Campanha da Fraternidade 2017 – Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida

Hino da Campanha da Fraternidade 2017

icone_cf_2017_03HINO OFICIAL DA CF 2017

Letra: Padre José Antônio de Oliveira
Música: Wanderson Luiz Freitas

musical_notes

01 – Louvado seja, ó Senhor, pela mãe terra,
que nos acolhe, nos alegra e dá o pão (cf. LS, n.1)
Queremos ser os teus parceiros na tarefa
de “cultivar e bem guardar a criação.”

Refrão:
Da Amazônia até os Pampas,
do Cerrado aos Manguezais,

chegue a ti o nosso canto
pela vida e pela paz (2x)

02 – Vendo a riqueza dos biomas que criaste,
feliz disseste: tudo é belo, tudo é bom!
E pra cuidar a tua obra nos chamaste
a preservar e cultivar tão grande dom (cf. Gn 1-2).

03 – Por toda a costa do país espalhas vida;
São muitos rostos – da Caatinga ao Pantanal:
Negros e índios, camponeses: gente linda,
lutando juntos por um mundo mais igual.

04 – Senhor, agora nos conduzes ao deserto
e, então nos falas, com carinho, ao coração (cf. Os 2.16),
pra nos mostrar que somos povos tão diversos,
mas um só Deus nos faz pulsar o coração.

05 – Se contemplamos essa “mãe” com reverência,
não com olhares de ganância ou ambição,
o consumismo, o desperdício, a indiferença
se tornam luta, compromisso e proteção (cf LS, n.207).

06 – Que entre nós cresça uma nova ecologia (cf LS, cap.IV),
onde a pessoa, a natureza, a vida, enfim,
possam cantar na mais perfeita sinfonia
ao Criador que faz da terra o seu jardim.

Baixe a partitura do Hino da CF 2017:

Baixe o Hino da CF 2017 (música em mp3):

Baixe o Hino da CF 2017  Voz e Violão (música em mp3):

Baixe a cifra simplificada do Hino da CF 2017 Voz e Violão:

Baixe todas as músicas da Campanha da Fraternidade 2017 + extras + músicas litúrgicas + midi + playback especial do Hino

Todas as músicas em mp3

icone_cf_2017_04

Oração oficial da Campanha da Fraternidade 2017

icone_cf_2017_02

Cuidar da criação de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos à luz do Evangelho.

Oração Campanha da Fraternidade 2017

Deus, nosso Pai e Senhor,
nós vos louvamos e bendizemos,
por vossa infinita bondade.
Criastes o universo com sabedoria
e o entregastes em nossas frágeis mãos
para que dele cuidemos com carinho e amor.
Ajudai-nos a ser responsáveis e zelosos pela
Casa Comum.
Cresça, em nosso imenso Brasil,
o desejo e o empenho de cuidar mais e mais
da vida das pessoas,
e da beleza e riqueza da criação,
alimentando o sonho do novo céu e da nova terra
que prometestes.
Amém!

icone_cf_2017_oracao

Campanha da Fraternidade 2017: conheça os Biomas brasileiros

Apresentamos um resumo dos biomas e subsídios pra as apresentações em PowerPoint

p_kairos_arte

01- BIOMA AMAZÔNIA

Extensão aproximada: 4.196.943 quilômetros quadrados

A Amazônia é a maior reserva de biodiversidade do mundo e o maior bioma do Brasil – ocupa quase metade (49,29%) do território nacional. Esse bioma cobre totalmente cinco Estados (Acre, Amapá, Amazonas, Pará e Roraima), quase totalmente Rondônia (98,8%) e parcialmente Mato Grosso (54%), Maranhão (34%) e Tocantins (9%). Ele é dominado pelo clima quente e úmido (com temperatura média de 25 °C) e por florestas. Tem chuvas torrenciais bem distribuídas durante o ano e rios com fluxo intenso. É este bioma muito influenciado pelo clima equatorial, que se caracteriza pela baixa amplitude térmica e grande umidade, proveniente da evapotranspiração dos rios e das árvores.

O bioma Amazônia é marcado pela bacia amazônica, que escoa 20% do volume de água doce do mundo. No território brasileiro, encontram-se 60% da bacia, que ocupa 40% da América do Sul e 5% da superfície da Terra, com uma área de aproximadamente 6,5 milhões de quilômetros quadrados.

A vegetação característica é de vegetação florestal muito rica e densa e apresenta espécies de diferentes tamanhos – algumas podem alcançar até 50 metros de altura – com folhas largas e grandes, que não caem no outono. A fauna também é muito diversificada, composta por insetos, que estão presentes em todos os estratos da floresta, uma infinidade de espécies de aves, macacos, jabutis, antas, pacas, onças e outros. Nas planícies que acompanham o Rio Amazonas e seus afluentes, encontram-se as matas de várzeas (periodicamente inundadas) e as matas de igapó (permanentemente inundadas). Estima-se que esse bioma abrigue mais da metade de todas as espécies vivas do Brasil.

Baixe as melhores fotos do Bioma Amazônia para usar nas suas apresentações

 02- BIOMA CAATINGA

Extensão aproximada: 844.453 quilômetros quadrados

A Caatinga, cujo nome é de origem indígena e significa “mata clara e aberta”, é exclusivamente brasileira e ocupa cerca de 11% do país. É o principal bioma da Região Nordeste, ocupando totalmente o Ceará e parte do Rio Grande do Norte (95%), da Paraíba (92%), de Pernambuco (83%), do Piauí (63%), da Bahia (54%), de Sergipe (49%), do Alagoas (48%) e do Maranhão (1%). A caatinga também cobre 2% de Minas Gerais.

Leia mais

Lançamento da Campanha da Fraternidade 2017

Lançamento da Campanha da Fraternidade 2017
Tema: Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida
Lema: “Cultivar e guardar a criação”

banner-cf-2017

Apresentação:

Estimados(as) Diretores(as), Coordenadores(as) e Professores(as) das diferentes áreas e etapas do processo educativo.

A ANEC em São Paulo, em sintonia com toda a Igreja, organizou um encontro para o Lançamento da CF 2017, com o tema “Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida” e lema: “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15) e conta com a presença de vocês e da sua Comunidade Educativa para aprofundarmos o tema abordando outros aspectos do Cuidado da Casa Comum, e assim nos colocarmos sempre mais a serviço de nossos educandos. Que o Espírito de Vida nos impulsione nessa missão. Saudações e até lá.

Prof. Antonio Boeing
Secretário Estadual da ANEC

Pe. Roberto Duarte Rosalino, cmf
Diretor 1º Tesoureiro da ANEC
Coordenador do Conselho Estadual

Programação, data e inscrição:

Dia 19 de novembro de 2016 (sábado)
7h30 – Acolhida
8h – Oração
8h15 – Abertura

8h30 – Biomas Brasileiros e defesa da Vida – VER
Assessora: Profª Drª Márcia Maria Cabreira – Bacharel, licenciada, mestre e doutora em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo. Professora doutora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo onde é Assessora da Pró-Reitoria de Cultura e Relações Comunitárias. Pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Alteridade. Coordenadora da Área de Geografia do Programa Institucional de Iniciação a Docência-PIBID. Professora de Geografia da Escola Graduada de São Paulo e da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: regional, migrações, teoria e método, ensino de geografia, geografia cultural, metodologia de ensino em geografia e questão ambiental.

9h30 – Palavra que Cuida e dá a Vida – ILUMINAR
Assessor: Prof. Dr. Fernando Altemeyer Junior – Possui graduação em Filosofia e em Teologia; mestrado em Teologia e Ciências da Religião pela Universidade Católica de Louvain-La-Neuve na Bélgica; doutorado em Ciências Sociais pela PUC-SP; é assistente doutor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e pertence ao Departamento de Ciência da Religião; escreve em revistas e periódicos sobre Teologia e Religião; leciona nas turmas de graduação da PUC-SP; assessor de várias instituições educacionais e religiosas; assessor da ANEC.

10h30 – Lanche

11h – Ações que fazem a diferença – AGIR
Assessora: Ângela Samira Viana Martins – Tecnóloga em gestão ambiental  formada em 2012 e engenheira ambiental formada em 2015, ambas pela Universidade Cidade de São Paulo; trabalha dentro do programa de coleta seletiva da associação Reciclázaro desde set/2015, dentro deste programa participa do projeto Gestão Solidária e Crescimento Consciente onde dá suporte à gestão de 10 cooperativas de triagem de recicláveis na cidade de São Paulo atendendo cerca de 400 pessoas por mês.

Assessor: Prof. José Ricardo Baptista – Possui graduação em Ciências Sociais pela Fundação Santo André; especialista em Ensino Religioso Escolar pelas Faculdades Integradas Claretianas; coordenador de Pastoral do Instituto das Filhas de São José do Caburlotto; professor em Curso de Teologia para leigos;  mensalmente escreve para a revista católica O Mensageiro de Santo Antonio; assessor da ANEC.

Assessores: Márcia Maria Cabreira e Fernando Altemeyer Junior

12h30 – Encerramento

Obs: No local haverá possibilidade de adquirir materiais relacionados ao tema da CF 2017
Faça sua inscrição até 11/11/2016 (Vagas limitadas)

19 de novembro de 2016
7h30 – 12h30
Colégio Madre Cabrini – R. Me. Cabrini
36 – Vila Mariana, São Paulo – SP – Brasil
ANEC em São Paulo – (11) 3825-7126
anec.sp@anec.org.br

Campanha da Fraternidade 2017: Obrigado, irmã água

Pe. Nicolau João Bakker, SVD

Introdução:

A Campanha da Fraternidade de 2017, mais uma vez, nos convida a entender melhor, e tratar com mais carinho, a natureza que nos envolve. Apresentando como tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da Vida”, ela pede nossa atenção para os diferentes biomas brasileiros e nos alerta: os biomas têm a ver com a “Vida” que, como cristãos e cristãs, somos chamados/as a defender. A questão é séria. Morrendo os biomas, morreremos com eles.

campanha_cf_2017_terra

Mas, perguntemos antes, quais são os biomas brasileiros? Tradicionalmente são seis: a Amazônia, a Caatinga, o Cerrado, o Pantanal, a Mata Atlântica e os Pampas do Sul. Ultimamente acrescenta-se a eles a Zona Costeira e Marinha. O que estes biomas têm a nos dizer? É provável que a Revista Vida Pastoral, nos primeiros meses de 2017, publique um artigo nosso que mostrará em detalhes “a Vida como ela é”, e como os biomas expressam em escala maior o que a Vida é em escala menor. Por onde olharmos para a “Vida”, desde a mais pequenina célula de qualquer ser vivente até o grande bioma, sempre encontraremos uma “teia partilhada”, feita inteiramente de “relações colaborativas”. Uma teia onde, como diz o papa Francisco, “tudo está interligado”. Também as sociedades humanas são expressões desta “Vida”. Ou, melhor, deveriam ser a expressão dela. Apenas o ser humano, com sua consciência, pode passar por cima da “fraternidade biológica” e, rompendo as relações colaborativas, faltar com a “fraternidade cristã”.icone_cf2017

Neste artigo não trataremos da “Vida” de forma genérica. Vamos olhar para o elemento da natureza que mais a sustenta: a água. Se a Campanha da Fraternidade nos pede para atuar “em defesa da Vida”, é antes de tudo da água que devemos cuidar. A Vida, como veremos, tem sua origem na água e dela depende. Iniciaremos nossa “meditação” olhando para a água como a fonte da “Vida”. Em seguida veremos o que pode ser feito para cuidar dela de forma mais colaborativa.

I – A água: fonte da “Vida”

Leia mais

#CampanhadaFraternidade2017 #CNBB #CF2017