 36), encontra forma concreta na sua Doutrina Social, com a qual quer “assumir evangelicamente e a partir da perspectiva do Reino as tarefas prioritárias que contribuem para a dignificação do ser humano e a trabalhar junto com os demais cidadãos e instituições para o bem do ser humano” (Documento de Aparecida, 384). Isso não é uma tarefa exclusiva das instituições: cada um deve fazer a sua parte, começando pela minha casa, no meu trabalho, junto das pessoas com quem me relaciono. E de modo concreto, é preciso ajudar aqueles que são mais pobres e necessitados. Lembremo-nos que “cada cristão e cada comunidade são chamados a ser instrumentos de Deus ao serviço da libertação e promoção dos pobres, para que possam integrar-se plenamente na sociedade; isto supõe estar docilmente atentos, para ouvir o clamor do pobre e socorrê-lo” (Exort. Apost. Evangelii gaudium, 187), sobretudo sabendo acolher, «porque quando somos generosos acolhendo uma pessoa e partilhamos algo com ela – um pouco de comida, um lugar na nossa casa, o nosso tempo – não ficamos mais pobres, mas enriquecemos” (Discurso na Comunidade de Varginha, 25/7/2013). Assim, examinemos a consciência sobre o compromisso concreto e efetivo de cada um na construção de uma sociedade mais justa, fraterna e pacífica.

Queridos irmãos e irmãs, quando Jesus nos diz “Eu vim para servir” (cf. Mc 10, 45), nos ensina aquilo que resume a identidade do cristão: amar servindo. Por isso, faço votos que o caminho quaresmal deste ano, à luz das propostas da Campanha da Fraternidade, predisponha os corações para a vida nova que Cristo nos oferece, e que a força transformadora que brota da sua Ressurreição alcance a todos em sua dimensão pessoal, familiar, social e cultural e fortaleça em cada coração sentimentos de fraternidade e de viva cooperação. A todos e a cada um, pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida, envio de todo coração a Bênção Apostólica, pedindo que nunca deixem de rezar por mim.

Vaticano, 2 de fevereiro de 2015.

Baixe a Carta em PDF: LEIA MAIS

Vídeos de formação para Campanha da Fraternidade 2015

Vídeos de formação para Campanha da Fraternidade 2015:
LEIA MAIS

Objetivos da Campanha da Fraternidade 2015

dom_leonardo_ulrich_steiner_cnbb

Objetivo geral da CF – 2015 CNBB

01 – Aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II, como serviço ao povo brasileiro, para a edificação do Reino de Deus.

Objetivos específicos da CF – 2015 CNBB

01 – Fazer memória do caminho percorrido pela Igreja com a sociedade, identificar e compreender os principais desafios da situação atual.

02 – Apresentar os valores espirituais do Reino de Deus e da doutrina Social da Igreja, como elementos autenticamente humanizastes.

03 – Identificar as questões desafiadoras na evangelização da sociedade e estabelecer parâmetros e indicadores para a ação pastoral.

04 – Aprofundar a compreensão da dignidade da pessoa, da integridade da criação, da cultura da paz, do espírito e do diálogo inter-religioso e intercultural, para superar as relações desumanas e violentas.

05 – Buscar novos métodos, atitudes e linguagens na missão da Igreja de Cristo de levar a Boa Nova a cada pessoa, família e sociedade.

06 – Atuar profeticamente, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para o desenvolvimento integral da pessoa e na construção de uma sociedade justa e solidária.

Lançamento da Campanha da Fraternidade 2015 – São Paulo

lancamento_cf2015

Estimados(as) Diretores(as), Coordenadores(as) e Professores(as) das diferentes áreas e etapas do processo educativo

A ANEC em São Paulo, em sintonia com toda a Igreja, organizou um encontro para o Lançamento da Campanha da Fraternidade 2015, com o tema “Fraternidade, Igreja e Sociedade” e lema: “Eu vim para servir (Mc 10,45), e conta com a presença de vocês e da sua Comunidade Educativa para aprofundarmos o tema e nos colocarmos sempre mais a serviço de nossos educados. Que o Espírito de Vida nos impulsione nessa missão.

Dia: 08/11/2014
Horário: 7h30 às 12h30
Tema: FRATERNIDADE, IGREJA E SOCIEDADE
Local: Colégio Madre Cabrini – Rua Madre Cabrini, 36 – Metrô Vila Mariana

Programação: Dia 08 de outubro de 2014

7h30 – Acolhida

8h – Espiritualidade – Equipe da Pastoral do Colégio Madre Cabrini

8h20 – Composição da mesa

Ir. Carlinha Gomes Fernandes, Superintendente Administrativa do Colégio Madre Cabrini, P. Roberto Duarte Rosalino, coordenador do Conselho local da ANEC e Diretor Superintendente das Faculdades Integradas Claretianas e bispos referentes da Educação da Arquidiocese de São Paulo.

8h40 – Desafios da sociedade e da igreja na atualidade – VER

Assessor: Profº Dr. Jung Mo Sung – Graduado em Filosofia (1984) e em Teologia (1984) doutorado em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (1993) e pós-doutorado em Educação pela Univ. Metodista de Piracicaba (2000). Atualmente é professor titular da Universidade Metodista de São Paulo, no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião. Tem experiência na área de Ciências da Religião e Teologia, com ênfase em Religião e Educação para Solidariedade e na Crítica teológica à economia política. Tem pesquisado os seguintes temas: religião e educação, teologia e economia, igreja e sociedade, neoliberalismo, globalização e solidariedade.

9h50 – Palavra desvenda e ilumina a realidade – JULGAR

Assessor: Profº Dr. José Ademar Kaefer – missionário do Verbo Divino; licenciado em filosofia; bacharel em Teologia; mestre em Ciências da Religião, área de concentração Bílbia; doutor em Teologia, com concentração no campo Bíblico; professor na Universidade Metodista de São Paulo, no Instituto Teológico São Paulo e nas Faculdades Integradas Claretianas; membro do Centro Bíblico Verbo; assessor da área bíblica em cursos, seminários, simpósios e congressos no Brasil e no exterior.

10h40 – Lanche

11h – Ações que fazem a diferença – AGIR

Profª. Rosemeire Gomes – Pedagoga e especialista em Educação Social pela Unisal e em Gestão de Projetos Sociais pela PUC-SP. Há 20 anos trabalha na Ação Social. Foi coordenadora de projetos do Instituto Dom Bosco Bom Retiro(SDB) e há 6 anos é Gestora de projetos da Inspetoria Santa Catarina de Sena junto à Rede Salesiana de Ação Social FMA/SP. Membro da Equipe Nacional da Rede Salesiana de Ação Social-FMA. Presta consultorias na área social.

Profª. Rosiane Aparecida de Melo – Graduada em Enfermagem e Especialização em Saúde Pública com Ênfase na Estratégia Saúde da Família (ESF). Especialização em Docência em Saúde (Licenciatura) pela Faculdade de Educação São Luís. Formação Filosófica/Teológica e Socio-Migratória pelo Instituto das Missionárias Seculares Scalabrinianas – Stuttgart – Alemanha. Docente de Saúde de Pública/Coletiva e Supervisora de Estágio em Unidades Básicas de Saúde e Estratégia Saúde da Família da região central da Cidade de São Paulo pelo Centro Universitário São Camilo – SP. Mestranda em Enfermagem com pesquisa de campo: Imigração e condições de vida/saúde-doença: avaliação multidimensional dessa dinâmica.

Participação dos assessores: Prof. Dr. Jung Mo Sung e Prof. Dr. José Ademar kaefer.

12h30 – Encerramento

Valor: R$ 30,00 por participantes (as inscrições devem ser realizadas até o dia 31/10)

Ao realizar a sua inscrição, recomendamos que utilize os navegadores Mozilla Firefox, Safari ou Chrome ao acessar a página. Certifique-se ainda de que o Flash Player e o Adobe Reader do seu computador estejam atualizados, e que o bloqueador de pop-ups do seu navegador encontre-se desativado.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco – Tel.: (11) 3825-7126  ou pelo e-mail: anec.sp@anec.org.br