Campanhas da Igreja Católica – O objetivo é evangelizar

Eventos de lançamento da Campanha e Mês Missionário

Campanha Missionária 2019 e Mês Missionário Extraordinário começam com vários eventos

No dia 17 de setembro, às 16h30, no contexto de realização da reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), serão lançados o Mês Missionário Extraordinário, a ser celebrado pela Igreja em outubro, a Campanha Missionária 2019 e a exposição “Rostos da Missão”, organizados pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) e a CNBB. Na sequência, às 17h30, será realizada uma coletiva com jornalistas na Sala de Imprensa da CNBB para apresentar essas iniciativas.

“Enquanto o mundo constrói muros, a Igreja no Brasil e no mundo se esforça para construir pontes que interligam realidades diferentes em ações solidárias”, reforça o bispo auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella.

O Mês Missionário Extraordinário, convocado pelo papa Francisco, em outubro de 2017, tem o tema “Batizados e enviados: A Igreja de Cristo em missão no mundo”. O mês missionário quer despertar a consciência da missão ad gentes, além fronteiras.

Campanha Missionária 2019 e Mês Missionário Extraordinário

Arte da Campanha Missionária 2019

Realizada no Brasil desde 1972, no mês de outubro, a Campanha Missionária ganhou este ano um maior impulso eclesial com a feliz coincidência do Mês Missionário Extraordinário e do Sínodo para a Amazônia.

A Exposição “Rostos da Missão: Batizados e enviados” deseja dar maior visibilidade aos projetos missionários ad gentes e ao projeto Igrejas Irmãs da Igreja no Brasil. A exposição será organizada em três espaços da CNBB, apresentando imagens de diferentes contextos da missão, audiovisuais com testemunhos e fotografias com rostos de missionários e missionárias brasileiros que atuam nos cinco continentes.

A exposição ficará aberta à visitação de 17 de setembro a 31 de outubro de 2019, das 9h às 16h, na sede da CNBB em Brasília (Setor de Embaixadas Sul 801 – Asa Sul – Brasília/DF). A visitação será feita por meio de agendamento pelo e-mail imprensa@pom.org.br.

Como surgiu o Mês Missionário?

O Mês Missionário tem sua origem no Dia Mundial das Missões (penúltimo domingo de outubro, este ano, dia 20). A data foi instituída pelo papa Pio XI em 1926, como um Dia de oração e ofertas em favor da evangelização dos povos.

Neste ano, a Campanha Missionária será celebrada de maneira especial. Fomos convidados pelo Papa Francisco para vivermos em todo o mundo o Mês Missionário Extraordinário.

Em 22 de outubro de 2017, Dia Mundial das Missões, o Papa Francisco, durante o Angelus, anunciava publicamente para toda Igreja sua intenção de proclamar um Mês Missionário Extraordinário (MME) em outubro de 2019, para celebrar o centenário da Carta Apostólica Maximum Illud de seu predecessor, o Papa Bento XV. O agir da Igreja vem do mandado de Jesus, missionário do Pai, servo da humanidade, para anunciar a Boa Nova entre todas as nações.

Não são sinais exteriores em termos de organização e de vestimentas que dão a identidade missionária da Igreja, mas ela é construída a partir da ação e da força do Espírito Santo que conduz à unidade. Mas como colaborarmos para formar e fortalecer a identidade cristã em meio à sociedade plural líquida, onde tudo se desfaz rapidamente? Certamente é a partir da pessoa e missão de Jesus Cristo, do encontro com Ele, que é o caminho, a verdade e a vida.

Hino

Preparação do Mês Missionário Extraordinário em 2019 (Abre numa nova aba do navegador)

Lançamento do Mês Missionário Extraordinário, Campanha Missionária 2019 e exposição “Rostos da Missão: Batizados e enviados”
Abertura: 17 de setembro, às 16h30
Período de exposição: 17 de setembro à 31 de outubro de 2019
Horário: 9h às 16h
Local: Sede da CNBB em Brasília (Setor de Embaixadas Sul 801 – Asa Sul – Brasília/DF)
Visitação feita através de agendamento pelo e-mail imprensa@pom.org.br

Baixe o guia do mês Missionário Extraordinário 2019 em pdf:

POM / Portal Kairós

Arte do cartaz oficial da CF 2020

Escolhida a letra do Hino da Campanha da Fraternidade 2020

O padre Patriky Samuel Batista, secretário executivo para as Campanhas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), divulgou na manhã deste terça-feira, 10 de setembro, a letra do Hino da Campanha da Fraternidade 2020, cujo tema é “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (cf. Lc 10,33-34).

O autor da letra é o padre José Antônio de Oliveira, 67 anos, da paróquia São João Batista de Barão de Cocais da arquidiocese de Mariana (MG). Segundo ele, o hino tem o poder de levar a mensagem central da campanha da fraternidade para todo o Brasil. “É uma semente que será semeada por aí. Não deixa de ser uma alegria muito grande evangelizar por meio da música”, disse.

O religioso já teve outras letras de música escolhidas para concursos da CNBB, entre elas o canto de comunhão: “Vamos Juntos para a Mesa”, da CF 2002, musicada por Lucas de Paula Almeida.

O processo de escolha
31 propostas de letra para o hino da CF 2020 chegaram à CNBB após a prorrogação do edital de concurso nacional até 22 de julho deste ano. A Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB fez uma triagem entre todas as propostas e pré-selecionou 5 letras que foram apresentadas em reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da entidade. Entre as cinco finalistas, os bispos, membros do Consep, escolheram o hino.

A próximo passo segundo o irmão Fernando Benedito Vieira, assessor do Setor de Música Litúrgica da CNBB, será colocar a música na letra, o que será feito com o apoio de uma equipe composta de cinco peritos em música litúrgica. A proposta é que em um mês a versão final de letra com a música seja apresentada para a Comissão para a Liturgia da CNBB para a aprovação final.

Baixar cifras católicas (Abre numa nova aba do navegador)

Letra do Hino da Campanha da Fraternidade 2020 *

(Pode sofrer alterações na letra quando for gravado o hino)

Tema: Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso
Lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (cf. Lc 10,33-34)
Autor: Pe. José Antonio de Oliveira

01 – Deus de amor e de ternura, contemplamos
este mundo tão bonito que nos deste. (Cf. Gn 1,2-15; 2,1-25)
Desse Dom, fonte da vida, recordamos: (Cf. SI 36,10)
Cuidadores, guardiões tu nos fizeste. (Cf. Gn 2,15)

Refrão:
Peregrinos, aprendemos nesta estrada
o que o “bom samaritano” ensinou:
Ao passar por uma vida ameaçada,
Ele a viu, compadeceu e cuidou. (Cf. Lc 10,33-34)

02 – Toda vida é um presente e é sagrada,
seja humana, vegetal ou animal. (Cf. LS, esp. Cap. IV)
É pra sempre ser cuidada e respeitada,
desde o início até seu termo natural.

03 – Tua glória é o homem vivo, Deus da Vida; (Cf. Santo Irineu)
ver felizes os teus filhos, tuas filhas;
é a justiça para todos, sem medida; (Cf. Am 5,24)
É formarmos, no amor, bela Família.

04 –  Mata a vida o vírus torpe da ganância,
da violência, da mentira e da ambição.
Mas também o preconceito, a intolerância.
O caminho é a justiça e conversão. (Cf. 2Tm 2,22-26)

CNBB / Portal Kairós

Arte do cartaz oficial da CF 2020

Conheça o cartaz da Campanha da Fraternidade 2020

Campanha da Fraternidade 2020 – CF 2020
Lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)
Tema: “Fraternidade e vida: dom e compromisso”

Cartaz da Campanha da Fraternidade 2020

Vida doada é vida santificada

O cartaz da Campanha da Fraternidade de 2020, cujo tema será “Fraternidade e vida: dom e compromisso” foi aprovado na manhã desta quarta-feira, 21 de agosto. Os bispos reunidos no Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília (DF) também deliberaram sobre o texto-base e as propostas para a letra do hino da campanha.

A arte foi elaborada pelo designer da Edições CNBB Leonardo Cardoso, sob a supervisão do bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da CNBB, Dom Joel Portella Amado, e do secretário executivo de campanhas, Padre Patriky Samuel Batista.

O cartaz da Campanha da Fraternidade de 2020 remete à figura de irmã Dulce, que será canonizada no próximo mês de outubro. E também apresenta, ao fundo o Pelourinho, lugar icônico da capital baiana. Padre Patrky explica que a mensagem é de “vida doada é vida santificada. A vida é um intercâmbio de cuidado”.

“Por isso que a irmã Dulce cuida. E seu modo de cuidar sinaliza uma Igreja em saída. Então é cuidar das pessoas que estão próximas a nós. Onde estou é lugar de cuidado da pessoa, do mundo, da ecologia. Depois, o cenário faz menção à questão do mundo urbano. Amar é fazer o bem! Daí a beleza do cartaz, que está sintonizado com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no que diz respeito ao pilar da caridade”, explicou.

Padre Patriky também apresentou aos bispos o texto-base da CF 2020, que está estruturado como de costume com um diferencial, que é a centralidade da Palavra de Deus: “Perceberemos em cada capítulo do texto que a Palavra de Deus ocupa um lugar de primazia, nos ajudando a viver o tempo quaresmal – ‘viu, sentiu compaixão e cuidou dele’”, explicou lembrando do lema relacionado à passagem bíblica do bom samaritano.

33 – Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão;
34 – E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;
Lucas 10, 33,34

Os bispos deram sugestões de acréscimos e ajustes ao texto-base com destaque às propostas de que o material tenha opções de roteiros que favoreçam a espiritualidade quaresmal dentro da reflexão tema da CF. Segundo Padre Patriky, a indicação está dentro da perspectiva bíblica, “para fecundar o caminho para a vivência espiritual da Quaresma, uma vivência quaresmal de fato que possa converter o coração para transformar também a realidade, é um modo de viver a Quaresma”.

Confira mais vídeos em nosso canal do YouTube

O hino

O assessor do Setor Música Litúrgica da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB, o jesuíta Irmão Fernando Vieira, entregou aos bispos as cinco letras escolhidas por um grupo de peritos a partir das 31 sugestões recebidas por meio de concurso. Após a avaliação dos bispos, será realizada a segunda fase da seleção, neste caso, da música do hino.

A perspectiva do trabalho

Ainda foram apresentadas perspectivas do trabalho da CF para os próximos anos, que constará do resgate da história, da relação dos Papas com as Campanhas da Fraternidade, levantamento de materiais, encontros com as coordenações diocesanos de pastoral e a visibilidade de projetos financiados pelo Fundo Nacional de Solidariedade.

Baixe o cartaz da Campanha da Fraternidade 2020 em PNG (Imagem):

CNBB / Portal Kairós

Hora da Vida 2019 – Em Família Defendemos a Vida!

– Semana Nacional da Vida
Data: 01 a 08 de outubro 

Tema: Em família, defendemos a vida!

A Igreja no Brasil celebra, a cada ano, na primeira semana de outubro, a Semana Nacional da Vida. A iniciativa é organizada pelas comissões da Vida e Família e Pastoral Familiar da CNBB.
A celebração ocorre de 01 a 07 de outubro e termina com a celebração do Dia do Nascituro, no dia 08 de outubro, e neste ano traz o tema: “Em família, defendemos a vida!”.

A Semana Nacional da Vida chega à sua décima quarta edição. Desde 2005 é uma atividade que busca conscientizar os católicos sobre o direito à vida desde o nascimento até a morte.

O tema deste ano indica que ninguém melhor que a família para ser responsável pelo cuidado permanente da vida, já que ela é o berço da vida e a guardiã dos valores mais preciosos do desenvolvimento da vida.

De acordo com o bispo de Osasco e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, Dom João Bosco Barbosa de Sousa, OFM, esse papel sempre foi da família, pois ela é “feita à imagem e semelhança do próprio Deus que é Pai, Filho e Espírito”,
assinala.

Neste ano, a CNBB escolheu para a Campanha da Fraternidade o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e, inspirado nele, a Pastoral Familiar apresenta o subsídio “Hora da Vida” para aprofundar e prolongar as suas reflexões.

“É hora de apresentarmos a necessidade de políticas públicas que defendam a vida, porque ela é dom precioso para todos, porque se quisermos uma sociedade mais desenvolvida, não basta simplesmente contar com os avanços da tecnologia, é necessário que ela seja mais humanizada e que encontre o próprio sentido a partir do sentido que dá à vida”, reforça o assessor nacional da Comissão para a Vida e a Família, padre Jorge Filho.

Para orientar a reflexão, as comissões lançam o subsídio “Hora da Vida, que oferece temas que dizem respeito a todos os filhos de Deus, já que muitas vezes falta uma melhor compreensão sobre o que significa de fato defender a vida.

O “Hora da Vida” traz 7 temas que integram fé e vida, e reforçam por meio da análise de orientações dos documentos da Igreja e da Palavra de Deus, os direitos, deveres, e a atitude de cada cristão frente à vida. Além das reflexões, o material ainda traz uma Celebração da Vida para comemorar o dia 08 de outubro, Dia do Nascituro.

1º Encontro – Políticas públicas em defesa da Vida
2º Encontro – A missão da família na defesa da Vida
3º Encontro – Os avós como origem e transmissores dos valores da Vida
4º Encontro – Paternidade responsável na valorização da Vida
5º Encontro – Juventude e valorização da Vida
6º Encontro – Filhos e a transformação na Vida familiar
7º Encontro – A Família e a relação com a Vida

A data conhecida como Dia do Nascituro, foi uma decisão da 43ª Assembleia Geral, realizada em 2005. A data é dedicada à vida que ainda vive na barriga da mãe.

Pastoral Familiar – cnpf.org.br / Portal Kairós

Materiais / subsídios pra a Hora da Família 2019

Downloads Hora da Família 2019

Materiais de apoio: cartaz, hino oficial, roteiros e sugestões de animação

A Família como vai? –  continua a ser também para a Igreja um desafio não só por causa da complexidade que responder a ela envolve, mas principalmente porque também o mundo parece esperar a resposta para ajudá-lo a não ferir mais a própria família que, não deixou de ser a célula da sociedade.

Livrinho Hora da Família 2019:

Cantos Semana Nacional da Família 2019

Músicas do Hora da Família 2019:

Hino da Campanha da Fraternidade 1994 – A família como vai?:

Partitura do Hino da Campanha da Fraternidade 1994 – A Família, como vai?:

Banner Semana Nacional da família 2019:

Capa Semana Nacional da Família 2019:

Cartaz Semana Nacional da Família 2019:

Foto cartaz interno Hora da Família 2019:

Cartaz interno Hora Família 2019:

Foto da capa da Hora da família 2019:

Hora da Família 2019 – Divulgação:

Roteiros e sugestões de Animação:

Catequese

Para colorir – Hora da Família 2019:

Imagens de Família para colorir:

Extra

Logomarca da Pastoral Familiar:

Textos de formação da Pastoral Familiar:

 História dos Hinos das CFs 1966 a 2017:

Pastoral Familiar – cnpf.org.br / Portal Kairós