Atentado em Bogotá: “A agonia dos inimigos da paz”

Bogotá (RV) – Na tarde do sábado, 17 de junho, um artefato explodiu no lotado Centro Comercial Andino, em Bogotá, matando três pessoas e ferindo outras doze.

O Presidente da Conferência Episcopal Colombiana (CEC), o Arcebispo de Tunja, Dom Luis Augusto Castro Quiroga, em entrevista à Blu Radio, manifestou sua solidariedade às pessoas e às famílias atingidas.

O prelado, segundo nota enviada à Agência Fides, convidou o país a refletir sobre o ato criminoso, sublinhando que estas manifestações de violência são contra a paz e os esforços realizados para “superar a história da guerra e do terrorismo” vivida pela Colômbia por longos decênios.

“Esta é a agonia dos inimigos da paz que querem de qualquer maneira que no nosso país se viva um clima de guerra”, afirmou o Presidente da CEC.

Neste sentido, convidou os colombianos a trabalharem pela reconciliação, pedindo que sejam capazes de perdoar para “construir uma pátria de irmãos que se amam e não de lobos que se devoram”.

Também outros bispos do país se manifestaram por meio das redes sociais, condenando o ato de violência, e expressando sua solidariedade e conforto às vítimas.

(JE/Fides)

br.radiovaticana.va

Baixe materiais especiais para seu grupo