Posts

Planejando e organizando as equipes para a CF 2020

Além de um compromisso pessoal, o cuidado com a vida é uma tarefa a ser cumprida comunitariamente. A proposta de conversão quaresmal da Campanha da Fraternidade 2020 (CF-2020), cujo tema é “Fraternidade e Vida: dom e compromisso”, pode ser colocada em prática a partir da articulação de uma equipe de animação na comunidade, paróquia, diocese ou regional.

O objetivo geral da CF 2020 é conscientizar, à luz da Palavra de Deus, para o sentido da vida como Dom e Compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, a família, na comunidade, na sociedade e no planeta, nossa Casa Comum.

Para promover estas relações de mútuo cuidado, o texto-base da Campanha da Fraternidade 2020 resgata das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE 2019-2023) o termo “comunidade-casa” e indica que este deve ser “o lugar do afeto, da ternura e do abraço, do encontro fraterno em torno da Palavra e da Eucaristia que geram vida”. Também indica que “a comunidade gera vida pela proclamação da Palavra e pela vivência da fraternidade”.

O texto fala do convite à construção de comunidades-casas – as comunidades eclesiais missionárias – que são enviadas a enfrentar “todo tipo de exclusão” e a promover ações concretas de solidariedade e de inclusão. “Essa comunidade é chamada a atuar no mundo como comunidade em saída rumo às periferias humanas e existenciais”.

Seja nestas comunidades ou num grupo específico de reflexão ou animação da Campanha da Fraternidade, alguns passos podem ser dados para esta articulação:

01 – Aprofundar o tema com a equipe

O primeiro passo é estudar o tema. As equipes podem aproveitar os vários materiais impressos e os encontrados aqui no Portal Kairós, com todo o aprofundamento da temática da Campanha da Fraternidade e as propostas de celebrações, retiros, círculos bíblicos. O texto-base é o principal material da Campanha. Nele estão elencados: a fundamentação bíblica do tema, as referências nos documentos da Igreja, o resgate da atuação da Igreja no Brasil na temática e as sugestões de iniciativas práticas a partir da CF.

Várias dioceses e regionais em todo o Brasil realizam, desde o ano passado, seminários para estudo do texto-base, oportunidade de maior articulação entre os diversos agentes de pastoral para a montagem de uma equipe de campanhas.

02 – Apresentar os materiais

A equipe de campanhas e as comunidades eclesiais missionárias, ao levarem a proposta da Campanha da Fraternidade para o seu local (bairro, comunidade, aldeia, condomínio, empresa, associação, etc), além de favorecerem o conhecimento acerca dos objetivos e iniciativas, também apresentam os materiais disponíveis para a vivência da CF nestes locais.

O Portal kairós é o mais completo local para encontrar materiais extras e subsídios gratuitos para a CF 2020.

03 – Conhecer ações práticas propostas no texto-base

Agir como o bom samaritano, que viu, sentiu compaixão e cuidou, é a principal motivação da Campanha da Fraternidade 2020. Neste sentido, o texto-base, em sua terceira parte, “Cuidou dele”, indica uma série de iniciativas que podem inspirar a ação das comunidades eclesiais missionárias em vista do cuidado com o próximo. Essas indicações, tomadas da exortação apostólica Evangelii Gaudium, estão no texto-base a partir dos verbos “Primeirar” – ter iniciativa; “Envolver” – intercâmbio de cuidado; “Acompanhar” – iniciar processos fundamentados no Evangelho; “Frutificar”; e “Festejar” com momentos de confraternização.

Ainda são indicados outros quatro verbos inspirados na relação com os migrantes proposta pelo Papa Francisco: acolher, proteger, promover e integrar.

Veja os infográficos sobre as ações práticas preparado na última edição da revista Bote Fé:

Ações práticas a partir do Texto-base da CF 2020

PRIMEIREAR

Ter iniciativa. São indicadas ações como: ser presença de vida onde não há uma comunidade eclesial missionária; criar espaços de partilha da vida e da experiência de fé; valorizar o protagonismo dos cristãos leigos e leigas por meio de serviços e ministérios; ofertar atendimentos e atividades evangelizadoras em dias, horários e locais acessíveis às pessoas; favorecer o diálogo entre gerações e com a sociedade.

ENVOLVER

No intercâmbio de ternura e cuidado, a CNBB propõe: formação para convivência a partir do resgate de valores humanos; promoção de rodas de conversa sobre a realidade local; promoção e valorização da agricultura familiar e das cooperativas; envolvimento em iniciativas voltadas para a ecologia integral; parcerias com organizações que cuidem da vida a partir dos valores do Reino de Deus.

ACOMPANHAR

Neste conjunto de ideias, são sugeridos processos fundamentados no Evangelho, como iniciativas na perspectiva da iniciação à vida cristã; redescoberta da importância da Liturgia; proximidade missionária com as famílias enlutadas; valorização das celebrações da Palavra de Deus e formação de ministros da Palavra, e programas de visitas missionárias.

FRUTIFICAR

Individualmente, é necessário fazer um exame de consciência tendo em vista o pecado da omissão. A comunidade é chamada a se tornar uma casa da acolhida, da amizade, do fraterno cuidado, com o desafio de chegar ao Domingo da Páscoa do Senhor com novas comunidades formadas. Para a sociedade, o chamado é para redescobrir a esperança como força agregadora do sentido à vida, com os leigos assumindo a participação social e política.

FESTEJAR

Aqui, a indicação é para que não se descuide dos momentos de confraternização na ação evangelizadora, como aniversários, nascimentos e conquistas. Todos são chamados a promover iniciativas que favoreçam a amizade entre as pessoas, como passeios, mutirões, ações caritativas e ecológicas.

4 verbos do Papa Francisco

04 – Planejamento

Para que tudo isso aconteça, a equipe de animação da Campanha da Fraternidade precisa olhar adiante e fazer um planejamento. Devem ser pensadas as ações antes da abertura da campanha, na Quarta-feira de Cinzas, durante o período quaresmal e depois. Algumas perguntas podem ajudar: O quê? Quem? Quando? Assim, são definidas as prioridades, os responsáveis e os prazos.

Antes da CF, o foco pode ser a preparação com estudo do texto-base. Durante a Quaresma, a articulação das iniciativas, a continuidade do estudo e as celebrações quaresmais em família, grupos e comunidades, além da sensibilização para a colaboração fraterna na Coleta Nacional de Solidariedade. Após a Quaresma, a campanha continua com as iniciativas projetadas pelos grupos locais e talvez a apresentação de projetos que podem ser contemplados com os recursos do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS).

 

CNBB / Portal Kairós

Conheça as músicas da Campanha da Fraternidade 2020

As músicas da Campanha da Fraternidade 2020

As músicas da Campanha da Fraternidade 2020

A Quaresma é um tempo favorável à nossa conversão, é um tempo propício para deixarmos o homem velho e revestir-nos do homem novo, identificando-nos com Cristo.
A Transfiguração de Jesus no Monte Tabor, que o Evangelho de hoje nos relata, lembra-nos que, através do esforço e da penitência quaresmal por seguir Cristo na sua Paixão, chegaremos também nós à alegria da sua Ressurreição gloriosa.

Conheça as músicas:

Conheça as músicas

01 – Hino oficial da Campanha da Fraternidade 2020
02 – Acolhe, ó Deus, o nosso canto
03 – Ele chamará por mim
04 – Rejubilai-vos, Jerusalém!
05 – Louvor e glória a ti, Senhor
06 – Pequei, Senhor, misericórdia
07 – A abstinência quaresmal
08 – Criai em nós um coração que seja puro
09 – O homem não vive somente de pão
10 – Este é meu filho muito amado
11 – Tu vieste, ó Messias
12 – Tu és a luz, Senhor
13 – A ressurreição de Lázaro
14 – Neste tempo da paixão
15 – Hino CF2020 em Coro
16 – Playback do Hino oficial da Campanha da Fraternidade 2020

Cifras
Partituras

Baixe todas as músicas da Quaresma 2020 + extras + playback / MIDI do hino + músicas litúrgicas

Repertório: Quaresma Ano A – 2020

QUARTA-FEIRA DE CINZAS

Acolhe, ó Deus, o nosso canto (Canto de Abertura) 02
Louvor e glória a ti, Senhor (Aclamação ao Evangelho) 05
Pequei, Senhor, misericórdia! (Imposição das Cinzas) 06
A abstinência quaresmal (Apresentação das Oferendas) 07
Hino CF2020 (Canto Final ) 01 ou 15

1° DOMINGO DA QUARESMA 2020

Ele chamará por mim (Canto de Abertura) 03
Louvor e glória a ti, Senhor (Aclamação ao Evangelho) 05
A abstinência quaresmal (Apresentação das Oferendas) 07
O homem não vive somente de pão (Canto de Comunhão) 09
Hino CF2020 (Canto Final) 01 ou 15

2° DOMINGO DA QUARESMA 2020

Ele chamará por mim (Canto de Abertura) 03
Louvor e glória a ti, Senhor (Aclamação ao Evangelho) 05
A abstinência quaresmal (Apresentação das Oferendas) 07
Este é meu Filho muito amado (Canto de Comunhão) 10
Hino CF2020 (Canto Final) 01 ou 15

3° DOMINGO DA QUARESMA 2020

Ele chamará por mim (Canto de Abertura) 03
Louvor e glória a ti, Senhor (Aclamação ao Evangelho) 05
Criai em nós um coração que seja puro (Apresentação das Oferendas) 08
Tu vieste ó Messias (Canto de Comunhão) 11
Hino CF2020 (Canto Final) 01 ou 15

4° DOMINGO DA QUARESMA 2020

Rejubilai-vos, Jerusalém (Canto de Abertura) 04
Louvor e glória a ti, Senhor (Aclamação ao Evangelho) 05
Criai em nós um coração que seja puro (Apresentação das Oferendas) 08
Tu és a luz, Senhor (Canto de Comunhão) 12
Hino CF2020 (Canto Final) 01 ou 15

5° DOMINGO DA QUARESMA 2020

Ele chamará por mim (Canto de Abertura) 03
Louvor e glória a ti, Senhor (Aclamação ao Evangelho) 05
Criai em nós um coração que seja puro (Apresentação ) 08
A ressurreição de Lázaro (Canto de Comunhão) 13
Hino CF2020 (Canto Final) 01 ou 15

DOMINGO DE RAMOS DA PAIXÃO DO SENHOR

Neste tempo da Paixão (Apresentação das Oferendas) 14
Hino CF2020 (Canto Final) 01 ou 15

 

Portal Kairós

Músicas da Campanha da Fraternidade 2020 CNBB

O Texto-base: 1° passo para começar a preparar a CF 2020

Nos próximos dias o Texto-base da Campanha da Fraternidade 2020 chegará às livrarias. É um livro de 115 páginas muita bem elaboradas. O tema da Campanha é: “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso”, e o Lema é “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34), extraído da Parábola do Bom Samaritano. O lema no encoraja, a partir de Jesus Cristo, a servir com espírito de humanidade, cuidado e amor para com o próximo, sementes da fraternidade.

A apresentação do Texto-base assinada por quatro bispos, representando a cúpula da CNBB no Brasil, nos lembra de que “A Campanha da Fraternidade é um modo privilegiado pelo qual a Igreja no Brasil vivencia a Quaresma”, e recordando o lema da Campanha, os assinantes da Apresentação no Texto-base escreverem: “Lembremo-nos de Santa Dulce dos pobres, mulher frágil no corpo, mas fortaleza peregrinante pelas terras de São Salvador da Bahia de Todos os Santos. Dulce, incansável peregrina da caridade e da fraternidade. Dulce, testemunho irrefutável de que a vida é dom e compromisso. Dulce que via se compadecia e cuidava. Dulce que intercede por nós no céu”.

Ajudar ao próximo é missão dos discípulos e discípulas de Jesus. Santa Dulce é representante do “bom samaritano dos nossos tempos”. Por isso, sua imagem é apresentada em perspectiva na capa do Texto-base. A pintura da capa do livro mostra Santa Dulce na rua com pessoas pobres e doentes e assim, onde contemplamos uma Igreja em saída, que está nas ruas e vai ao encontro das pessoas.

LEIA MAIS

Downloads