Campanha da Fraternidade 2017 – Nas comunidades

Colégio faz lançamento oficial da CF 2017 com alunos e professores

CSC faz lançamento oficial da CF 2017 com alunos e professores

O Colégio Santa Catarina (CSC) fez o lançamento oficial, com alunos e professores, da Campanha da Fraternidade 2017, que traz como tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”. No turno da manhã, logo após o recreio, todas as salas fizeram uma pausa nas aulas para juntas cantarem o hino da CF, rezarem a oração oficial e analisarem o cartaz da campanha, para entender o seu objetivo. Tudo pode ser acompanhado pelos alunos na agenda escolar que, como todos os anos, traz um material específico sobre a CF.

Colégio faz lançamento oficial da CF 2017 com alunos e professores

A questão ecológica tem preocupado a Igreja Católica há algum tempo. Hoje o Brasil tem uma população de mais de 200 milhões de pessoas, sendo mais de 160 milhões em áreas urbanas. O impacto dessa concentração populacional sobre o meio ambiente produz problemas que põem em risco as riquezas dos biomas brasileiros. Por isso, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) propôs chamar atenção de todos para o cuidado com a criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos à luz do Evangelho.

À luz da fé, a Campanha da Fraternidade de 2017 propõe refletirmos sobre os desafios apresentados pela situação atual dos biomas e dos povos que neles vivem. Que iniciativas a serem tomadas para a manutenção de nossa riqueza natural? O que podemos e devemos fazer em respeito à criação que Deus nos deu para cultivá-la e guardá-la? Além do gesto concreto que o colégio realiza todos os anos para que o nosso exemplo, mais do que as palavras, possa transformar realidades, a Equipe Pedagógica e o corpo docente estão planejando realizar trabalhos interdisciplinares com os alunos para debater o assunto dos biomas mais a fundo.

Colégio faz lançamento oficial da CF 2017 com alunos e professores

Por falar em Gesto Concreto, baseado no tema abordado na CF deste ano, nossa Equipe Pedagógica está começando a planejar algumas ações focadas em nosso objetivo. A princípio, uma ideia que nos surgiu, seria a construção de um grande viveiro de mudas no terreno anexo à Obra Social Santa Catarina, no bairro Jardim Casablanca, pois nos foram doadas, pelo marido de uma professora, cerca de dez mil sementes de árvores nativas da Mata Atlântica. Mas queremos aprimorar esta concepção e, para isso, precisamos da opinião de especialistas da área. Portanto, convidamos pais ou responsáveis de alunos do CSC que trabalhem na área de Biologia, Botânica, Engenharia Florestal, Agricultura ou algo afim a participarem de uma reunião conosco, no próximo dia 15 de março, às 19h, no Salão de Esportes. Essa troca de experiência será muito importante para decidirmos os próximos passos que daremos na efetivação do nosso gesto concreto.


Ensino Religioso na CF 2017

*Biomas são conjuntos de ecossistemas com características semelhantes dispostos em uma mesma região e que historicamente foram influenciados pelos mesmos processos de formação. Os seis biomas brasileiros: a Mata Atlântica, a Amazônia, o Cerrado, o Pantanal, a Caatinga e o Pampa.

* Outras informações, com a Assessoria de Comunicação do CSC, pelo telefone 2101-9867

colegiosantacatarinajf.com.br

Dicas para organizar a Campanha da Fraternidade 2017 na sua paróquia

Em breve começam, em todo o Brasil, os preparativos para a Campanha da Fraternidade CF-2017, que terá como tema: “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema: “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15).

Pensando nisso, preparamos aqui algumas dicas para que você e sua comunidade vivam de forma diferente e façam “do jeito certo” neste e em outros anos.

Crie um grupo de estudo para refletir sobre o Texto-Base da Campanha da Fraternidade 2017. Ele pode funcionar como um ciclo de leitura e partilha do documento, de modo que vocês possam colher sugestões de atividades para que a CF seja vivida e aplicada na paróquia. Muita gente pensa que “comissão”, “grupo de estudos” ou “grupo de trabalho” não funcionam, mas se houver oração, planejamento e dedicação, as coisas saem do papel e vocês terão ótimos resultados.

familias_cf2017

Subsídio para encontros na sua comunidade.

Identifique as lideranças! Esses líderes podem já estar estabelecidos em suas funções, por exemplo: o coordenador da equipe de música, dos grupos de jovens, da Pastoral Familiar, os diáconos, o ecônomo etc. Observe também que algumas pessoas em sua comunidade – ainda que não estejam engajadas – podem ser líderes em potencial. Em sua procura, lembre-se de que um líder (em potencial) não nasce pronto, mas costuma ser ouvido pelas pessoas. E isso, sim, acontece naturalmente. Foi assim que Samuel achou Davi.

Seja simples! Santo Agostinho, em Confissões, enaltece a simplicidade de Deus e sua capacidade de ser sempre inteiro, maravilhoso. Sobretudo se essa for a primeira vez que você se propõe a organizar e “fazer dar certo” a CF em sua paróquia, busque soluções simples, aproveitando as estruturas disponíveis.

Organize um calendário de atividades. Planejar e ser fiel aos prazos e atividades propostos é o segredo do sucesso. Envolva os grupos e pastorais dando a eles atribuições, delegando responsabilidades e acompanhando na execução das tarefas.

Faça um check-list! Ou, simplesmente, uma lista de atividades. Se você nunca fez um check-list na vida, pode começar se preguntando: Quais as atividades que tenho para o mês que vem? Para cada uma delas, responda – sempre registrando em algum lugar de fácil acesso (pode ser na agenda, no computador) – algumas simples perguntas: Quando? Onde? Haverá comida, água, cadeiras, estrutura de som? Precisará da equipe de música? A quem é necessário pedir autorização? O que deve ser providenciado? Quando deve ser providenciado? Quem ficará responsável por cada atividade? Na internet é possível encontrar muitos modelos. Você pode escolher um e adaptar para a sua experiência.

Comunique os envolvidos. Muitos bons projetos morrem depois de terem demandado muito esforço e dedicação, porque o processo comunicativo falhou. Embora a Campanha da Fraternidade seja proposta anualmente e as pessoas, supostamente, sabem que ela vai acontecer, tome sempre o cuidado de comunicar de forma clara e objetiva (e atrativa) o calendário de atividades. Lembra dos líderes? Uma boa comunicação não se resume à emissão de mensagens. Ouça! Esteja sempre atento ao feedback que eles trazem, pois estão em contato constante com a comunidade. Essa resposta pode fazer com que o planejamento de atividades da CF caminhe em sintonia com as necessidades e motivações da sua paróquia.

Rezem juntos. “Se fores aquilo que Deus quer, colocareis fogo no mundo”, diz Santa Catarina de Sena, doutora da Igreja. E até nas pequenas coisas, como o desejo de fazer acontecer a Campanha da Fraternidade 2017 em sua comunidade, é preciso conhecer os desígnios de Deus. E sabemos que isso só é possível por meio da oração.

edicoescnbb.com.br
Adquira os materiais da Campanha da Fraternidade 2017 nas Edições CNBB

Baixe os mosaicos da Campanha da Fraternidade 2017

Baixe os mosaicos da Campanha da Fraternidade 2017 para usar na sua comunidade

Campanha da Fraternidade 2017
Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida

Um convite para que cada um, do lugar que ocupa, repense seu papel no cuidado e na preservação do bem comum, para a defesa da vida.

Modelo 1

mosaico_cf_2017_01

Baixe esse mosaico em alta qualidade para impressão:

Personalize esse mosaico com suas fotos e logomarca da sua paróquia

Modelo 2

mosaico_cf_2017_02

Baixe esse mosaico em alta qualidade para impressão:

Personalize esse mosaico com suas fotos e logomarca da sua paróquia

LEIA MAIS

Pensamentos & inspirações

É ilusório pensar que, tendo pela frente uma razão débil, a fé goze de maior incidência; pelo contrário, cai no grave perigo de ser reduzida a um mito ou superstição. Da mesma maneira, uma razão que não tenha pela frente uma fé adulta não é estimulada a fixar o olhar sobre a novidade e radicalidade do ser.

— João Paulo II

Destaques