O tema da Semana Nacional da Vida 2019

O tema da Semana Nacional da Vida 2019

O tema

O “Hora da Vida” traz 7 temas que nos faz meditar como estamos agindo em relação aos nossos direitos, deveres, e nossa atitude em relação à vida. Em virtude disso, a Pastoral Familiar sempre procurou estar em comum acordo com a CNBB sobre os temas que dizem respeito a todos nós, filhos de Deus, para uma melhor compreensão do que acontece ao nosso redor e que, muitas vezes, fechamos os olhos para situações visíveis que destroem as famílias e fazemos de conta que não é conosco, porque “parece” que nossa família não foi atingida.

Neste ano de 2019, a CNBB escolheu para a Campanha da Fraternidade o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e, inspirado nele, a Pastoral Familiar traz esse “Hora da Vida” para aprofundar e prolongar as suas reflexões acerca da vida e de como temos zelado por esse dom tão excelso que Deus nos concede. Ter uma vida digna não é somente para uma minoria e sim, para todos, porque todos somos filhos no Filho, somos sociedade, somos Igreja, somos irmãos. Todos devem estar envolvidos. A Semana Nacional da Vida é celebrada dos dias 01 a 07 de outubro e a celebração do Dia do Nascituro no dia 08.

A Igreja é sacramento universal de salvação e sua missão é conduzir não só as almas, mas toda a criação de volta para seu Criador. Por isso, a defesa da vida não diz respeito apenas à dimensão humana, mas traz algo de divino em sua essência. A vida, pois, é a primeira grande dádiva que Deus dá. Primeiro no sentido biológico, de geração e multiplicação, mas depois a vida espiritual em que Deus faz de nós seus filhos adotivos, propriamente pelo Santo Batismo, e nos agracia com a possibilidade de contemplarmos sua face gloriosa no Céu. “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14,6), Jesus não se apresenta como alguém que tem vida, mas como a própria vida! Portanto, defender a vida não é um simples moralismo ou uma bandeira social. Defender a vida é resguardar a centelha celestial que habita dentro de cada pessoa.

Se a Igreja tem a missão de salvar o homem na sua integralidade, isso significa que perpassa por todas as fases e âmbitos da jornada humana e não apenas no início. Isso inclui uma vida digna, com condições de estudo e trabalho, com acesso à plenitude de seus direitos até o seu declínio natural.

Descobrindo, assim, o valor e a dignidade da vida humana e o lugar de destaque que ocupa na obra da criação, somos levados a voltar nosso olhar para todas as outras criaturas, um olhar não de consumismo e destruição, mas um olhar que sabe perceber os traços de Deus como a assinatura de um artista na sua obra. Dessa perspectiva é que surge a necessidade do cuidado com a nossa casa comum, pois ela é para nós um reflexo da grandeza e da beleza de Deus e nos conduz até Ele.

Que o Espírito Santo nos ilumine e nos deixe cientes de nossas responsabilidades diante de Deus e do mundo, pois os dias passam rápido, mas os conhecimentos que aprendemos podem levar uma vida toda. É bom estarmos engajados, nos informarmos e divulgarmos que a vida digna é, sim, um direito de todos.

Que Deus nos abençoe!

 

Portal Kairós