Objetivos da Campanha da Fraternidade 2019

Objetivos da Campanha da Fraternidade 2019

Objetivos da Campanha da Fraternidade de 2019

Objetivos da Campanha da Fraternidade 2019

A Campanha da Fraternidade tem hoje os seguintes objetivos permanentes

01 – Despertar o espírito comunitário e cristão no povo de Deus, comprometendo, em particular, os cristãos na busca do bem comum;
02 – Educar para a vida em fraternidade, a partir da justiça e do amor, exigência central do Evangelho;
03 – Renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação da Igreja na evangelização, na promoção humana, em vista de uma sociedade justa e solidária (todos devem evangelizar e todos devem sustentar a ação evangelizadora e libertadora da Igreja).

A coleta da Campanha realizada como um dos gestos concretos de conversão quaresmal tem realizado um bem imenso no cuidado para com os pobres.

Ao percorrermos o itinerário da Campanha que nossos irmãos nos prepararam, possamos continuar seguindo Cristo, caminho, verdade e vida (Cf. Jo 14,6).

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2019

Tema – Fraternidade e Políticas Públicas
Lema – “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27)

Objetivos da Campanha da Fraternidade 2019

OBJETIVO GERAL

Estimular a participação em Políticas Públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais de fraternidade.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

01 – Conhecer Políticas Públicas como são formuladas e aplicadas as estabelecidas pelo Estado brasileiro.
02 – Exigir ética na formulação e na concretização de Políticas Públicas.
03 – Despertar a consciência e incentivar a participação de todo cidadão na construção de Políticas Públicas em âmbito nacional, estadual e municipal.
04 – Propor Políticas Públicas que assegurem os direitos sociais aos mais frágeis e vulneráveis.
05 – Trabalhar para que as Políticas Públicas eficazes de governo se consolidem como Políticas de Estado.
06 – Promover a formação Política dos membros de nossa Igreja, especialmente dos jovens, em vista do exercício da cidadania.
07 – Suscitar cristãos católicos comprometidos na política como testemunho concreto da fé.

GESTO CONCRETO

O gesto concreto com o qual os fiéis demonstram seu comprometimento com a evangelização e a promoção da dignidade dos pobres e oprimidos se manifesta na coleta da solidariedade. Essa coleta é realizada anualmente no Domingo de Ramos, que neste ano é dia 14 de abril. Ela acontece em todo o país, nas comunidades católicas e ecumênicas.

PARA ONDE VAI O DINHEIRO?

Fundo Nacional de Solidariedade ou Fundos Diocesanos de Solidariedade:

60% dos recursos são utilizados para dar apoio a projetos sociais da própria diocese. Com esses 60% a Cáritas Diocesana ajuda a nossa diocese a administrar esse fundo, apoiando e criando projetos em toda nossa diocese.
40% da verba arrecadada na coleta da solidariedade vai para o Fundo Nacional de Solidariedade. O dinheiro é utilizado para o fortalecimento da solidariedade entre as diferentes regiões do país.