Card. Nichols: devemos ser construtores de compreensão, compaixão e paz

Londres (RV) – “A violência gera violência. O ódio gera ódio. Cada um de nós deve repudiar ódio e violência em suas palavras e ações.” O arcebispo de Westminster e presidente dos bispos ingleses, Cardeal Vincent Nichols, lançou um convite à responsabilidade e à convivência pacífica entre comunidades de diferentes credos e culturas neste momento delicado da história do Reino Unido.

Orações e apoio da comunidade católica do país

O convite foi feito esta segunda-feira (19/06) poucas horas após o ataque perpetrado na noite anterior nas proximidades de uma mesquita de Finsbury Park, a Muslim Welfare Centre. Um homem jogou seu automóvel, uma van, contra os fiéis reunidos em oração para a celebração do Eid, neste mês sagrado do Ramadã.

O purpurado expressou perplexidade diante do deliberado ataque a pessoas após suas orações, ao término de seu dia de jejum, na mesquita de Finsbury Park. O presidente dos bispos ingleses entrou em contato com os líderes da mesquita e do Centro islâmico assegurando suas orações e apoio da comunidade católica do país.

Construtores de compreensão, compaixão e paz

No comunicado, o arcebispo lançou um apelo: “Devemos ser todos construtores de compreensão, compaixão e paz, e sê-lo dia após dia, em nossas casas, em nosso trabalho e em nossas comunidades. É o único caminho”, enfatizou.

O Cardeal Nichols enviou uma mensagem ao secretário geral da mesquita de Finsbury Park, Mohammed Kozbar, expressando “sua profunda perplexidade”:

“Sinto-me estarrecido pelo fato que as pessoas possam ser novamente alvo de um ataque dessa natureza. Asseguro minha orações pela pessoa que morreu, por quem ficou ferido e por todos aqueles que se encontram hoje profundamente atingidos por este ataque brutal. Falo em nome de todos os católicos quando asseguro orações e apoio”.

Orações e profunda compaixão pela comunidade atingida

O arcebispo de Westminster tem conhecimento do trabalho que a mesquita e a paróquia local conduzida por Pe. John O’Leary fazem para melhorar e reforçar os laços entre todas as pessoas que vivem em Finsbury Park e faz votos de que este trabalho continue sobretudo “neste momento difícil”.

O purpurado enviou uma mensagem também ao diretor do Muslim Welfare House, Ahmed Kheloufi, expressando igualmente seu profundo pesar e assegurando suas “orações e profunda compaixão” pela comunidade. (RL/Sir)

br.radiovaticana.va

Baixe materiais especiais para seu grupo