A liturgia do mês de junho de 2022

O DIÁLOGO

Liturgia do mês de junho de 2022

“Para nos encontrarmos e ajudarmos mutuamente, precisamos dialogar” afirma o papa Francisco na encíclica Fratelli Tutti (n. 198). O diálogo é sinal e instrumento privilegiado de vivência da fraternidade e da busca sincera do bem comum, sendo muito necessário entre as pessoas, na família, na comunidade e na sociedade. A falta de diálogo, nos diferentes setores da vida social, mostra ausência de preocupação com o bem comum (n. 202).

“Entre a indiferença egoísta e o protesto violento, há uma opção sempre possível: o diálogo”(n. 199). Ele não pode ser confundido com uma “troca de opiniões exaltadas nas redes sociais” (n. 200) nem reduzido a “meras negociações, visando à obtenção de poder e de maiores vantagens possíveis” (n. 202). Diálogo exige proximidade, disposição para aproximar-se do outro para escutar e compreender, e não somente para falar. “O diálogo social autêntico inclui a capacidade de respeitar o ponto de vista do outro” (n. 203).

Intenção da liturgia do mês de junho de 2022: Rezemos pelas famílias cristãs de todo o mundo, para que com gestos concretos vivam a gratuidade do amor e a santidade na vida cotidiana.

A atitude de respeito às convicções do outro não exclui a coerência com a própria identidade e a sinceridade, para poder oferecer uma contribuição própria no diálogo. É preciso “desmascarar as várias formas de manipulação, distorção e ocultação da verdade nas esferas pública e privada”, afirma Francisco (n. 208). Portanto, o diálogo social não se confunde com a busca de consenso fácil nem com a obtenção de vantagens, sacrificando “valores permanentes” e “transcendentes aos nossos contextos e nunca negociáveis” (n. 211), como a dignidade do ser humano.

O itinerário litúrgico deste mês de junho é de imensa beleza e riqueza espiritual, iniciando-se com Pentecostes e passando pelas solenidades da Santíssima Trindade, de Corpus Christi e do Sagrado Coração de Jesus, bem como pelas festas de santos tão venerados entre nós, como Santo Antônio e São João Batista. Nossa participação na vida litúrgica, estabelecendo diálogo com Deus por meio da oração e da escuta da sua Palavra, leve-nos a dialogar mais e a promover o diálogo nos diversos ambientes e situações em que vivemos. O diálogo com Deus nos permite dialogar com o próximo. O diálogo com o próximo, integrando o esforço de vivência do amor fraterno, permite-nos rezar melhor. Por isso, procuremos praticar sempre mais o diálogo sincero e respeitoso como caminho de comunhão, de fraternidade e de paz.

Dia / Comemorações da liturgia do mês de junho de 2022

Leia mais

Reflexão e sugestão para a Solenidade de Pentecostes 2022 – Ano C

Para o dia: 05/06/2022

Solenidade de Pentecostes 2022 – Ano C

At 2,1-11; Sl 103; 1Cor 12,3b-7.12-13; Jo 20,19-23

Pentecostes 2022

O mesmo Espírito, que conduziu jesus e foi enviado de junto do Pai aos Apóstolos, é o mesmo que conduz a Igreja nos caminhos da história. Carregamos esta memória de nossa fé: a vinda do Espírito Santo no dia em que os Apóstolos estavam reunidos no cenáculo, o Dia de Pentecostes 2022. Importa-nos compreender que o Espírito Santo continua a nos revelar todo o ensinamento de Jesus e guia a Igreja inteira em suas Comunidades, pelas sendas do Reino. É a continuidade da História da Salvação no tempo de nossa história. Essa memória nenhum cristão poderá perdê-la. Guiados pelo Espírito Divino, somos continuadores do Reino.

O Espírito nos conduz ao caminho da verdade. Guiados por Ele, iluminados por sua sabedoria, podemos e saberemos interpretar as inspirações interiores, os acontecimentos da vida e distinguir onde o Senhor está agindo na história e em nós. Ele também nos dá a sabedoria do “coração”, verdadeiro dom. Maria nos dá esse exemplo de acolhida da verdade de Cristo, pois ela guardava tudo o que ouvia de seu Filho Jesus em seu coração, diz-nos o Evangelho. Maria é, como Mãe bendita, nossa educadora na fé em Cristo.

O Espírito Santo nos faz dialogar com Deus e chamá-lo de “Abba: Pai” (Rm 8,15, Gl 4,4). “Todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus” (Rm 8,14). Se somos filhos de Deus, somos irmãos uns dos outros, e essa é a vocação que devemos viver.

Por que há separação, divisão entre nós? Somos Igreja, que nasceu no dia de Pentecostes e continua no tempo de agora. Pelo Espírito Santo, tornamo-nos profetas de esperança, de vida, de comunhão e devemos ser canais humildes e dóceis à vontade divina, ao ensinamento da Palavra do Senhor. O Espírito é o Amor e penetra em nossa vida com amor, transformando-nos e nos santificando.

Assim, somos instrumentos e sinais da presença amorosa do Reino de Deus. Ele nos dispõe a dar a própria vida, por amor.

Novena de Pentecostes 2022

Leia mais

Reflexão e sugestão para a Ascenção do Senhor 2022 – Ano C

Para o dia: 29/05/2022

Ascenção do Senhor 2022 – Ano C

At 1,1-11; Sl 46; Ef 1,17-23 ou Hb 9,24-28;10,19-23; Lc 24,46-53

Ascenção do Senhor 2022

Barcelona – o fresco da ascensão do senhor na igreja Santuario Maria Auxiliadora i Sant Josep por Fidel Trias Pages e Raimon Roca.

Celebrar a solenidade de Ascensão de Jesus 2022 ao céu é celebrar a certeza de que nosso destino é o céu e de que, a terra, somos apenas peregrinos, importantes sim, mas na eternidade é que está a vida definitiva.

Jesus viveu entre nós, passou fazendo o bem, anunciou o Reino do Céu, conviveu conosco e nos trouxe a paz e a verdadeira liberdade. A ascensão é a prova de que veio resgatar cada ser humano e reerguê-lo em sua dignidade.

Ele sabia tudo o que se sucederia em sua vida, tinha consciência de sua missão, de sua fidelidade ao Pai. Também ajudou os Apóstolos a tomarem consciência da continuidade da missionariedade. A missão não era somente exigência, preocupação, pois Jesus falou da alegria que também está presente nela: a presença do Reino no mundo que dá o sentido para a vida das pessoas, dos cristãos.

Novena de Pentecostes 2022

Leia mais

CF 2023 também é tema do Conselho Episcopal Pastoral da CNBB

A 59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foi um dos principais temas da manhã desta quarta-feira, 25 de maio de 2022, na reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep). O encontro reúne a Presidência da entidade, os presidentes das Comissões Episcopais Pastorais, assessores e convidados.

A Campanha da Fraternidade 2023, cuja temática é “Fraternidade e Fome” e o lema “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mt 14,16).

O bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, reforçou que o encontro deste ano trata-se de uma única assembleia em duas etapas: na primeira, em formato on-line, deu-se prioridade para os comunicados, para a antecipação de temas e conteúdos e para o discernimento.

Etapa presencial

Para a etapa presencial, de 29 de agosto a 2 de setembro, no Santuário Nacional de Aparecida, segundo o secretário-geral, os verbos “conviver, votar e rezar” serão priorizados. Os quatro temas principais são Estatuto, Missal, o Tema Central e Estudo nº 114. A previsão é de três sessões para encaminhamento de cada um dos temas. Dom Joel informou que apenas os informes indispensáveis serão acolhidos.

O secretário-geral pediu aos presidentes das Comissões que enviem os informes em arquivos para serem disponibilizados aos bispos. Ele também partilhou orientações sobre hospedagem e informou dos horários das atividades: a abertura da etapa presencial será com a missa, às 18h, no dia 29 de agosto, e o encerramento na sexta-feira, 2 de setembro, após a missa das 18h.

No dia 1º de setembro, quinta-feira, após o jantar, haverá uma “Sessão de Homenagem aos 70 anos da CNBB”.  A parte da manhã, no Centro de Convenções, terá um tempo mais longo. As tardes, no salão no subsolo da Basílica, serão dedicadas às reservadas.

Acompanhe a Novena de Pentecostes 2022

Tenha uma infinidade de materiais católicos

Assine nosso Canal no Youtube

Ajude o Portal Kairós do seu jeito

Leia mais

9º dia da Novena de Pentecostes 2022

03/06/2022 – 19h na TV Aparecida
9º dia da Novena de Pentecostes 2022
Os Frutos da Castidade e da Continência

9º dia da Novena de Pentecostes 2022

Canto inicial

01 – INTRODUÇÃO

— Como é bom vivermos juntos e nos reunirmos sempre: Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.
— Com a força do Espírito Santo, somos capazes de vencer todas as tentações que, diariamente, querem nos derrubar.
— Afasta-te de nós, espírito maligno, porque nosso coração pertence somente a Deus!
Amém.

02 – MOMENTO DA LUZ

— Quando nos sentimos perdidos, no vale da escuridão da morte, a luz do Santo Espírito clareia nossos caminhos.
— Senhor, acendei vosso farol de luz para que não nos afastemos de vosso porto seguro e venhamos a nos perder no mar revolto da vida. Amém.

(Acende-se a nona vela, enquanto se canta:)

1. Consolo que acalma, hóspede da alma, doce alívio, vinde. No labor, descanso, na aflição, remanso, no calor, aragem!
2. Dai a vossa igreja, que espera e deseja, vossos sete dons. Dai, em prêmio, ao forte uma santa morte, alegria eterna. Amém. Amém.

03 – O ESPÍRITO ILUMINA NOSSA MENTE

— Sim, Santo Espírito, queremos receber o dom do entendimento para perscrutar o mais profundo da revelação de nosso Deus, compreendendo-a definitivamente.
— Mesmo com nossa ignorância, Senhor, que possamos contemplar as verdades mais inefáveis por meio da fé.
— Jesus, nosso Senhor, agradeceu ao Pai, com muita alegria, por Ele ter revelado as belíssimas realidades do céu aos simples e pequenos e escondido dos sábios e estudiosos.
— Divino Espírito, dai-nos a simplicidade de coração para que possamos estar sempre abertos às novidades que jamais são aceitas pelos autossuficientes. Amém.

Acompanhe a Novena de Pentecostes 2022

Tenha uma infinidade de materiais católicos

Assine nosso Canal no Youtube

Ajude o Portal Kairós do seu jeito

Leia mais