Artigos católicos – Fique por dentro dos assuntos da igreja

São Miguel Arcanjo: ofício de combater o inimigo

São Miguel Arcanjo não é um santo, e sim um anjo, e o líder de todos os anjos e do exército de Deus. Isso é o que o título “Arcanjo” significa, que ele está acima de todos os outros em posição.

São Miguel Arcanjo

São Miguel tem quatro responsabilidades ou ofícios principais, como sabemos pelas escrituras e pela tradição cristã:

O primeiro: é combater Satanás.
O segundo: é escoltar os fiéis ao céu na hora da morte.
O terceiro: é ser campeão de todos os cristãos e da própria Igreja.
E a quarta: é chamar os homens da vida na Terra para o julgamento celestial.

Muito pouco se sabe sobre São Miguel, exceto o que sabemos das escrituras, que são esparsas.

Em Daniel, São Miguel Arcanjo é mencionado duas vezes. A primeira vez como alguém que ajudou Daniel, e a segunda vez ele é mencionado com respeito ao fim dos tempos do mundo, quando ele representará os “filhos do teu povo”.

Sua próxima menção vem na Epístola de São Judas, onde se diz que São Miguel guardou os túmulos de Moisés e Eva e lutou com Satanás pelo corpo de Moisés.

A menção final está no Apocalipse, onde São Miguel e seus anjos lutam com o dragão.

Existem outras escrituras onde São Miguel está implícito, mas não é mencionado pelo nome, como o anjo; que defende o portão do Paraíso, que defende contra Balaão e “que derrotou o exército de Senaqueribe*”.
* (em acádio: Sin-ahhe-eriba; lit. “Sim multiplicou os seus irmãos”) foi rei da Assíria que reinou entre 705 a 681 a.C.. Ele é lembrado principalmente por suas campanhas militares contra Babilônia e Judá, além de seus programas de construção – mais notavelmente na capital da Assíria, em Nínive.

Quais são os versículos mais conhecidos da Bíblia?

Hoje, São Miguel Arcanjo é invocado para proteção, especialmente de inimigos letais. Ele também é o patrono de soldados, policiais e médicos.

São Miguel Arcanjo é referenciado no Antigo Testamento e tem sido parte dos ensinamentos cristãos desde os primeiros tempos. Nas escrituras e tradições católicas, ele atua como o defensor da Igreja e principal oponente de Satanás, e ajuda as pessoas na hora da morte.

Uma “Oração a São Miguel” amplamente usada foi posta em uso oficial pelo Papa Leão XIII em 1886 e foi recomendada pelo Papa João Paulo II em 1994. O dia da festa dos arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael é 29 de setembro.

Catequese – São Miguel Arcanjo 2020 para colorir e recortar:

Na Área Especial

Devocionário de São Miguel Arcanjo:

Quaresma de São Miguel Arcanjo 2020 para imprimir:

Portal Kairós

Quais são os versículos mais conhecidos da Bíblia?

Toda a Bíblia é importante mas alguns versículos são mais conhecidos que outros. Mas quais são os versículos mais populares da Bíblia? Para essa lista, buscamos os versículos mais acessados em sites de bíblia online e procuramos explicar seu significado. Veja esses versículos conhecidos e desperte seu desejo de ler mais da Bíblia!

01 – 1 Coríntios 13,4-7

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (1 Coríntios 13,4-7)

Essa passagem descreve o maior dom de todos: o amor. De acordo com a Bíblia, amar não é apenas um sentimento, é toda uma atitude de vida. O perfeito amor vem de Deus e transforma a maneira como nos relacionamos com as pessoas. Com a ajuda de Jesus, precisamos cultivar o amor, procurando agir da forma descrita em 1 Coríntios 13,4-7, porque nada do que fazemos tem valor sem amor. Esse é o ideal do amor que devemos buscar refletir em nossas vidas.

02 – Josué 1,9

Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar. (Josué 1,9)

Quando Moisés morreu, a liderança do povo de Israel foi passada para Josué. Além disso, Josué tinha a missão de conquistar a terra prometida, depois de 40 anos no deserto. Ter tanta responsabilidade não é fácil! Mas Deus falou com Josué e lhe lembrou que ele não estava sozinho. Se ele fosse fiel a Deus, seguindo seus mandamentos, Deus iria estar com ele a cada passo, dando-lhe a vitória. Da mesma forma, Deus está sempre presente na vida de quem é fiel a ele. Quando pomos nossa confiança nele, ele não falha!

03 – Mateus 18,21-22

Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: “senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?” Jesus respondeu: “eu digo a você: não até sete, mas até setenta vezes sete. (Mateus 18,21-22)

Perdoar não é fácil mas é muito importante. Depois de dizer que devemos perdoar inúmeras vezes, Jesus explicou que nosso perdão deve ser fruto do perdão que recebemos de Deus. Se Deus nos perdoou todas as nossas ofensas, então nós não temos o direito de guardar rancor contra ninguém. Quando perdoamos, mostramos o poder do amor de Deus e deixamos a justiça nas mãos dele.

04 – Jeremias 29,11

Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro. (Jeremias 29,11)

No tempo de Jeremias os israelitas estavam em uma situação difícil. Seu país tinha sido conquistado pelo rei Nabucodonosor e o povo tinha sido exilado para a Babilônia. Será que havia esperança para eles? Sim! Através de Jeremias, Deus prometeu que iria levar os israelitas de volta para Israel e restaurar seu povo. Deus castiga os pecados e por vezes permite o sofrimento, mas seus planos são sempre para nos abençoar e restaurar.

05 – João 16,33

“Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo”. (João 16,33)

Na sua última noite antes de ser crucificado, Jesus explicou muitas coisas importantes aos seus discípulos. Ele os preparou para sua morte e para o sofrimento que iriam enfrentar, mas também lhes deu esperança. Os discípulos não ficariam sozinhos. Através do Espírito Santo, Jesus está sempre conosco e ele venceu todas as dificuldades do mundo. Jesus é nosso motivo para não desanimarmos quando passamos por aflições.

06 – Números 6,24-26

O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e te conceda graça; o Senhor volte para ti o seu rosto e te dê paz. (Números 6,24-26)

Uma das funções dos sacerdotes no Antigo Testamento era abençoar o povo de Israel, no nome de Deus. Essas eram as palavras de bênção que eles deveriam proclamar sobre os israelitas, quando eles vinham para adorar a Deus. A maior bênção que podemos receber é a presença, a paz e a graça de Deus em nossas vidas.

07 – Isaías 41,10

Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa. (Isaías 41,10)

Em Isaías 41, Deus lembrou à nação de Israel que ele tem todo poder e que ele estava cuidando de seu povo. Quando seguimos a Deus de todo coração, ele cuida de nós e nos protege. Não precisamos ter medo, porque Deus é poderoso para nos levar para a vitória.

08 – João 7,53

Então cada um foi para a sua casa. (João 7,53)

Não, esse versículo não é sobre a bênção de poder ir para casa depois de um longo dia de trabalho! No contexto dessa passagem, os líderes religiosos dos judeus estavam discutindo sobre Jesus. Muitos não acreditavam que ele era o enviado de Deus para salvar o mundo, e eles achavam que ele era um perigo para sua religião. Mas um homem entre eles chamado Nicodemos tentou defender Jesus. No fim, eles não chegaram a um consenso sobre o que fazer com Jesus, por isso terminaram a reunião e foram todos para casa. Só isso.

09 – Mateus 6,9-13

Vocês, orem assim, Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém. (Mateus 6,9-13)

Muitas vezes não sabemos como orar. Por isso, Jesus nos deu um modelo para nos orientar quando não temos ideia por onde começar. A oração do Pai Nosso toca em algumas áreas essenciais, como colocar nossa vida debaixo da vontade de Deus e pedir e oferecer perdão. Não precisa ser sempre repetido à letra mas é um bom guia na hora da oração.

10 – Levítico 19,28

Não façam cortes no corpo por causa dos mortos nem tatuagens em vocês mesmos. Eu sou o Senhor. (Levítico 19,28)

Esse é o único versículo da Bíblia que faz referência a “marcas no corpo ou tatuagens. Os israelitas não deveriam fazer marcas permanentes em seus corpos como parte de rituais pagãos ligados aos mortos. Isso era uma forma de idolatria que acontecia nos povos em redor de Israel. Por isso, antes de tomar uma decisão sobre fazer ou não uma tatuagem, o cristão deve pensar na razão e na mensagem da tatuagem.

Como viver: mês da Bíblia

11 – Mateus 19,6

Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe. (Mateus 19,6)

Em certa ocasião, Jesus foi questionado acerca do divórcio. Em resposta, Jesus explicou sobre a união entre marido e mulher, que é um laço especial, que recebe a bênção de Deus. O casamento não é brincadeira e o cônjuge não deve ser tratado como descartável. Sempre que possível, os dois devem se esforçar para manter o laço do casamento, deixando o divórcio apenas para situações graves, como o adultério.

12 – Êxodo 20,12

Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá. (Êxodo 20,12)

Dos 10 Mandamentos, esse é o primeiro que vem com uma promessa de bênção para quem cumpre! Os pais não são perfeitos mas geralmente têm muita informação e sabedoria para nos transmitir, porque são mais velhos que nós. A responsabilidade de cuidar de filhos é muito grande, porque vai ter grande influência no resto de suas vidas. Por isso, nossos pais merecem nossa honra. Quando seguimos a orientação de pais que amam a Deus, evitamos muitos erros.

13 – Mateus 6,34

Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal. (Mateus 6,34)

É natural se sentir preocupado com o futuro. Ninguém sabe o que vai acontecer amanhã e essa incerteza dificulta nossas vidas. Mas existe uma pessoa que conhece todas as coisas do passado, do presente e do futuro: Deus! Ele está no controle de todas as coisas, por isso não precisamos ter medo do futuro. Cada dia tem suas próprias preocupações mas Deus não abandona quem o ama.

14 – Filipenses 4,13

Tudo posso naquele que me fortalece. (Filipenses 4,13)

Esse versículo é usado muitas vezes como motivação para atingir grandes objetivos mas tem um significado muito mais profundo. Nos versículos anteriores, o apóstolo Paulo fala sobre como aprendeu a viver contente em Deus em todas as circunstâncias. Na alegria e na tristeza, na força e na fraqueza, no conforto e na dor, sua força para continuar estava em Deus. Em todos os momentos da vida, sejam bons ou ruins, Jesus é nossa força.

O mês da Bíblia, conheça a história

15 – João 3,16

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3,16)

João 3,16 é provavelmente o versículo mais conhecido da Bíblia! Nele temos um resumo brilhante do plano de salvação. Deus nos ama tanto que enviou Jesus para levar o castigo de nossos pecados em nosso lugar. Agora, tudo que precisamos fazer para receber o perdão de Deus é crer em Jesus, arrependendo-nos de nossos pecados. Através de Jesus, ficamos livres da condenação e temos acesso a Deus e à vida eterna. O amor de Deus é maravilhoso!

Portal Kairós

Dia dos pais 2020: O que a bíblia diz sobre eles?

Todo mundo ama o seu pai. Até os relacionamentos mais rompidos têm uma esperança profunda e inabalável de reconciliação.
Quando vemos os melhores relacionamentos paternais, não podemos deixar de nos emocionar.

Domingo, 9 de agosto
Dia dos pais 2020

Dia dos pais 2020

Há tantas “coisas” da vida que provêm de ter um pai:

Sabedoria
Alegria
Conforto
Proteção
Amor…

Quando os filmes querem nos fazer chorar, eles nos ajudam a experimentar um momento íntimo entre pai e filho ou filha. Quando os filmes querem nos motivar, eles nos mostram um pai que entra em ação para proteger sua família (pense em todos os filmes dos anos 80 com Arnold Schwarzenegger). O Dia dos Pais é uma bela oportunidade para celebrar o profundo desejo de Deus de respeitar, impressionar e seguir homens honrados em nossas vidas.

Estes são os homens que nos moldaram, investiram em nós, foram pacientes conosco e nos deram o amor e a estabilidade de que precisamos para nos tornarmos adultos maduros e competentes.

O que a Bíblia diz sobre os pais?

Você pode estar fazendo perguntas significativas e profundas, como:

O que a Bíblia diz sobre os pais?
O que a Bíblia diz sobre a responsabilidade de um pai?
Como posso ser um bom pai na Bíblia?
Qual é o papel do pai?

Pensar no que significa ser pai com base na Bíblia e ponderar como isso afeta você ou seus pais ao seu redor pode levar a idéias e mudanças surpreendentes na vida. Que melhor época para pensar profundamente do que no dia dos pais.

Ao se preparar para este dia, reflita e use o que a Bíblia diz sobre pais para enriquecer sua apreciação de seu pai e dos homens mais velhos em sua vida que o ajudaram a se tornar a pessoa que você é.

Aqui estão 8 coisas que podemos aprender com os pais na Bíblia – e 8 maneiras de louvar a Deus por seu presente de pai.

Dia dos pais 2020: na bíblia

01 – Pais lideram famílias

Eles têm um instinto de lançar uma visão e executar essa visão para sua família. Na Bíblia, Deus muitas vezes encarrega os homens de serem responsáveis ​​por liderar suas famílias em devoção a si mesmo. Eles têm um espírito diligente e uma força inabalável que Deus os uniu.

A tarefa de liderar uma família (dia dos pais ou não dos pais) exige bravura, determinação e devoção a Deus. Eles estão equipados de maneira exclusiva para manifestar todas essas qualidades.

Gênesis 18,19‍

“Porque eu o escolhi, para que ele instrua seus filhos e sua família depois dele a seguirem o caminho do Senhor, fazendo o que é certo e justo, para que o Senhor traga a Abraão o que lhe prometeu.”

Deuteronômio 6,1-9‍

“Estes são os mandamentos, decretos e leis que o Senhor seu Deus me instruiu a ensiná-lo a observar na terra que você está atravessando o Jordão, a fim de que você, seus filhos e os filhos deles depois deles possam temer ao Senhor seu Deus como enquanto você vive cumprindo todos os seus decretos e mandamentos que eu lhe der, e para que você possa desfrutar de uma vida longa. Ouça Israel, e tenha cuidado para obedecer, para que tudo corra bem com você e para que você cresça muito em uma terra que flui com leite e mel, assim como o Senhor, Deus de seus antepassados, lhe prometeu. Ouve, Israel, O Senhor nosso Deus, o Senhor é um. Ame o Senhor, seu Deus, com todo o seu coração, com toda a sua alma e com todas as suas forças. Esses mandamentos que hoje vos dou devem estar em seus corações. Impressione-os em seus filhos. Fale sobre eles quando estiver sentado em casa e quando caminhar pela estrada, quando se deitar e se levantar. Amarre-os como símbolos em suas mãos e prenda-os em suas testas. Escreva-os nos batentes das suas casas e nos seus portões.

Josué 1,9‍

Não te ordenei? Seja forte e corajoso. Não tenha medo; não desanime, pois o Senhor seu Deus estará com você onde quer que você vá.”

Josué 24,15‍

“Mas se servir a Deus lhe parece indesejável, escolha hoje a quem você servirá, se os deuses que seus ancestrais serviram além do Eufrates ou os deuses dos amorreus, em cuja terra você está vivendo. Mas quanto a mim e minha casa, serviremos ao Senhor.”

Provérbios 14,26‍

“Quem teme ao Senhor tem uma fortaleza segura e, para os filhos, será um refúgio.”

02 – Pais protegem

Eles não apenas lideram – eles guardam. Eles são acusados ​​de proteger os inocentes. No dia dos pais e todos os outros dias eles ouvem!
Eles devem suspeitar do namorado de sua filha. Eles são levados a construir um lar para suas famílias.

Deuteronômio 1,29-31‍

“Então eu lhe disse,“ Não se assuste; não tenha medo deles. O Senhor teu Deus, que está diante de ti, pelejará por ti, como fez por ti no Egito, diante dos teus olhos e no deserto. Lá você viu como o Senhor seu Deus o carregou, como um pai carrega seu filho, todo o caminho até que você chegou a este lugar. ”

Provérbios 14,26

“No temor do Senhor, temos forte confiança,

e seus filhos terão um refúgio. ”

Efésios 6,11-18‍

“Coloque toda a armadura de Deus, para que você possa se posicionar contra os planos do diabo. Pois nossa luta não é contra carne e sangue, mas contra os governantes, contra as autoridades, contra os poderes deste mundo sombrio e contra as forças espirituais do mal nos reinos celestiais. Portanto, vista toda a armadura de Deus, para que, quando chegar o dia do mal, você possa permanecer firme e, depois de ter feito tudo, permanecer firme. Fique firme, então, com o cinto da verdade preso à cintura, com o peitoral da justiça no lugar e com os pés equipados com a prontidão que vem do evangelho da paz. Além de tudo isso, pegue o escudo da fé, com o qual você pode extinguir todas as flechas flamejantes do maligno. Pegue o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. E ore no Espírito em todas as ocasiões, com todos os tipos de orações e pedidos. Com isso em mente, esteja alerta e sempre ore por todo o povo do Senhor. ”

Baixe Cartões de Dia dos Pais 2020 – 10 modelos (imagens):

03 – Pais são exemplos

Eles são exemplos para seus filhos. Não é coincidência que exista uma alta correlação entre a falta de pai e o sucesso dos filhos. Eles são feitos para pegar seus filhos pela mão e treiná-los para se tornarem adultos fortes. A idade adulta geralmente é mais contagiosa do que ensinada – isso nunca é mais verdadeiro do que quando os filhos assistem aos pais. Ele deixa um bom exemplo e é um patrimônio insubstituível para os filhos.

1 Reis 15,11

“E Asa fez o que era certo aos olhos do Senhor, como Davi, seu pai.”

Leia mais

Mês Vocacional de 2020: Somos amados e chamados por Deus

A palavra “vocação” deriva do latim “vocare”, que significa “chamado” e está intimamente ligada ao nosso existir como pessoa e ao sentido que encontramos desse existir na vida. O Guia Pedagógico de Pastoral Vocacional da CNBB afirma que “na Igreja, ‘vocação’ é o apelo de Deus que chama uma pessoa para uma missão ou serviço”.

A partir dessa definição podemos concluir que vocação é “um inefável diálogo entre Deus e o homem, entre o amor de Deus que chama e a liberdade do homem que no amor responde a Deus” (PDV, n. 36). O chamado divino se manifesta em nosso dia a dia por meio de nossa livre e amorosa resposta e adesão ao projeto de Deus, por meio do seguimento de Jesus Cristo. Dessa forma, é importante ter presente que não somos nós que escolhemos seguir Jesus Cristo, mas somos escolhidos(as) pelo Pai e chamados(as) por seu Filho.

É possível, então, afirmar que a vocação está relacionada ao convite que Jesus Cristo dirige a cada pessoa indistintamente: “Vem e segue-me” (Mt 19,21); “Vinde após mim, e eu farei de vós pescadores de homens” (Mt 4,19); “Se alguém quer me servir, siga-me,” (Jo 12,26). No chamado de Jesus há dois aspectos: ir e seguir (Mt 9,9; Mc 8,34; Lc 18,22; Jo 8,12).

“Vem” é o chamado: o convite pessoal a estar/permanecer com Jesus e tornar-se discípulo e discípula do Mestre.
“Segue-me” é a missão: o seguimento da prática de Jesus.

Portanto, não é demais relembrar que a vocação nunca é finalizada na pessoa, mas é sempre em vista de uma missão (evangelizar) e para uma comunidade concreta. Porém, o aspecto da realização pessoal existe, fomos criados e chamados à vida para sermos felizes, mas essa realização não tem um fim em si mesma.

A missão decorrente de nossa resposta vocacional como prática do seguimento de Jesus se desenvolve no mundo, para o mundo, e tem um compromisso efetivo com o bem da pessoa humana. A resposta ao chamado de Jesus “exige entrar na dinâmica do Bom Samaritano (Lc 10,29-37), que nos dá o imperativo de nos fazer próximos, especialmente com quem sofre, e gerar uma sociedade sem excluídos, seguindo a prática de Jesus, que come com publicanos e pecadores (Lc 5,29-32), que acolhe os pequenos e as crianças (Mc 10,13-16), que cura os leprosos (Mc 1,40-45), que perdoa e liberta a mulher pecadora (Lc 7,36-49; Jo 8,1-11)” (DAp, n.135).

Vocação não é isolamento, busca de satisfações, realização pessoal ou de projetos pessoais. Vocação é dar a vida pela defesa da vida (Jo 10,11; 15,13), ou seja, vocação é amar. Um Deus que é amor, chama-nos justamente porque nos ama, e nos chama para amar: “Deus te ama. Nunca duvides, apesar do que te aconteça na vida. Em qualquer circunstância, és infinitamente amado” (ChV, n. 112). Deus vê nossa beleza, somos preciosos aos seus olhos (Is 43,4). “Seu amor é tão real, tão verdadeiro, tão concreto que nos oferece uma relação cheia de diálogo sincero e fecundo” (ChV, n. 117).

Existem várias vocações?

Quando começamos a compreender o verdadeiro sentido da palavra vocação nos damos conta de que ela vai se desdobrando em vários aspectos. Para entendermos melhor, vamos comparar com uma flor: se quero presentear uma pessoa com uma rosa não posso dar uma pétala e dizer que dei uma rosa. A rosa é feita de várias pétalas que, juntas, formam o botão de rosa. Assim também acontece com a vocação. Existe uma única vocação: a vida. São Paulo VI na Populorum Progressio afirmou: “toda vida é vocação!” (PP, n. 15).15 Essa única vocação é “marcada” por uma grande vocação, a vocação cristã (cor da rosa) de onde brotam várias dimensões, as vocações específicas (pétalas).

Vocação Cristã ou vocação batismal

A vocação cristã é o chamado que recebemos pelo Batismo para assumir e, conscientemente, fazer parte da grande família dos filhos e filhas de Deus e a viver como “criatura nova” em Cristo Jesus. Dito de outra forma: a vocação cristã é o chamado a seguir Jesus Cristo, que é o Caminho, a Verdade e a Vida (Mc 1,17; Jo 14,6).

Pelos sacramentos de Iniciação Cristã (Batismo, Eucaristia, Crisma), dos quais o Batismo é a porta de entrada, recebemos essa vocação cristã comum. É por esse Sacramento que fazemos nossa opção fundamental como cristãos e nos comprometemos com a nossa comunidade. Com o Batismo, somos incorporados ao Povo de Deus, comunidade dos discípulos e discípulas de Jesus. Uma Igreja na qual todos, pelo Batismo, vivem a comum dignidade de filhos e filhas adotivos do Pai, chamados à santidade e à participarem, com seus diferentes carismas, da vida e da missão de Jesus Cristo, assumindo a dinâmica do discipulado.

Talvez, algumas pessoas se perguntem sobre a necessidade dessas afirmações que podem soar um pouco complicadas. Todavia, elas querem simplesmente dizer que na grande família dos filhos e filhas de Deus o que conta não é ser isso ou aquilo (bispo, padre, freira, diácono, cristão leigo), o que conta realmente é nossa condição de filhos e filhas de Deus, membros da Igreja (assembleia de chamados), seguidores e seguidoras de Jesus Cristo, chamados e chamadas a viver no caminho da santidade.

Vocações específicas

Anteriormente, comparamos a vocação batismal com a cor que dá vida e beleza à rosa; todas as pétalas se nutrem de uma única fonte de cor, e mesmo com diferentes tonalidades entre as pétalas não podemos dizer que uma se sobressai. As várias pétalas têm jeito e estilo próprios, mesmo sendo muito parecidas entre si, formam um conjunto diverso, mas tão harmonioso que vemos a rosa como uma coisa só, e não como um amontoado de pétalas.

Na questão vocacional é a mesma coisa. A partir da riqueza da diversidade – que a Igreja é continuamente chamada e impulsionada a viver pela ação do Espírito – é que nascem as vocações específicas como formas diferentes de responder e viver um único e mesmo Amor: o seguir Jesus e o assumir sua missão.

A partir dessa premissa, compreendemos que a vocação específica está relacionada às escolhas de vida que cada batizado e batizada assume na vivência desse único Amor. Elas são divididas em três grandes dimensões: Vocação do Cristão Leigo e Leiga, Vocação à Vida Consagrada, Vocação dos Ministros Ordenados. Em cada dimensão há diferentes aspectos, pois dentro de cada conjunto de vocação específica a pessoa é chamada a fazer escolha por uma, encontrar o seu jeito e sua forma/cor de viver a beleza de ser cristão e de amar.

Portal Kairós

O Espírito Santo além da pombinha branca

Alguns teólogos brincam afirmando que, no cisma entre Oriente/ Ocidente cristão de 1054 d.C., o lado oriental ficou com o Espírito Santo, enquanto, nós, ocidentais, com a razão.

Uma das grandes redescobertas do Concílio Vaticano II, criticado por alguns de trair o espírito eclesial tradicional, foi “desengaiolar” o Espírito, que nós ocidentais sufocamos com nossas burocracias, racionalização e institucionalização.

As primeiras palavras da oração de São João XXIII na inauguração do Concílio foram mais que poesia, para bom entendedor, se constituem verdadeira exortação: “Renova as tuas maravilhas na vida da Igreja, Senhor, com o novo Pentecostes”, esta simples atitude ocasionou um movimento irreversível, pois o Espírito Santo deixou de ser conhecido apenas como a “terceira pessoa da Santíssima Trindade”, como muitos decoravam na catequese e, num retorno às fontes bíblicas e patrísticas, a busca por reconhecê-lo, sobretudo, como mencionado no Símbolo niceno-constantinopolitano, o “senhor que dá a vida”, aquele que inspirou os profetas.

A pneumatologia, ciência teológica que aborda o Espírito Santo, é recente se comparada aos dois milênios de cristianismo. Formalmente, data da segunda metade do século passado. Se o Espírito era mencionado, tratava-se logo de associá-lo ao Pai ou ao Filho. Perdemos muito tempo, não ouvíamos falar Dele.

O “esquecimento” do Espírito Santo deixou um vácuo na igreja ocidental que deve ser urgentemente preenchido, como bem notou o teólogo J. Moltmann, seguido de Karl Barth, John Wesley, Yves Congar, José Comblin, Victor Codina e outros, e isso não será possível apenas com produções literárias e teológicas, mas com experiências místicas reais, elementos que a Igreja Oriental nunca perdeu de vista.

Que o Espírito Santo não seja “propriedade” de movimentos dentro da Igreja, mas seja a Igreja em contínuo movimento e atualidade. Pois como canta e reza a Sequência de Pentecostes, “sem a luz que acode, nada o homem pode, nenhum bem há nele”…

Mensagem oficial do Papa para o Dia Mundial da Paz 2020

“O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”. Apocalipse 22,17.

Baixe materiais de formação sobre o Espírito Santo

Vivendo com Espírito Santo:

Novena de Pentecostes em Família 2020:

Novena em honra ao Espírito Santo para imprimir:

Cartaz da Novena de Pentecostes Tradicional 2020:

Novena de Pentecostes Beata Elena Guerra:

Cartaz da Novena de Pentecostes 2020:

Imagem do Cartaz da Novena de Pentecostes 2020 Tradicional – Alta resolução:

Cartaz de Pentecostes 2020 da RCC:

Novena de Pentecostes 2020 Tradicional – Versão Web:

Na Área Especial

Novena de Pentecostes 2020 Tradicional para imprimir:

Narcélio F. de Lima / Portal Kairós