Resumo do texto-base do 4º Congresso Vocacional do Brasil

Pastoral Vocacional

A CAMINHADA DA PASTORAL VOCACIONAL: CONTEXTO E MEMÓRIA

Nos dias 21 a 23 de junho, no Colégio Maristinha, em Brasília (DF), aconteceu o Pré-Congresso Vocacional do Brasil para a Vida Religiosa Consagrada com o tema: “Vocação 360°; Mostra-me, Senhor, os teus caminhos” (Sl 25,4).

A caminhada vocacional da Igreja do Brasil

À luz do Documento de Aparecida e em conformidade com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (2015-2019), fazemos uma breve memória de alguns importantes acontecimentos vocacionais. Em âmbito mundial recordamos a recente celebração dos 50 anos do Concílio Vaticano II (1962-1965) e os 50 anos da instituição do Dia Mundial de Oração pelas Vocações (1964). Em âmbito continental, os dois Congressos Vocacionais da América Latina e Caribe (1994 e 2011). Em âmbito nacional, os dois Anos Vocacionais (1983 e 2003); os três Congressos Vocacionais (1999, 2005 e 2010), e o Simpósio Vocacional do Brasil (2014). A caminhada da Igreja no Brasil a compromete cada vez mais com a dimensão vocacional. Em cada etapa desse processo, a ação pastoral, que promove as vocações específicas e desenvolve a consciência vocacional de todos os batizados, tendo sido enriquecida com novos elementos, dinâmicas, conceitos e linguagem. Recentemente, a Conferência dos Bispos reafirmou que a “a pastoral vocacional se torna prioritária neste novo momento da história da evangelização, colaborando para suscitar e acompanhar vocações para o serviço da comunidade e para a atuação profético-transformadora na sociedade”.

Na caminhada vocacional alguns eventos foram determinantes para a construção da identidade que hoje caracteriza o serviço de animação vocacional na Igreja do Brasil. O Concílio Vaticano II, ao resgatar a experiência eclesial cristã primordial, recupera, sobretudo, sua eclesiologia de comunhão. Esta sensibilidade suscita na Igreja, a partir da Europa e depois na América Latina, uma grande preocupação com a questão vocacional e dá origem a uma série de iniciativas. Esse contexto contribui para que, na Igreja do Brasil, passos significativos sejam dados com o objetivo de incrementar uma consciência vocacional em todo o Povo de Deus, resgatando a comunidade eclesial como o lugar da efetiva participação de todos os batizados na missão da Igreja.

As inúmeras iniciativas e experiências bem sucedidas nos vários regionais da CNBB e nas dioceses levam a instituir “agosto” como o mês vocacional; assumido em âmbito nacional, em 1981, com o objetivo de ser um tempo especial de reflexão e oração pelas vocações e ministérios. A mesma Assembleia aprova também a celebração de um Ano Vocacional (1983), durante o qual, para atender à solicitação da 20ª Assembleia Geral da CNBB, foi publicado um Guia Pedagógico de Pastoral Vocacional, que representa um marco importante na trajetória vocacional da Igreja no Brasil.

A realização do I Ano Vocacional (1983), com o tema: “Vem e segue-me”, mobiliza a Igreja do Brasil em um grande mutirão pelas vocações “gerando uma nova mentalidade e uma nova consciência vocacional”. Favorece e amplia o reconhecimento de que toda a comunidade cristã é responsável pela promoção, cultivo e formação das vocações. A fecundidade desse tempo gerou muitos frutos que perduram até hoje. Nesse contexto, em 1993, funda-se o Instituto de Pastoral Vocacional constituído por congregações e institutos religiosos de carisma vocacional, com o objetivo de “servir a Igreja no campo das vocações e ministérios”; missão que desenvolve através da Escola Vocacional (ESPAV), simpósios, publicações e assessorias.

LEIA MAIS

Hora da Vida 2019 – Em Família Defendemos a Vida!

– Semana Nacional da Vida
Data: 01 a 08 de outubro 

Tema: Em família, defendemos a vida!

A Igreja no Brasil celebra, a cada ano, na primeira semana de outubro, a Semana Nacional da Vida. A iniciativa é organizada pelas comissões da Vida e Família e Pastoral Familiar da CNBB.
A celebração ocorre de 01 a 07 de outubro e termina com a celebração do Dia do Nascituro, no dia 08 de outubro, e neste ano traz o tema: “Em família, defendemos a vida!”.

A Semana Nacional da Vida chega à sua décima quarta edição. Desde 2005 é uma atividade que busca conscientizar os católicos sobre o direito à vida desde o nascimento até a morte.

O tema deste ano indica que ninguém melhor que a família para ser responsável pelo cuidado permanente da vida, já que ela é o berço da vida e a guardiã dos valores mais preciosos do desenvolvimento da vida.

De acordo com o bispo de Osasco e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, Dom João Bosco Barbosa de Sousa, OFM, esse papel sempre foi da família, pois ela é “feita à imagem e semelhança do próprio Deus que é Pai, Filho e Espírito”,
assinala.

Neste ano, a CNBB escolheu para a Campanha da Fraternidade o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e, inspirado nele, a Pastoral Familiar apresenta o subsídio “Hora da Vida” para aprofundar e prolongar as suas reflexões.

“É hora de apresentarmos a necessidade de políticas públicas que defendam a vida, porque ela é dom precioso para todos, porque se quisermos uma sociedade mais desenvolvida, não basta simplesmente contar com os avanços da tecnologia, é necessário que ela seja mais humanizada e que encontre o próprio sentido a partir do sentido que dá à vida”, reforça o assessor nacional da Comissão para a Vida e a Família, padre Jorge Filho.

Para orientar a reflexão, as comissões lançam o subsídio “Hora da Vida, que oferece temas que dizem respeito a todos os filhos de Deus, já que muitas vezes falta uma melhor compreensão sobre o que significa de fato defender a vida.

O “Hora da Vida” traz 7 temas que integram fé e vida, e reforçam por meio da análise de orientações dos documentos da Igreja e da Palavra de Deus, os direitos, deveres, e a atitude de cada cristão frente à vida. Além das reflexões, o material ainda traz uma Celebração da Vida para comemorar o dia 08 de outubro, Dia do Nascituro.

1º Encontro – Políticas públicas em defesa da Vida
2º Encontro – A missão da família na defesa da Vida
3º Encontro – Os avós como origem e transmissores dos valores da Vida
4º Encontro – Paternidade responsável na valorização da Vida
5º Encontro – Juventude e valorização da Vida
6º Encontro – Filhos e a transformação na Vida familiar
7º Encontro – A Família e a relação com a Vida

A data conhecida como Dia do Nascituro, foi uma decisão da 43ª Assembleia Geral, realizada em 2005. A data é dedicada à vida que ainda vive na barriga da mãe.

 

Pastoral Familiar – cnpf.org.br / Portal Kairós

Materiais / subsídios pra a Hora da Família 2019

Downloads Hora da Família 2019

Materiais de apoio: cartaz, hino oficial, roteiros e sugestões de animação

A Família como vai? –  continua a ser também para a Igreja um desafio não só por causa da complexidade que responder a ela envolve, mas principalmente porque também o mundo parece esperar a resposta para ajudá-lo a não ferir mais a própria família que, não deixou de ser a célula da sociedade.

 

Livrinho Hora da Família 2019:

 

Cantos Semana Nacional da Família 2019

Músicas do Hora da Família 2019:

 

Hino da Campanha da Fraternidade 1994 – A família como vai?:

 

Partitura do Hino da Campanha da Fraternidade 1994 – A Família, como vai?:

 

Banner Semana Nacional da família 2019:

 

Capa Semana Nacional da Família 2019:

 

Cartaz Semana Nacional da Família 2019:

 

Foto cartaz interno Hora da Família 2019:

 

Cartaz interno Hora Família 2019:

 

Foto da capa da Hora da família 2019:

 

Hora da Família 2019 – Divulgação:

 

Roteiros e sugestões de Animação:

 

Catequese

Para colorir – Hora da Família 2019:

 

Imagens de Família para colorir:

 

Extra

Logomarca da Pastoral Familiar:

 

Textos de formação da Pastoral Familiar:

 

 História dos Hinos das CFs 1966 a 2017:

 

Pastoral Familiar – cnpf.org.br / Portal Kairós

Equipe da Campanha da Fraternidade 2020 se encontra na sede da CNBB

No dia 7 de agosto, a Equipe Nacional da Campanha da Fraternidade (CF) se encontrou na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) com a tarefa de elaborar o programa do Seminário Nacional da Campanha da Fraternidade 2020, a ser realizado de de 1º a 3 de outubro próximo, no Centro Cultural Missionário (CCM), em Brasília-DF. Participarão deste Seminário, dois representantes de cada um dos 18 regionais da entidade, a ser escolhidos por seus próprios regionais.

Equipe do Padre Patriky Samuel, coordenador de Campanhas da CNBB

Na reunião, o grupo apreciou o texto-base, a proposta de identidade visual da campanha e cerca de 20 hinos que chegaram à CNBB via concurso nacional. O Conselho Pastoral (CONSEP) da CNBB, que se encontrará na sede da entidade de 20 a 21 de agosto, aprovará este conjunto de materiais mobilizadores da CF 2020.

A equipe também aproveitou para avaliar o caminho feito até aqui. Um dos destaques positivos, segundo o Coordenador de Campanhas da CNBB, padre Patriky Samuel Batista é ter um padre especificamente para fazer o elo de ligação e também a retomada da origem e fundamentos da Campanha da Fraternidade.

Objetivo geral da CF

Com o tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (cf. Lc 10,33-34), a CF 2020 já tem também seu objetivo geral: “Conscientizar à luz da Palavra de Deus para o serviço da vida como dom e compromisso que se traduzem em relações mútuas de cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e diante do planeta, nossa Casa Comum”.

O foco do trabalho após a realização do Seminário Nacional, segundo padre Patriky, será a realização dos seminários regionais e o trabalho para a retomada do sentido da Campanha da Fraternidade, partindo de suas origens, ajudando as comunidades a viverem a Quaresma como um momento de conversão e espiritualidade e também de proximidade.

Integram a Equipe Nacional da Campanha da Fraternidade, além do Coordenador de Campanhas da CNBB, o subsecretário adjunto de Pastoral da CNBB e representantes das cinco macrorregiões brasileiras (Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste).

 

 – Conselho Pastoral (CONSEP)
20 a 21 de agosto de 2019

 – Seminário Nacional da Campanha da Fraternidade 2020
1º a 3 de outubro de 2019
Centro Cultural Missionário (CCM)
Brasília – DF

 

CNBB / Portal Kairós

Temas para a Semana Nacional da Família 2019

A Família é o locus natural em que a vida tem uma dignidade que deve ser respeitada, especialmente para com os mais vulneráveis. Nela encontramos o abrigo seguro que o próprio Deus quis estar: na família de Nazaré.

A Semana Nacional da Família que ocorre de 11 a 17 de agosto de 2019

O Tema deste ano: ‘A Família, como vai?’, através dos encontros, que, esperamos, consigam nos fazer caminhar pelas várias possibilidades de respostas que poderemos dar. Aliás, talvez, ao final da Semana Nacional da Família 2019 não chegaremos a uma resposta adequada dentro do que o próprio Deus pensou sobre essa instituição divina chamada família, mas teremos tentado ao menos nos aproximar do pensamento de Deus. Todos são convidados a participar!

Materiais / subsídios pra a Hora da Família 2019

Temas dos encontros:

Dia 11/08
Tema: Família e iniciação à vida cristã

Dia 12/08
Tema: A realidade da família contemporânea

Dia 13/08
Tema: Família, vocação e juventude

Dia 14/08
Tema: Família e políticas públicas

Dia 15/08
Tema: Família defensora da vida

Dia 16/08
Tema: Matrimônio e família no Plano de Deus

Dia 17/08
Tema: A família, como vai?

Mais formação

 

Pastoral Familiar – cnpf.org.br / Portal Kairós