Cartaz da Campanha da Fraternidade 2015

Entenda o significado do cartaz da Campanha

01 –  O cartaz da CF 2015 retrata o Papa Francisco lavando os pés de um fiel na Quinta-feira Santa de 2014. A Igreja atualiza o gesto de Jesus Cristo ao lavar os pés de seus discípulos. O lava-pés é expressão de amor capaz de levar a pessoa a entregar sua vida pelo outro. E com este amor que todo ser humano é amado por Deus em Jesus Cristo. Ao entregar-se à morte na cruz e ressuscitar, como celebramos na Páscoa, Jesus leva em plenitude o Eu vim para servir (cf. Mc 10,45).

02 – A Igreja Católica, através de suas comunidades, participa das alegrias e tristezas do povo brasileiro. O Concílio Vaticano II veio iluminar a missão evangelizadora da Igreja. Evangelizar pelo testemunho, dialogando com as pessoas e a sociedade. No diálogo, a Igreja (as comunidades) está a serviço de todas as pessoas. Ao servir, ela participa da construção de uma sociedade justa, fraterna, solidária e pacífica. No serviço, ela edifica o Reino de Deus.

Confira todos as anos no Portal Kairós a melhor cobertura da Campanha da Fraternidade

 

Cartaz da Campanha da Fraternidade 2015

Cartaz da Campanha da Fraternidade 2015

CNBB abre concurso para hino da Campanha da Fraternidade 2015

CNBB abre concurso para hino da Campanha da Fraternidade 2015

Concurso para hino da Campanha da Fraternidade 2015

 

Estão abertas as inscrições do concurso para escolha do Hino da Campanha da Fraternidade 2015. O prazo para envio das composições (áudio e partitura) será até 11 de junho de 2014. Por decisão do Conselho Episcopal de Pastoral (Consep) da CNBB, o concurso será realizado em um único edital, que irá selecionar letra e  música, simultaneamente, podendo haver parceria de letristas e músicos.

A Campanha da Fraternidade de 2015 terá como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10,45). O objetivo é inserir a campanha nas comemorações do jubileu do Concílio Vaticano II, com base nas reflexões propostas pela Constituição Dogmática Lumen Gentium e na Constituição PastoralGaudium et Spes, que tratam da missão na Igreja no mundo.

O assessor de música litúrgica da CNBB, padre José Carlos Sala, destaca a importância do concurso e da colaboração dos profissionais da música.

“A participação de poetas e músicos para a composição de um hino visa traduzir em linguagem poética os conteúdos do tema, lema e objetivos da Campanha da Fraternidade, com uma melodia bela e expressiva que possibilite a participação de todos no canto”, explica.

 

Confira todos as anos no Portal Kairós a melhor cobertura da Campanha da Fraternidade

A Novena e Festa da Padroeira de 2014

A Novena e Festa da Padroeira de 2014

Consagração a Nossa Senhora da Conceição Aparecida

Ó Maria Santíssima, que em vossa Imagem milagrosa de Aparecida espalhais inúmeros benefícios sobre o Brasil, eu, embora indigno de pertencer ao número dos vossos servos, mas desejando participar dos benefícios da vossa misericórdia, prostrado a vossos pés, consagro-vos o entendimento, para que sempre pense no amor que mereceis.
Consagro-vos a língua, para que sempre vos louve e propague a vossa devoção. Consagro-vos o coração, para que, depois de Deus, vos ame sobre todas as coisas. Recebei-nos, ó Rainha incomparável, no ditoso número dos vossos servos. Acolhei-nos debaixo da vossa proteção. Socorrei-nos em nossas necessidades espirituais e temporais e, sobretudo, na hora da nossa morte. Abençoai-nos, ó Mãe Celestial, e com vossa poderosa intercessão fortalecei-nos em nossa fraqueza, a fim de que, servindo-vos fielmente nesta vida, possamos louvar-vos, amar-vos e render-vos graças no céu, por toda eternidade. Assim seja!

Já nos preparando para o grande Jubileu de 2017, comemorativo dos 300 anos do Encontro da Imagem da Mãe Aparecida no Rio Paraíba, meditávamos os mistérios gozosos do terço na Novena de 2012. Em 2013, os luminosos. Neste ano, queremos dedicar-nos aos dolorosos: “Com a Mãe Aparecida, ser solidário na dor!” Com Ela, reviver e morte de Jesus, iluminação para nossa própria vida!

Mãe Aparecida, fostes a grande presença materna – uma nova réstia de luz – na dor inclusive mortal de vosso Filho-Luz! Hoje somos vossos filhos e filhas . Sede hoje essa mesma luz sempre “de pé” aos pés de nossa dor, de nossa morte! Mas, principalmente, ensinai-nos a nos deixar iluminar – nessas circunstâncias doridas – pela Luz que é vossa e de todos nós, que é vosso Filho e nosso Irmão e Salvador, Jesus!

A Novena e Festa da Padroeira de 2014

 

  1. Com a Mãe Aparecida, somos solidários na dor Novena e Festa Padroeira do Brasil

Verbu Panis do Ministério Amor e Adoração

Verbu Panis do Ministério Amor e AdoraçãoVerbu Panis do Ministério Amor e Adoração

 

Sobre o Ministério Amor e Adoração

O Ministério Amor e Adoração é atualmente composto por dez missionários membros da Comunidade Canção Nova: Roger Carvalho na bateria; Carlos Tocco no baixo; Luciana Sitta no violão; Ivanilson Thruler no teclado e Rodrigo Hoelz na guitarra. No vocal: Emanuel Stênio, Graça Maria , Ana Lúcia, Karina Maria e Gil Duarte.

Fizeram parte do ministério o Thiago Tomé, que atualmente está na missão de Curitiba – PR, e Inácio Filho, atualmente na missão de Vitória da Conquista – BA.

Como tudo começou…

O Carlos Tocco, após uma missão na Itália, partilhou a inspiração que Deus colocou em seu coração: reunir os jovens cantores e instrumentistas da comunidade Canção Nova para rezarmos, nos unir, e colher de Deus o direcionamento. A princípio o nosso único objetivo era o de cantarmos juntos.

Iniciamos este grupo rezando todas as semanas na capela do prédio da TI. Em uma hora de adoração, cantávamos e ministrávamos as músicas da comunidade. Aos poucos foram surgindo inspirações. Gil, Carlos, Ana Lúcia e a Karina aproveitaram o tempo de estudo e também começaram a compor na capela da faculdade.

Começamos então a cantar na animação da Santa Missa semanal na CN. E aos poucos fomos compondo músicas litúrgicas, o que resultou na gravação do nosso primeiro trabalho: CD Celebração, canções litúrgicas.

Por que o nome: Amor e Adoração?

Ao percebermos que Deus nos queria juntos, num momento de adoração, suplicamos ao Senhor que falasse ao nosso coração sobre o nome que Ele queria nos dar. Então veio ao coração: ‘Somos uma comunidade de Amor e Adoração’. Fomos partilhando as inspirações que iam sendo confirmadas. Esse nome está na essência, no carisma da Canção Nova. Existem documentos escritos pelo nosso pai fundador, monsenhor Jonas Abib, que relata o porquê de uma comunidade de amor e adoração. É uma essência do nosso carisma CN: ser uma comunidade de Amor e Adoração!

Aos poucos fomos entendo que era isso que o Senhor nos pedia, viver a essência do nosso carisma, viver o amor e a adoração. E este é o desejo do nosso coração: amar a Deus e amar uns aos outros; para que o amor de Deus transborde aos demais; e sermos verdadeiros adoradores, adorar o Senhor com a nossa canção.