Laicato – Cristãos leigos e leigas

Balanço do legado do Ano Nacional do Laicato 2017 / 2018

Dom Severino Clasen faz balanço do legado do Ano Nacional do Laicato no Brasil

O bispo de Caçador (SC) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, dom Severino Clasen, em entrevista, fez um balanço da vivência e dos legados do Ano Nacional do Laicato na Igreja do Brasil, cujo início se deu dia 26 de novembro de 2017, na Festa de Cristo Rei.

Ao contrário do Ano Mariano, em 2017, não haverá uma data de encerramento, mas um momento de culminância que será marcado pela 9ª Assembleia Nacional dos Organismos do Povo de Deus de 22 a 25 de novembro, em Aparecida (SP), especialmente pela Romaria Nacional do Laicato ao Santuário Nacional.

Segundo dom Severino, as conquistas do Ano Nacional do Laicato têm reflexos no Brasil, no Celam, na América Latina, e no Dicastério para o Laicato, Família e Vida, em Roma. “O Ano fez com que as dioceses no Brasil assumissem gestos concretos de evangelização tendo os leigos como protagonistas”, disse. O lema que inspirou a realização de inúmeras experiências espalhadas pelo Brasil foi: “Sal da Terra e Luz do Mundo”, Mt 5, 13-14.

Leia, abaixo, a íntegra da entrevista:

Qual o balanço da realização do Ano Nacional do Laicato?

As conquistas do Ano Nacional do Laicato têm reflexos no Brasil, na América Latina, no Celam e em Roma, no Dicastério para o Laicato, Família e Vida. Os resultados são muito positivos. É maravilhoso ouvir e constatar os êxitos da semana missionária que vem trazendo frutos de conversão, um rosto de Igreja alegre. O espírito missionário tem levado a mensagem de Jesus Cristo para muitos âmbitos da sociedade.

O clamor dos cristãos leigos e leigas, “sal da terra e luz do mundo” atingiu outras esferas da sociedade, abrindo as portas e deixando que a luz do Evangelho trouxesse novos ares nos corações humanos. Apresentou uma Igreja com rosto de portas abertas como pede o papa Francisco, fez com que as dioceses no Brasil assumissem gestos concretos de evangelização tendo os leigos como protagonistas, como: semana missionária, palestras sobre temáticas pertinentes a Evangelização propostas pela Comissão Nacional sobre o Ano do Laicato, formação permanente para o clero em inúmeras Dioceses refletindo sobre a teologia do laicato, Congressos diocesanos e regionais, caminhadas e peregrinações levando o estandarte da Sagrada Família, pedindo luzes e coragem para que a presença, o testemunho e ação dos cristãos leigos e leigas transformassem as relações machucadas da sociedade em fraternidade universal.

Quais legados a celebração deste ano deixa para a Igreja no Brasil?

Os frutos do Ano Nacional do Laicato colheremos nos anos seguintes ao percebermos que a presença dos cristãos leigos e leigas no tecido da sociedade estão agindo de forma coerente, sólida nos mecanismos que mobiliza a sociedade na área da saúde, da política, da educação, do trabalho, da comunicação, da família sendo sal da terra e luz do mundo.

Na área eclesial oferecendo formação continuada, presença nos serviços e nos ministérios eclesiais, sendo fermento na massa para que a Igreja seja sinal do Reino de Deus já acontecendo entre nós. Esperamos uma atuação e presença mais coerente e profética dos cristãos leigos e leigas para que a Igreja seja, na figura da mãe, que acolhe e vai ao encontro dos batizados que abandonaram a Igreja. Portanto, o Ano Nacional do Laicato abriu portas e janelas para arejar o conceito, o modo de ser Igreja e testemunha do Evangelho em toda a sociedade em muitas Dioceses.

Como será o encerramento deste ano?

Não está na nossa agenda um encerramento do Ano do Laicato. Temos sim, a culminância do Ano Nacional do Laicato nos dias 22 a 25 de novembro em Aparecida, na casa da Mãe. Nos dias 22 a 24/11, teremos a 9ª Assembleia dos Organismos do Povo de Deus. No dia 25/11, a grande Romaria do Ano do Laicato para Aparecida na casa da Mãe. Nessa romaria teremos a celebração litúrgica na Basílica às 7h30, seguida com apresentações artísticas na praça.

Todos os cristãos leigos e leigas que puderem participar dessa romaria sejam bem-vindos e vindas.

CNBB / Portal Kairós

Formação para o Ano Nacional do Laicato

O Ano Nacional do Laicato

Começaremos a viver, a partir do domingo de Cristo Rei deste ano, Dia do Cristão leigo, o ano do laicato. Uma iniciativa de nossa Conferência Episcopal no intuito de protagonizar o papel e a missão dos leigos na igreja e no na sociedade. Os leigos são os cristãos batizados que não estão ligados como membros às Sagradas Ordens, ou seja, os que foram incorporados a Cristo pelo Batismo, que formam o Povo de Deus, e que participam da função sacerdotal, profética e régia de Cristo.

Os cristãos leigos estão na linha mais avançada da vida da Igreja; e devem ter uma consciência clara, não somente de pertencerem à Igreja, mas de “serem e sentirem com a Igreja”, isto é, a comunidade dos fiéis na terra em unidade com o Santo Padre, o Papa, e em comunhão com seus Bispos. Juntos, como a Igreja.

O leigo tem como vocação própria, procurar o Reino de Deus exercendo funções no mundo, no trabalho, mas ordenando-as segundo o Plano e a vontade de Deus. Cristo os chama a ser “sal da terra e luz do mundo” (lema deste ano do laicato). O leigo deve ser testemunha de Cristo aonde o sacerdote não chega. Ele deve levar a luz de Cristo aos ambientes de trevas, de pecado, de injustiça, de violência, enfim, ao mundo de hoje com suas virtudes e mazelas. Assim, no mundo do trabalho, levando tudo a Deus, o leigo contribui para o louvor do Criador. Ele constrói o mundo pelo trabalho, e assim coloca na obra de Deus a sua assinatura.

Sabendo da importância do leigo para a Igreja, a Igreja no Brasil tem a proposta de celebrar no período de 26 de novembro de 2017, Solenidade de Cristo Rei, à 25 de novembro de 2018, o “Ano do Laicato”.

O tema escolhido para animar a mística do Ano do Laicato foi: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e o lema, como já dissemos: “Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5,13-14).

O Ano do Laicato terá como objetivo geral: “Como Igreja, Povo de Deus, celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil; aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão; e testemunhar Jesus Cristo e seu Reino na sociedade”.

O Concílio Ecumênico Vaticano II fez vir à tona mais ainda a atividade do leigo na Igreja: “Os leigos que forem capazes e que se formarem para isto podem também dar sua colaboração na formação catequética, no ensino das ciências sagradas e atuar nos meios de comunicação social.” (CIC §906)

Os leigos são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, “eles têm a obrigação e gozam do direito, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente por meio deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que sem ela o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito”. (CIC §900)

“Os leigos podem também sentir-se chamados ou vir a ser chamados para colaborar com os próprios pastores no serviço da comunidade eclesial, para o crescimento e a vida da mesma, exercendo ministérios bem diversificados, segundo a graça e os carismas que o Senhor quiser depositar neles.” (CIC §910). Nesse sentido, além do trabalho essencial dos leigos no mundo, a colaboração intra-eclesial também é muito importante como membros da Igreja.

A Comissão Episcopal Especial para o Ano do Laicato organizou as atividades em quatro eixos: 1) Eventos; 2) Comunicação, catequese e celebração; 3) Seminários temáticos nos Regionais; e 4) Publicações. O Ano do leigo, pretende ainda: “Dinamizar o estudo e a prática do documento 105: ‘Cristãos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade’ e demais documentos do Magistério, em especial do Papa Francisco, sobre o Laicato; e estimular a presença e a atuação dos cristãos leigos e leigas, ‘verdadeiros sujeitos eclesiais’ (DAp, n. 497a), como “sal, luz e fermento” na Igreja e na Sociedade.

Contudo, o Ano do laicato será muito especial, pois, teremos a oportunidade de ainda mais aprofundar na missão do leigo e do seu papel no contexto atual de Igreja e mundo. Segundo Papa Francisco: “em virtude do Batismo recebido, os fiéis leigos são protagonistas na obra de evangelização e promoção humana”. “Incorporado à Igreja, cada membro do Povo de Deus é inseparavelmente discípulo e missionário. É preciso sempre reiniciar dessa raiz comum a todos nós, filhos da Mãe Igreja”.

Que nossos leigos e leigas neste ano especial, fiéis filhos da Igreja, e seguidores de Jesus Cristo, possam, diante de tantas ideologias e injustiças serem testemunhas de um tempo novo em que o Evangelho vivido seja um sinal de esperança cristã para a sociedade, totalmente comprometidos com Jesus Cristo e guiados pelo Espírito Santo no caminho para o Pai e assim sejam sempre mais testemunhas evangélicas da misericórdia divina!

Curso apresenta as linhas gerais sobre as perspectivas para os cristãos leigos e leigas no mundo de hoje:

Resumão do Documento 105 da CNBB

Cardeal Orani João Tempesta
Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro

Cifra do Hino Oficial do Laicato 2017-2018

Serão os frutos da mobilização das ações dos cristãos leigas e leigas, e de toda Igreja, para que permaneçam na Igreja e na sociedade após a realização do “Ano Nacional do Laicato”.

Solenidades de Cristo Rei – 26/11/2017 a 25/11/2018)

Hino Oficial do Laicato

Letra e Música: Adenor Leonardo Terra

G C
Vós sois o sal da terra, vós sois a luz do mundo,
Bb F C D7 G
Levai aos povos todos o amor, meu dom fecundo!
C
Teu Reino, ó Jesus Cristo, queremos propagar,
Bb F C D7 G
Seguindo o teu exemplo, o mundo transformar!

G D/F#
01 – Sendo membros do teu corpo, que é a Igreja,
Em A7 D
Cristãos leigos e leigas construímos nova história!

02 – Instruídos por tua santa Palavra,
Chamados e enviados para cumprir a missão!

03 – Alimentados por teu corpo e sangue,
Assumimos, com coragem, a nossa vocação!

04 – “Chamados, antes de tudo, à santidade,
Interpelados a viver a santidade no mundo!”

05 – “Sal da terra, luz do mundo, fermento na massa”,
Não deixamos de ser “ramos na Videira”!

06 – “Na família, no trabalho, na política,
Em todos os âmbitos de atividade humana!”

07 – “Verdadeiros sujeitos eclesiais,
Aptos a atuar na Igreja e na sociedade!”

Na Área Especial:

Ações para o Ano do Laicato

– Promover eventos para marcar a abertura do Ano Nacional do Laicato, bem como Seminários Temáticos
nos Regionais da CNBB;
Publicar reflexões e subsídios para as celebrações, catequese e comunicação;
– Conclamar toda a Igreja no Brasil: regionais, dioceses, paróquias, comunidades, pastorais, movimentos, as
diferentes expressões laicais e os Organismos de comunhão do povo de Deus, na realização do Ano Nacional do Laicato;
– Desenvolver atividades que culminem na realização de um encontro nacional com o laicato no encerramento
do ano (Solenidade de Cristo Rei de 2018);
– Despertar e motivar iniciativas e participação dos ministros ordenados, da vida consagrada e do laicato na realização desse Ano;
– Dialogar com os diferentes sujeitos da sociedade, promovendo a cultura do encontro e o cuidado com a vida e o bem comum, na esperança de que outro mundo é possível;
– Envolver os meios de comunicação social nas atividades programadas para o Ano Nacional do Laicato.

Confira tudo sobre o Ano do Laicato 2018

Subsídios / Materiais para o Ano do Laicato 2017-2018

Lançamento Oficial do Ano do Laicato

Dioceses de todo o País, durante a festa de Cristo Rei, no dia 26 de novembro, celebrarão o início do Ano Nacional do Laicato. Com o intuito de promover a transformação da sociedade, traz como tema “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”.

O bispo de Caçador (SC) e presidente da Comissão Episcopal Especial para o Ano do Laicato, Dom Severino Clasen, afirma que a intenção é trabalhar a mística do apaixonamento e seguimento a Jesus Cristo. “Isto leva o cristão leigo a tornar-se, de fato, um missionário na família e no trabalho, onde estiver vivendo”, disse o bispo.

O Ano do Laicato terá como objetivo geral: “Como Igreja, Povo de Deus, celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil; aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão; e testemunhar Jesus Cristo e seu Reino na sociedade”.

O destaque ficará por conta do estudo e prática do Documento nº 105 e demais documentos do Magistério, em especial do Papa Francisco, sobre o Laicato, estimulando a participação e atuação dos leigos e leigas. Além disso, durante este período, serão realizados seminários regionais e temáticos, eventos, publicação de livros e de mensagens.

Dom Severino espera que o Ano do Laicato sirva de motivação para que a sociedade se engaje cada vez mais com as questões sociais, propondo, debatendo e apresentando ideias. “O legado que a celebração quer deixar é o envolvimento de toda a sociedade para que faça a auditoria da dívida pública. Como fazer? Com o espírito cristão, com a luz do Espírito Santo, com a consciência de igreja para transformar o mundo”, declarou.

Durante o Ano do Laicato, também, serão comemorados os 30 anos do Sínodo Ordinário sobre os Leigos (1987) e da Exortação Apostólica Christifideles Laici, de São João Paulo II, sobre a vocação e a missão dos leigos na Igreja e no mundo (1988). A comemoração terá como eixo central a presença e a atuação dos cristãos leigos e leigas como “ramos, sal, luz e fermento” na Igreja e na sociedade.

Confira aqui o Hino Oficial do Laicato

Subsídios / Materiais para o Ano do Laicato 2017-2018:

Mais Subsídios / Materiais para o Ano do Laicato 2017-2018:

Hino Oficial do Laicato 2017-2018

Solenidades de Cristo Rei – 26/11/2017 a 25/11/2018)

Hino oficial do Laicato 2017-2018

Letra e Música: Adenor Leonardo Terra

Vós sois o sal da terra, vós sois a luz do mundo,
Levai aos povos todos o amor, meu dom fecundo!
Teu Reino, ó Jesus Cristo, queremos propagar,
Seguindo o teu exemplo, o mundo transformar!

01 – Sendo membros do teu corpo, que é a Igreja,
Cristãos leigos e leigas construímos nova história!

02 – Instruídos por tua santa Palavra,
Chamados e enviados para cumprir a missão!

03 – Alimentados por teu corpo e sangue,
Assumimos, com coragem, a nossa vocação!

04 – “Chamados, antes de tudo, à santidade,
Interpelados a viver a santidade no mundo!”

05 – “Sal da terra, luz do mundo, fermento na massa”,
Não deixamos de ser “ramos na Videira”!

06 – “Na família, no trabalho, na política,
Em todos os âmbitos de atividade humana!”

07 – “Verdadeiros sujeitos eclesiais,
Aptos a atuar na Igreja e na sociedade!”


Na Área Especial:

Eventos para o Ano Nacional do Laicato:

– Abertura do Ano em cada Diocese e Paróquia (Solenidade de Cristo Rei – 26/11/2017);
– Abertura pela Presidência da CNBB em Rede Nacional (28/11/2017);
– 14º Intereclesial das CEBs em Londrina – PR (23 a 27/01/2018);

Semana Missionária “Igreja em Saída” nas Igrejas locais (sugestão: julho de 2018): Círculos Bíblicos em cada rua e nos ambientes de trabalho.

– Seminários Temáticos nos Regionais;
– Congresso Latino-Americano e Caribenho sobre o Laicato, promovido pelo CELAM, em Mariápolis – SP (02 a 04/11/2018);
– Visitação da imagem da Sagrada Família pelas Comunidades e Paróquias;
– Encontros de reflexão no mês de novembro;
– Dia Mundial dos Pobres (18/11/2018);
– Encerramento com a Assembleia Nacional dos Organismos do povo de Deus (23 e 24/11/2018) e Romaria do Laicato em Aparecida – SP.

Confira tudo sobre o Ano do Laicato 2018