Lançando o Mês da Bíblia de 2021

É com imensa alegria que celebramos, neste ano de 2021, o 50º aniversário do “Mês da Bíblia”. Essa iniciativa teve início no Brasil em 1971, por ocasião do jubileu de ouro da Arquidiocese de Belo Horizonte. O “Mês da Bíblia” foi recomendado pelas Irmãs Paulinas, após a solicitação de sugestões a Dom João Resende Costa, então arcebispo metropolitano. Essa atividade expandiu-se pelas dioceses do regional Leste 2 da CNBB.

O Mês da Bíblia de 2021

Em 1985, essa atividade foi assumida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), juntamente com o Serviço de Animação Bíblica (SAB), sendo, assim, proposta a todas as dioceses do país. Esse convênio entre SAB e CNBB foi concluído em 1995.

Em 1999, o tema e o lema começaram a ser escolhidos pela Dimensão Bíblico Catequética da CNBB em sintonia com as instituições bíblicas, entre elas o SABs (Serviço de Animação Bíblica) de todo o Brasil. Hoje o “Mês da Bíblia” é também realizado em várias dioceses e arquidioceses da América Latina e da África, tornando-se todos os anos um tempo privilegiado para aprofundar determinado livro ou tema bíblico.

Lema: “Todos vós sois um só em Cristo Jesus” (Gl 3,28d)

O mês de setembro foi escolhido por causa da memória da morte de São Jerônimo, que, com Paula e Eustáquia, traduziram a Bíblia dos originais hebraico e grego para o latim, a tradução chamada Vulgata.

Neste ano, o tema do “Mês da Bíblia” é a Carta de Paulo aos Gálatas e o lema é “Todos vós sois um só em Cristo Jesus” (Gl 3,28d), extraído do “hino batismal”, descrito em Gl 3,26-28, quando Paulo afirma que todos são filhos e filhas de Deus. Portanto, pelo Batismo, as divisões foram superadas e, dessa forma, “não há mais judeu ou grego, nem escravo ou livre, nem macho ou fêmea”, pois somos um em Cristo Jesus. Acreditamos que o aprofundamento da Carta aos Gálatas será uma linda forma de celebrar os 50 anos da realização do “Mês da Bíblia”.

Por quem, quando e onde foi escrita a carta aos Gálatas?

A Carta aos Gálatas é considerada autenticamente de Paulo, o apóstolo, por isso é chamada protopaulina. Há duas propostas de datação da carta, bem como do local onde ela surgiu. A primeira hipótese propõe que tenha sido escrita entre os anos 56-57 d.C., na Macedônia. A segunda afirma que foi redigida em Éfeso, em meados dos anos 50 d.C. (entre 54 e 57).

Esta última proposta parece ser a mais provável, ao considerarmos os estudos atuais e a revisão da datação das outras cartas de Paulo.

Leia mais

SNF 2021: A alegria do amor na Família

Alegria do amor na família

Hora da Família: 25 anos evangelizando

Tema: A alegria do amor na Família
Lema: Dá e recebe, e alegra a ti mesmo
Data: 8 a 14 de agosto de 2021

A alegria do amor na Família

Encontros da Hora da Família 2021

Materiais / Subsídios para a Hora da Família 2021

O material que anima as semanas nacionais da família desde a preparação para o Jubileu do novo Milênio, nasceu pela inspiração do Espírito Santo a Dom Rafael Cifuentes, um grande missionário das famílias. Ali, em 1996, o Brasil se preparava para receber o Papa João Paulo II para a segunda edição do Encontro Mundial das Famílias, que se realizou no Rio de Janeiro, no ano seguinte, 1997.

O Hora da Família é o material com roteiros de reflexão e oração para fortalecer o trabalho de evangelização das famílias. Com suas propostas de aprofundamento dos ensinamentos da Igreja e testemunhos, o material também tem o intuito de fazer com que todas as pessoas compreendam o valor único e próprio da família; que sejam fortalecidos os laços familiares; e que cresça a espiritualidade familiar.

Para que todo esse processo vivido especialmente no mês de agosto pudesse se estender durante todo o ano, foi lançado, em 2019, o Hora da Família com encontros mensais. Assim, em 2021, é oferecida a segunda edição do material com encontros para o ano inteiro.

Incentivada pelo desejo do idealizador do Hora da Família, a Pastoral Familiar mantém a tradição de ter sempre a comunhão da Igreja católica estampada na capa da publicação, por meio da imagem do Papa.

E neste vigésimo quinto ano do material mais querido das famílias do Brasil, essa relação com o sucessor de Pedro é ainda mais especial, ao comemorar os cinco anos da exortação apostólica Amoris Laetitia, fruto de dois sínodos sobre a família. Um deles com a participação do casal Hermelinda e Arturo, que ilustram a edição deste ano com o Papa Francisco.

Em 2021, aproveitando que o Papa Francisco lançou o Ano Família Amoris Laetitia, a Comissão Nacional da Pastoral Familiar, quis fundamentar na Exortação Apostólica o tema: A alegria do amor na Família e o Lema: Dá e recebe, e alegra a ti mesmo. Dessa forma, assim como a proposta do Papa pretende chegar a todas as famílias do mundo, por meio de várias atividades de caráter espiritual, pastoral e cultural, a serem realizadas nas dioceses, paróquias, universidades, no contexto dos movimentos eclesiais e das associações familiares; no Brasil, a Semana Nacional da Família será um instrumento valioso e colaborativo para fazer as pessoas experimentarem ?que o Evangelho da família é alegria que enche o coração e a vida inteira?. (AL, n. 200)

A Semana Nacional da Família é um projeto consolidado, que acontece no mês vocacional, para lembrar que ser família é um chamado. A cada ano, a temática procura evidenciar aquilo que a Igreja põe em relevo encorajando as famílias a aprofundarem às dimensões bíblica, doutrinal e social.

Aprenda a oração final da Hora da Família 2021

Tema dos encontros:

Primeiro encontro – A beleza e os desafios da vida em família
Segundo encontro – Matrimônio: o sacramento do amor
Terceiro encontro – O amor no Matrimônio
Quarto encontro – Viver o amor no cotidiano da família
Quinto encontro – O amor verdadeiro mais ama do que é amado
Sexto encontro – O amor perdoa sempre
Sétimo encontro – Acompanhar, discernir e integrar
Celebração – Dia dos pais

Tema: A alegria do amor na Família e o lema: Dá e recebe, e alegra a ti mesmo

Encontros da Hora da Família 2021

 

Portal Kairós / Pastoral Familiar

O calendário do ano litúrgico 2021 Ano B – São Marcos

Calendário do ano litúrgico 2021 Ano B – Evangelho de São Marcos

Calendário do ano litúrgico 2021

Seja bem-vindo, 2021!

Grande tesouro é a sagrada liturgia da Igreja. Em cada celebração, temos a oportunidade de viver um encontro profundo e transformador com o Senhor. Na liturgia Deus vem encontrar-se com seu povo, para alimentá-lo e fortalecê-lo. O povo, por sua vez, responde a Deus com cânticos e orações. A liturgia visa celebrar, isto é, tornar célebre, honrar e exaltar a Santíssima Trindade, bem como celebrar os santos sacramentos.

Nela, a Igreja celebra principalmente o mistério Pascal, pelo qual Cristo realizou a obra de nossa salvação (cf. CIC §1067). É o mistério central da vida de Cristo, sua Paixão, Morte e Ressurreição para nos salvar.

Quando a Liturgia faz memória desses mistérios, torna-os presentes, traz para o momento atual esses acontecimentos da salvação, renova nossa redenção e ainda nos indica o futuro: a construção do Reino de Deus. Ela,”pela qual, no divino sacrifício da Eucaristia, se exerce a obra de nossa redenção, contribui do modo mais excelente para que os fiéis, em sua vida, exprimam e manifestem aos outros o mistério de Cristo e a genuína natureza da verdadeira Igreja” (SC 2). Pela Liturgia, Cristo, nosso redentor e sumo sacerdote, continua em sua Igreja, com ela e por ela, a obra de nossa redenção (cf.CIC §1069). Por meio dela, Jesus Cristo exerce seu múnus sacerdotal, em que é realizada a santificação do homem e o culto público integral pelo Corpo Místico de Cristo, cabeça e membros.

Por isso, afirmou o Vaticano li que “toda a celebração litúrgica, como obra de Cristo sacerdote e de seu corpo, que é a Igreja, é ação sagrada por excelência, cuja eficácia, no mesmo título e grau, não é igualada por nenhuma outra ação da Igreja” (SC 7) (CIC §1070). As celebrações que acontecem ao longo do Ano Litúrgico nos ajudam a compreender e a viver em plenitude o mistério de Cristo, atualizado pelos sacramentos. O mistério que celebramos na liturgia é o dom da vida, que Deus quis manifestar e comunicar aos homens em seu Filho, morto e ressuscitado, com a efusão do Espírito Santo.

O Ano Litúrgico B, que iniciamos em dezembro de 2020, traz como destaque o Evangelho segundo Marcos, cujo objetivo maior é esclarecer quem de fato é Jesus para evitar distorções em seu seguimento. O evangelho de Marcos nasce da necessidade de a comunidade colocar por escrito suas memórias sobre quem é Jesus, reforçando que seu messianismo não passa pelo poder e pela glória, mas sim pelo sofrimento e pela cruz.

O Portal Kairós quer ser um apoio para os ministros ordenados e leigos na preparação das celebrações eucarísticas e da Palavra junto de suas comunidades, oferecendo-lhes reflexões elaboradas, a partir dos textos bíblicos, e SUGESTÕES LITÚRGICAS para cada domingo do ano e também para as festas e solenidades previstas no calendário litúrgico. Nosso propósito é favorecer ainda mais a qualidade das reflexões e dinâmicas celebrativas em nossas comunidades, para que nossas eucaristias e celebrações da Palavra proporcionem às pessoas um verdadeiro e marcante encontro com Jesus, levando-as a viver já no presente o Reino de Deus.

Portal Kairós / Pe. Fábio Evaristo, C.Ss.R.

Na Área Especial

Baixe o calendário do ano litúrgico 2021 (Domingos):

O Ciclo Litúrgico em CorelDraw e Photoshop em alta qualidade para impressão:

Baixe o calendário do ano litúrgico 2021 (Todos os dias):

É tempo de se preparar para a Campanha da Fraternidade 2021, não deixe para a última hora para conhecer seus subsídios que o Portal Kairós preparou para você.

ANO LITURGICO 2021 – Ano B
São Marcos – Ano ímpar
Início: 29 de Novembro 2020
Término: 27 Novembro 2021

2021 vai ter nove feriados prolongados

Leia mais

Especial Natal 2020: materiais de preparação

Natal 2020 – sexta-feira – 25 de dezembro

Natal 2020

Praga – O afresco da Adoração dos Magos e da Natividade na igreja kostel Svateho Cyrila Metodeje, provavelmente de Gustav Miksch e Antonin Krisan (19 séc.).

Mensagem de Natal

“Quero que minha árvore seja feita de silêncios. Silêncios que façam intuir felicidade, contentamento, sorrisos sinceros.
Neste Natal não quero mandar cartões. Tenho medo de frases prontas. Elas representam obrigação sendo cumprida. Prefiro a gratuidade do gesto, o improviso do texto, o erro de grafia e o acerto do sentimento.

Neste Natal quero descansar de meus inúmeros planos. Quero a simplicidade que me faça voltar às minhas origens. Não quero muitas luzes. Quero apenas o direito de encontrar o caminho do presépio para que eu não perca o menino Jesus de vista.

Quero um natal sem Papai Noel. Papai Noel faz muito barulho quando chega. Ele acorda o menino Jesus, o faz chorar assustado. Os pastores não. Eles chegam silenciosos. São discretos e não incomodam…Os presentes que trazem nos recordam a divindade do menino que nasceu. São presentes que nos reúnem em torno de uma felicidade única.

Quero dividir com Maria os cuidados com o pequeno menino. Quero cuidar dele por ela. Enquanto eu cuido dele, ela pode descansar um pouquinho ao lado de José.

Descubram a beleza que as dispersões deste tempo insistem em esconder. Fechem as suas chaminés. Visita que verdadeiramente vale à pena chega é pela porta da frente.

Na noite de Natal fujam dos tumultos e dos barulhos. Descubram a felicidade silenciosa. Ela é discreta, mas existe! Eu lhes garanto! Não tenham a ilusão de que seu Natal será triste porque será pobre. Há mais beleza na pobreza verdadeira e assumida que na riqueza disfarçada e incoerente.

E não se surpreendam, se com isso, a sua noite de Natal tornar-se inesquecível.”

Padre Fábio de Melo

Como será a Novena de Natal de 2020?

Conheça a oração final da Novena de Natal 2020

Reze a oração inicial da Novena de Natal 2020

Como preparar o Novena de Natal 2020?

1º dia da Novena de Natal 2020 da Canção Nova

1º dia da Novena de Natal 2020 do Santuário de Aparecida

Materiais de preparação

Músicas

As mais bonitas músicas de Natal para sua família:

Leia mais

O Advento da gentileza

A bondade é definida como a qualidade de ser amigável, generoso e atencioso. Afeto, gentileza, cordialidade, preocupação e cuidado são palavras associadas à bondade. Embora a bondade tenha uma conotação de significar que alguém é ingênuo ou fraco, esse não é o caso.

 

Portal Kairós