Ano Vocacional 2023

O Ano Vocacional: Corações ardentes, pés a caminho

Com o ditado popular, “ninguém ama o que não conhece”, entendemos por que a Igreja celebra um Terceiro Ano Vocacional no Brasil. A intenção é mostrar, principalmente para a juventude, que a vocação brota do coração, mas ninguém nasce sabendo os rumos de seu trajeto. Há necessidade de conhecimento do caminho a percorrer para que chegue a ser realmente consolidada na vida.

O Primeiro Ano Vocacional foi em 1983, com o tema “Vem e segue-me”. O Segundo foi em 2003, com o tema “Batismo, fonte de todas as vocações”, que procurou avançar na reflexão vocacional. A ideia é formar “uma fisionomia vocacional”. Assim é o Terceiro, com o tema “Vocação, graça e missão”. Há uma fundamentação bíblica, com o lema “Corações ardentes, pés a caminho” (cf. Lc 24,32-33).

Deve ser um ano de muitas reflexões, iniciado em novembro deste ano, na Festa de Cristo Rei, terminando em novembro de 2023, também na Festa de Cristo Rei. Com isto a Igreja quer despertar nos cristãos e nas famílias uma sensibilidade missionária dentro de uma dimensão chamada de “cultura vocacional”. É como criar uma vacina que consegue superar o vírus do individualismo.

A vocação está relacionada com a ação libertadora de Deus na história da humanidade. Basta entender que Jesus foi o grande vocacionado dentro do processo da salvação. Significa que Deus vem para mudar a sorte de quem vive numa realidade de sofrimento e deprimido em sua dignidade. Desta forma, a vocação na Igreja é um compromisso missionário libertador para as pessoas.

A realidade vocacional da Igreja é preocupante. Aumenta o número da população e diminui o contingente religioso e presbiteral. Não é totalmente falta de vocações religiosas, mesmo numa cultura secularizada dos últimos tempos. Talvez esteja faltando motivações e uma divulgação mais contagiosa e capaz de atingir o coração das pessoas. Foi o que fez Jesus com os discípulos de Emaús (cf. Lc 24).

Não existe Igreja sem missão. Ela não é só instituição, mas tem uma visibilidade através da ação pastoral e de preocupação com a dignidade e a vida do ser humano. Não consegue fazer isso sem a presença de agentes chamados, dispostos, indicados e preparados. É uma realidade que precisa encontrar espaço no coração das pessoas para que sejam comprometidas com a identidade de sua fé.

Dom Paulo Mendes Peixoto – Arcebispo de Uberaba (MG) / Portal Kairós

O 3º Ano Vocacional do Brasil 2023

Ano Vocacional 2023
Tema: Vocação: Graça e Missão
Lema: Corações ardentes, pés a caminho (cf. Lc 24, 32-33)
Data: 20/11/2022  a 26/11/2023

Ano Vocacional do Brasil 2023

Em abril de 2022, por unanimidade, a 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) aprovou a realização do terceiro Ano Vocacional da Igreja no Brasil 2023, que será celebrado de 20 de novembro de 2022 a 26 de novembro de 2023. A iniciativa comemora os 40 anos do primeiro ano temático dedicado à reflexão, oração e promoção das vocações no país. A proposta foi apresentada pela Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB.

Inspirado no Documento Final do Sínodo dos Bispos sobre “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional” e considerando as sugestões e reflexões nas várias reuniões, a Comissão escolheu e divulgou na terça-feira, 13 de julho, o tema do Ano Vocacional 2023 “Vocação: Graça e Missão” e o lema “Corações ardentes, pés a caminho” (cf. Lc 24, 32-33).

Cartaz do 3º Ano Vocacional 2023 (imagem):

Cartaz do 3º Ano Vocacional 2023 em pdf:

Texto-base do 3º Ano Vocacional 2023 em pdf:

A escolha do tema e lema

Leia mais