Especial Advento 2020: liturgia, história e atividades

Publicações do Portal Kairós sobre o Advento

Você sabe quais são as cores do Ano Litúrgico?

Dicas e sugestões para o Advento 2020

O Advento de 2020 e a preparação do Natal

Quando começa o Advento de 2020?

Os protagonistas do Tempo do Advento

Se levarmos em conta as leituras bíblicas do Advento, perceberemos que as personagens principais são três, nesta ordem: o profeta Isaías, João Batista e Maria.

O profeta Isaías

Ele aparece nos 4 domingos do Ano A (1º domingo: 2,1-5; 2º domingo: 11,1-10; 3º domingo: 35,1-6a.10; 4º domingo: 7,10-14) e nos dois primeiros domingos do Ano B (1º domingo: 63,16-17; 64,1.3-8; 2º domingo: 40,1-5.9-11).

Nas leituras semanais do Advento, Isaías comparece 15 vezes. Os estudiosos costumam dividir o livro de Isaías em três, cada qual correspondendo a um período particular: 1º Isaías (1-39, anterior ao exílio na Babilônia); 2º Isaías (40-55, durante o exílio); 3º Isaías (56-66, depois do exílio). Ele é o profeta que mais fala do Messias descendente de Davi, suas qualidades, os resultados de sua chegada.

O evangelista Mateus viu realizada em Jesus a profecia do Emanuel, Deus-conosco (compare Isaías 7,10-14 com Mateus 1,18-25). João Batista preparava o povo usando as palavras de Isaías (compare Isaías 40,3-5 com Lucas 3,4-6). Os textos desse profeta nos introduzem no clima de expectativa pela vinda do Messias.

Leia mais

A liturgia do mês de novembro de 2020

SOMOS UMA IGREJA SANTA

Liturgia do mês de novembro de 2020

Novena de Natal 2020 da CNBB 2

Liturgia do mês de novembro de 2020

O mês de novembro inicia-se com a solenidade de Todos os Santos. Junto com os santos canonizados, celebram-se/numa só festa, todos os justos – de todos os povos e nações cujos nomes estão inscritos no livro da Vida (cf.Ap 20,12). Festejamos, no dia 1º de novembro, “a cidade do céu, a Jerusalém do alto, nossa mãe, onde nossos irmãos, os santos, vos cercam e cantam eternamente vosso louvor” – assim a assembleia litúrgica se dirige ao Pai na oração do prefácio da missa de Todos os Santos.

A Igreja é indefectivelmente santa: Cristo amou-a como sua esposa e deu-se a si mesmo por ela a fim de santificá-la; por isso, todos na Igreja são chamados à santidade. Para a Jerusalém celeste caminhamos pressurosos, como peregrinos, no itinerário que a fé nos propõe.

Intenção do mês de novembro de 2020:
Para que o progresso da robótica e da inteligência artificial esteja sempre a serviço do ser humano.

Pelo batismo somos incluídos no corpo místico de Cristo, configurados a ele; o Espírito Santo foi derramado em nós, a fim de nos tornarmos templos de Deus – a Santíssima Trindade habita em nós.

“Aprouve a Deus salvar e santificar os homens, não individualmente, excluída qualquer ligação entre eles, mas constituindo-os em povo que o conhecesse na verdade e o servisse santamente. Não há identidade plena sem pertença a um povo. Por isso, ninguém se salva sozinho, como indivíduo isolado, mas Deus atrai-nos tendo em conta a complexa rede de relações interpessoais que se estabelecem na comunidade humana: Deus quis entrar na dinâmica de um povo” (GE 6).

O Papa Francisco afirma: “A santidade é o rosto mais belo da Igreja” (GE 9). Avante, pois, irmãs e irmãos cristãos católicos! Esta é a opção correta: busquemos a santidade!

Ser santo não significa fazer obras extraordinárias. Uma mãe de família pode ser mais santa que uma pessoa consagrada. Quantas vezes ela deixa de se alimentar o suficiente para atender primeiro aos filhos? Quantas noites sem dormir cuidando do filho doente? Quantos filhos com deficiência vivem toda sua vida inteiramente dependentes, carentes de cuidados materiais e afetivos, fazendo que os pais se dediquem a eles com amor, carinho e renúncia? Ser santo é amar, que significa também renunciar ao próprio direito ao descanso e ao lazer para servir.

Quanto sofrimento testemunhamos diariamente nos noticiários que nos chegam de países pobres e de nossas periferias: crianças abandonadas, falta de assistência, falta de uma família acolhedora, falta de condições básicas para uma vida normal se desenvolver com dignidade…

Peçamos aos santos que nos ajudem a sermos mais santos e humanos para mostrarmos ao mundo que esta vida é uma passagem para a verdadeira Vida.

Comemorações/Liturgia do mês de novembro de 2020

Calendário do ano litúrgico 2020 Ano A – São Mateus

Dia

01° – Todos os Santos
02 – Fiéis Defuntos
03 – São Martinho de Lima
04 – São Carlos Borromeu
05 – São Guido; Beato Mariano
06 – Beata Bárbara Maix / 1ª sexta-feira

08 – 32° domingo do Tempo Comum
09 – Dedicação da Basílica do Latrão
10 – São Leão Magno
11 – São Martinho de Tours
12 – São Josafá

15 – 33° domingo do Tempo Comum / Dia mundial dos Pobres (Santo Alberto Magno)
16 – Santas Margarida da Escócia; Gertrudes
17 – Santa Isabel da Hungria
18 – Dedicação das Basílicas de Pedro e Paulo
19 – Santos Roque, Afonso e João
20 – Dia da consciência negra
21 – Apresentação de Nossa Senhora

22 – Cristo Rei / Dia dos Cristãos leigos e leigas (Santa Cecília)
23 – Santos Clemente I; Columbano
24 – Santos André Dung-Lac e comps.
25 – Santa Catarina de Alexandria
26 – Beato Tiago Alberione / Dia de Ação de graças

29 – 1°- domingo do Advento
Início do Ano B: São Marcos – Ano ímpar
Término do Ano B: 27 novembro 2021

30 – Santo André

 

D. Geraldo Majella Agnelo – Cardeal Arcebispo Emérito de Salvador / Jesuítas / Portal Kairós

8 de outubro: o Dia do Nascituro (aquele que há de nascer)

Dia do Nascituro

O dia do nascituro, celebrado no dia 8 de outubro, encerra a Semana Nacional da Vida (1 a 7 de outubro).

Em 2020, a Semana Nacional da Vida, em sintonia com a Campanha da Fraternidade, escolheu por tema: Vida: Dom e compromisso. O objetivo é destacar o valor da vida humana, como dom de Deus, e à necessidade de promover o cuidado deste dom desde a concepção até o seu fim natural.

A Semana Nacional Vida foi instituída, em 2005, durante a 43ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O Dia do Nascituro é dedicado às crianças que são gestadas nos ventres de suas mães. A data celebra o direito à proteção da vida, à saúde, à alimentação, ao respeito e a um nascimento sadio. O objetivo é suscitar a consciência do sentido e valor da vida humana em todos os seus momentos.

No vídeo a seguir, Dom Bruno Elizeu Versari, bispo de Campo Mourão e referencial para a Pastoral Familiar no Paraná, concede a bênção aos nascituros, às gestantes e a todas as pessoas.

 

Hoje celebramos o Dia do Nascituro. Momento ainda mais propício de demostrar das mais diversas maneiras, o nosso amor pela vida em todas as suas instancias:

Este é “o grande momento de dizermos ‘obrigado, Senhor pela vida, por este grande milagre que acontece em cada ser humano que vem à existência'”, nos recorda o bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão para a Vida e a Família da CNBB, dom Ricardo Hoepers.
Nesta Semana Nacional da Vida, refletimos o tema Vida: dom e compromisso.
Encerremos este momento que somou ricas experiências de oração e testemunho em todo o país nos unindo em três preces: pelos bebês, pelas mães e pelo Brasil.

Recordamos e celebramos a vida que brota no ventre das mães e também os que protegem corajosamente os que ainda não nasceram.

 

Portal Kairós

Círio de Nazaré

Em 2020, como será o Círio de Nazaré em casa?

Círio de Nazaré 2020 em casa

Imagem oficial de Nossa Senhora de Nazaré

O segundo domingo de outubro é uma data especial para a devoção dos paraenses, que mesmo diante da pandemia em que o mundo vive, os católicos celebrarão a 228ª edição do Círio de Nazaré, com tema “Ave Maria, cheia de graça”, no dia 11, data em que os fiéis se reúnem, em Belém, para homenagear aquela que é exemplo de sabedoria, confiança e obediência, Maria.

O Círio é o momento para entender o mistério do “sim” de Maria, um dos eventos fundamentais para a Igreja, que convida multidões à comunhão com Jesus. As manifestações marianas estão espalhadas pelo mundo com o propósito de anunciar o Evangelho. Entre as manifestações está o Círio, a festa da Rainha da Amazônia, padroeira dos paraenses e rainha da Amazônia, celebrada desde o dia 8 de setembro de 1793. Passando a ser realizado no segundo domingo de outubro a partir de 1901.

Este ano será diferente, Círio de Nazaré em casa, sem as procissões e os fiéis no caminhar nas ruas históricas de Belém, mas será forte nos corações e lares dos paraenses, e de centenas de milhares de devotos espalhadas pelo mundo. E claro, seguindo todos os protocolos de segurança e, também, possibilitando ao máximo que todos vivam a sua devoção.

Em pronunciamento oficial o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, disse: “Para nós, o Círio vai acontecer e deve acontecer, ainda que tenhamos muitas adaptações a fazer. Um Círio diferente, tarefa de todos nós, cristãos católicos que o assumimos como missão, dando exemplo a todos de que somos capazes de abraçar também as cruzes e limitações que nos vieram durante este período!”.

Para que ninguém se sinta excluído, fiéis de qualquer parte do mundo poderão acompanhar a programação ao vivo pelos Meios de Comunicação da Arquidiocese de Belém, que também são os veículos oficiais de transmissão do Círio: TV Nazaré, Rádio Nazaré, Portal Nazaré e as redes sociais. Este ano também a programação será retransmitida pelo canal TV Círio.

TV Nazaré Canal 30.1

Facebook

Tv Círio

Leia mais

Baixe os materiais para trabalhar a Campanha Missionária 2020

Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial das Missões

Durante a solenidade de Pentecostes, no domingo de 31 de maio, o Papa Francisco divulgou sua mensagem para o Dia Mundial das Missões, celebrado em 18 de outubro de 2020, inspirada na passagem de Isaías «Eis-me aqui, envia-me» (Is 6, 8). Neste ano, a mensagem não será encartada dentro do livrinho da Novena Missionária, e sim será parte de um novo material em que também apresenta os dados da distribuição da coleta missionária no mundo.

Santinho dos Padroeiros da Missão

Foram confeccionadas duas versões dos santinhos com os Padroeiros da Missão, São Francisco Xavier e Santa Teresinha do Menino Jesus. O material traz a Oração da Campanha Missionária. Também é possível utilizar o Zapcode. Basta baixar gratuitamente o Aplicativo Zappar no Smartphone (celular e tablet). Depois, ao direcionar o aparelho para o santinho é possível assistir a uma animação e acessar os conteúdos da Campanha Missionária.

Envelopes para a coleta do Dia Mundial das Missões

O envelope deve ser utilizado exclusivamente para a Coleta do Dia Mundial das Missões, feita nas celebrações do penúltimo final de semana de outubro (este ano, dias 17 e 18). As ofertas devem ser integralmente enviadas às Pontifícias Obras Missionárias (POM) que as repassam ao Fundo Universal de Solidariedade para apoiar projetos em todo o mundo.

Oração dos Fiéis

As orações dos fiéis para os quatro domingos de outubro incluem um comentário inicial e a Oração da Campanha. As orações encontram-se disponíveis em PDF e podem ser projetadas através de aparelho multimídia para que a comunidade, reunida em celebração, acompanhe e reze em sintonia com a temática da Campanha Missionária. Além disso, serão inseridas em alguns Folhetos Litúrgicos.

Apresentação da Campanha Missionária em PowerPoint

Elaboramos um arquivo em PowerPoint para ajudar na apresentação da Campanha Missionária 2020. O arquivo descreve todos os materiais que compõe a campanha, assim como apresenta os dados da distribuição da coleta missionária no mundo.

Outros

Na Área Especial