1º dia da Novena da Padroeira do Brasil 2019

1º dia da Novena da Padroeira do Brasil 2019

1º Dia – Maria, Mãe de Jesus, Missionário do Pai

06h00: ALVORADA
06h45: MISSA (TV APARECIDA)
09h00: MISSA (TV APARECIDA, RA, A12.COM)
10h30: MISSA
12h00: MISSA
14h30: ACOLHIDA NO ALTAR CENTRAL
15h00 às 16h15: ABERTURA DA NOVENA DA TARDE (TV APARECIDA, RA, A12.COM)
16h30: MISSA
18h30: ACOLHIDA ÀS ROMARIAS E AUTORIDADES
19h00 às 20h30: ABERTURA DA NOVENA SOLENE (TV APARECIDA, RA, A12.COM)
PREGADOR: DOM ONÉCIMO ALBERTON – BISPO DE RIO DO SUL-SC

Hino

1º dia da Novena da Padroeira

Maria, Mãe de Jesus, Missionário do Pai!

É o Espírito Santo, enviado pelo Pai e o Filho, que transforma nossos corações e nos torna capazes de entrar na comunhão perfeita da Santíssima Trindade, em que tudo encontra sua unidade. (Evangelii Gaudium, n. 117)

ACOLHER
SAUDAR

01 – Acolhida

(Procissão de Entrada)

02 – Saudação Litúrgica

P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
— Amém!
P.: Ó dócil e suave Senhora, aparecida nas redes das águas fecundas do rio Paraíba, como a água do Santo Batismo, que nos faz abraçar com alegria e destemor o ensinamento e a missão de Cristo Jesus, nosso Senhor,
— nós vos saudamos, ó Senhora de todos os tempos e de nossa história; todas as pessoas vos saúdam como Mãe clemente e bendita. Amém!

REVERENCIAR
CONTEMPLAR

03 – Contemplando Maria

(Entronização e incensação da Imagem. Logo após, fazem-se o “Contemplando Maria”, os “Louvores a Maria” e o “Testemunho Missionário-Profético”. Durante a incensação da imagem, silêncio orante)

P.: Neste primeiro dia da Novena em vosso louvor, ó Maria, Mãe do Belo Amor, vimos pedir vossa força maternal e proteção no caminho que nos leva para o Reino, que vosso Filho entre nós instaurou.
— Tocai em nosso coração com vossa força maternal, para servirmos a Jesus com alegria e gratidão!
P.: Sede a força dos humildes, ó Senhora e Mãe bendita, dos que vivem nos casebres à beira dos rios da Amazônia ou nas escarpas dos morros das cidades. Na união faremos resgatar a dignidade dos abandonados, — dos feridos e sem pão, por causa da ganância, da injustiça e da opressão!
L.: Diante de vossa imagem, dirigimos nosso olhar e nossos sentimentos do coração para Nazaré, lá bem distante, na Palestina, pois foi ali que fostes surpreendida pela grande notícia, que veio da eternidade:
— fostes escolhida para ser a Mãe bendita do Redentor!

L.: E, desde então, não mais vos acomodastes, pois logo saístes ao encontro de Isabel, para servi-la, a qual também havia sido agraciada pelo amor do Senhor e pela dádiva da vida. Isabel estava grávida do precursor de Jesus,
— o missionário João Batista, que anunciou que havia chegado o Cordeiro imaculado, Salvador da humanidade!
L.: Fazei, ó Mãe, crescer o trigal dourado do Reino de Deus, em todos os cantos e recantos de nossa pátria e da Terra inteira.
— Ajudai-nos a reencontrar a paz e a alegria de servir no amor, como nos ensinou Jesus!
Amém!

04 – Louvores a Maria

P.: Maria, em vossas mãos benditas, colocamos nossa súplica e nosso louvor, pois sabemos que
vós fareis bem chegar ao coração de nosso Deus, que vos escolheu como Mãe do Redentor.
— Felizes os que buscam o Senhor, pois encontrarão a liberdade, a vida e a paz!
P.: Ó Mãe de todas as gentes, nações e de todos os povos, pois sois a Mãe de Cristo, tornai
fecundos nossa vida e nosso batismo e guardai-nos todos em vosso coração materno.
— Senhora e Mãe Aparecida das águas e das redes, transbordai nosso coração de santa alegria
e compromisso com o Reino de Jesus, vosso Filho. Amém!

Ó Virgem e Mãe do Redentor, Maria, louvamos a vós!
— volvei sobre nós vosso olhar.
Fazei-nos missionários de Jesus.
Lá no céu, rogai a Deus por nós!
— Ó Santa e bendita entre as mulheres,
Maria, louvamos a vós!
— de Deus sois filha predileta,
fazei-nos fiéis ao Evangelho.
Lá no céu, rogai a Deus por nós!
P.: Sede-nos propício, Senhor
Deus, com vossa graça, e tornai fecundo nosso viver, como o foi o de Maria, a quem chamastes para a maternidade de Cristo, vosso Filho e nosso Senhor.
Assim esperamos e desejamos que se realize. Amém!

05 – Testemunho

Missionário-Profético
Dom Franco Masserdotti
O missionário comboniano, D.

Franco Masserdotti, italiano, chegou ao Brasil em 1972. No dia 17 de setembro de 2006, aos 65 anos de idade, morreu atropelado na cidade de Balsas, Maranhão. Dirigiu a diocese da Balsas durante 10 anos e foi presidente do Conselho Indígena Missionário-CIMI.
Foi um homem de constante alegria, coração generoso e misericordioso. Tinha clareza e fidelidade radical na defesa dos povos indígenas e dos pobres. Isso nunca agradou os dominadores e gananciosos. Foi incansável no trabalho a favor dos mais pobres e povos originários.
Entendia a missão como defesa da vida dos pobres e rechaçados no mundo: “Se quisermos mudar este mundo, temos de gastar nossa vida em defesa dos mais pobres”, dizia.
Não deixou de considerar, em sua atuação como presidente do CIMI e atuação como bispo de Balsas, no Maranhão, dimensões cruciais para os dias atuais, como a questão ambiental, o aquecimento global e a destruição brutal das condições de vida em nossa casa comum. Eis, pois, o dom de uma vida que se fez oblação entre nós!

(Instante de silêncio meditativo)

OUVIR
COMPROMETER-SE

06 – Palavra de Deus

P.: Maria, ajudai-nos a celebrar a presença do Senhor entre nós, por meio de sua Palavra.
Vós, que fostes insigne portadora do Senhor, o Messias, tocai suavemente em nosso coração, para que nos despertemos de nossas acomodações e de nossa rotina, e estejamos mais atentos ao compromisso com a verdade de Cristo, nosso Senhor e Redentor.
Despertai-nos, ó Mãe, para a escuta fiel da Palavra de Cristo.
— Amém, agora e pelos séculos sem-fim. Amém!

(Acolhimento da PALAVRA DE DEUS: fonte de vida, fonte de salvação)

— Cântico à PALAVRA DE DEUS
Anúncio – Anúncio do nascimento de Jesus Lc 1,26-38

26 O anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré,
27 a uma virgem, noiva de um homem, de nome
José, da casa de Davi; a virgem chamava-se Maria.
28 Entrando onde ela estava, disse-lhe o anjo: “Alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor é contigo”.
29 Ao ouvir tais palavras, Maria ficou confusa e começou a pensar o que significaria aquela saudação.
30 Disse-lhe o anjo: “Não tenhas medo, Maria, porque Deus se mostra bondoso para contigo.
31 Conceberás em teu seio e darás à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus.
32 Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai,
33 e ele reinará para sempre na casa de Jacó. E seu reino não terá fim”.
34Maria, porém, perguntou ao anjo: “Como será isto, se eu não vivo com um homem?”
35 Respondeu-lhe o anjo: “O Espírito Santo descerá sobre ti e a força do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o Santo que vai nascer será chamado Filho de Deus.
36 Isabel, tua parenta, também ela concebeu um filho em sua velhice e está no sexto mês aquela que era chamada estéril,
37 porque nada é impossível para Deus”.
38 Disse então Maria: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo tua palavra”. E o anjo retirou-se de sua presença.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!

(Mensagem)

07 – Compromisso Solidário

P.: Como são belas as pessoas que se solidarizam com a causa da vida e não medem esforços na defesa da dignidade do ser humano,
— principalmente do pobre e do ferido à beira da estrada!
L.: Maria foi solidária e acolhedora da vontade divina, pois não vivia para si mesma. Seu coração santo estava voltado para Deus e os irmãos. Ela foi buscar, o mais depressa possível, a quem servir com amor,
— como Isabel, como os noivos em Caná da Galileia!
L.: Quem ama não fica acomodado, vai bem depressa em busca do outro, como o girassol, que sempre se volta em direção ao sol.
— Quem se faz solidário sabe volver seu olhar para o mais necessitado e se dispõe a ajudá-lo!
P.: Fazei-nos, Senhor Deus, homens e mulheres carregados de bondade e de atitudes solidárias, no meio de nossa sociedade, marcada pelo individualismo e egoísmo, pela ganância e pelo desejo desenfreado do lucro, do poder e do prazer.
Fazei-nos um povo solidário e missionário.
— E, como nos ensina Maria, sejamos mais fraternos e comprometidos. Amém!

(Procissão da Caridade – Oferta dos Alimentos)

BENDIZER
ADORAR

08 – Por Maria a Jesus

L.: Maria, vós que soubestes tudo mudar, pois era Deus que em vós tínheis o primeiro lugar,
— ajudai-nos a sermos também diferentes, cheios de amor e de espírito missionário!
L.: A exemplo da Samaritana, que tinha o desejo de um culto verdadeiro, fazei-nos ser, ó Mãe incomparável,
— uma Igreja viva em todos os cantos e recantos de nossa pátria!
L.: Maria, ajudai-nos a acolher Jesus em nossa vida, para que sejamos recriados em seu amor e façamos nele a experiência da misericórdia, vivendo na plenitude de sua verdade.
— Vinde, Senhor Jesus, Pão da vida, Pão da misericórdia, Pão da paz, Pão da verdade. Amém!

(Entronização, Exposição e Adoração do Santíssimo)

09 – Diante de Jesus, Pão da Vida

(Antes do cântico “Tão Sublime”)

P.: Ó Jesus, Pão da vida, eterno Missionário do Pai,
— nós vos adoramos, nós vos bendizemos!
P.: Sois Água viva, que gera a vida.
— Saciai nossa sede de paz e de salvação!
P.: Sois o amor eterno, Aliança definitiva de nossa redenção.
— A vós nosso louvor, agora e pelos séculos sem-fim. Amém!

10 – Bênção do Santíssimo

(Cântico “Tão Sublime” – p. 3)

IDE
EVANGELIZAI

11 – Caminhando com Maria

P.: Maria, Mãe da Igreja e Senhora da Missão, rogai por nós,
— que recorremos a vós, esperando vosso auxílio e vossa
proteção!
P.: Olhai com amor maternal para nós, que hoje vos contemplamos em vossa bela missão de ser a escolhida do Pai, para nos trazer Jesus, o Messias, o Missionário enviado do coração divino.
— E com todo o nosso amor filial, nós nos consagramos a vós, ó Mãe bendita do Redentor. Amém!

12 – Agradecimentos

(Se oportuno, façam-se os devidos agradecimentos)

13 – Oferta das Flores

L.: Ó Maria, trazer flores e colocá-las diante de vossa imagem é gesto carregado de ternura e gratidão. É reconhecimento, ó Mãe, de que vós estais presente em nossa vida, ensinando-nos a praticar o bem e viver nossa missão.
— Bem junto de vós, ó Maria, sentimos a ternura e o amor de Deus por nós!
L.: Como são belas as mãos que carregam flores e recusam as armas da destruição. São mãos que apontam para o infinito e dizem
não aos projetos vãos, sem vida, sem amor, que pregam o egoísmo e a escravidão.
— Mãe e Missionária do Reino, fazei-nos viver conforme o Evangelho de Jesus Redentor!
L.: Com as mãos erguidas ao céu, ofertamos a vida daqueles que abraçaram a missão e fizeram o mundo mais irmão.
— Bendita seja a Mãe de Deus, a Senhora de nosso tempo e de nossa história. Amém!

14 – Envio Missionário

P: Fazei, Senhor, ressoar em nossos ouvidos: “Ide pelo mundo e evangelizai”. Fazei-nos vossos missionários autênticos e fervorosos.
— Inspirai nossos gestos, nossas atitudes e palavras, fortalecendo-nos na ação missionária!
P: Ide e anunciai o Evangelho com toda a força de vossa fé e de vossa confiança no Senhor.
A você que hoje rezou: que a brisa leve do Espírito de Deus sopre sobre sua existência… A luz de Cristo brilhe suave em sua face…
Que uma chuva de graças caia de mansinho em sua vida.
E, até que nos encontremos de novo, que Deus o guarde na palma de suas mãos e o abençoe rica e poderosamente, em tudo e sempre.
— Amém! Assim seja!
P.: A festa da vida continua!
Permaneçamos na paz de Jesus e na proteção da Senhora
Aparecida.
— Amém! E que Maria nos acompanhe! Amém!

(Homenagem do povo – Entrega das Flores)

Reflexão

Novena

Oração do Mês Missionário Extraordinário

Livrinho da Novena da Padroeira 2019:

 

Portal Kairós