Encerrando a Semana da Vida com o Dia do Nascituro

Esperamos você na Semana Nacional da Família 2020 (Hora da Família 2020) e na Semana Nacional da Vida 2020 (Hora da Vida 2020)

Encerrando a Semana da Vida com o Dia do Nascituro

No dia 8 de outubro, no enceramento da Semana da Vida 2019, celebrada pela Igreja no Brasil, celebra-se também o dia do Nascituro. Segundo o arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, “muito além de um mero jargão, a vida é dom de Deus, inviolável. Deve ser cuidada e defendida, desde o momento primeiro, na concepção, até o último, na morte natural”.

Para a professora aposentada da Faculdade de Direito da UFMG e membro do Conselho Arquidiocesano Pró-Vida, Silma Mendes Berti, “nascituro é o ser concebido que se encontra no ventre da mulher e se prepara para nascer, seguindo uma trajetória porque passaram, passam e passarão todos os seres humanos”.

Em artigo publicado no site da Arquidiocese de Belo Horizonte, a professora destaca três áreas de conhecimento – religião, ciências médicas e ciências jurídicas – que buscam jogar luzes sobre o fenômeno da formação físico e psíquica do bebê que se desenvolve no ventre materno. Confira abaixo o que a professora destaca sobre as três áreas de saber e o que dizem sobre o Nascituro (que ou aquele que vai nascer).

Vozes das Ciências

Nos dias atuais, a tecnologia da Medicina moderna e avançadíssima revela que não existe mais qualquer segredo no útero da mulher. Fala-se até que o século XX descobriu o feto, graças ao diagnóstico pré-natal, conjunto de atos médicos que observam e trabalham o estado de saúde, atual ou futuro, do ser cujo nascimento é esperado, visando, sobretudo, a não prejudicar primum non nocere.

Vozes da Religião

Lembremo-nos do episódio da Visitação de Maria a Isabel, narrada por Lucas, situação especialmente bela, considerada por alguns estudiosos como primeiro esboço do diagnóstico- pré-natal.

Evoquem-se dois aspectos originais que aí se entrelaçam

01 – A solidariedade de Maria que saiu apressada para visitar a prima Isabel que estava grávida, seguramente atendendo à inspiração do Espírito Santo. Mas a atitude de Maria envolve um mistério, e mistério a gente não questiona, apenas respeita. Em sequência, há o belo diálogo entre as duas mulheres grávidas!

02 – A criança pulou de alegria em meu ventre. A primeira e única comunicação de que se tem registro na história da humanidade entre dois nascituros de mães diversas: João, filho de Isabel e Jesus, filho de Maria, tudo dentro de muita beleza e de mistério.

Vozes das Ciências Jurídicas

Não é simples falar de direitos do nascituro. Aqueles que se aventurarem a fazê-lo, num sentido ou noutro, correm o risco de deixar de lado aspectos bem relevantes, especialmente no terreno jurídico. Registre-se que há situações, inúmeras, em que a paternidade do nascituro não é reconhecida de modo voluntário, dando origem às mães celibatárias e aos efeitos nocivos ao novo ser.

Falar de direitos é referir-se a direitos patrimoniais e direitos extrapatrimoniais, ou seja, direitos de conteúdo patrimonial e direitos de conteúdo não patrimonial.

Direitos patrimoniais são os direitos que comportam para o titular, nascituro, uma vantagem apreciável em dinheiro.

Exemplificando

– Direito de suceder… legitima o nascituro a receber herança ou legado [CCB arts.1798, 1799, I]

– Ser donatário … [ CCB, art 542 ]

– Direito a alimentos… A Lei nº 11.804 de 05/11/2008 disciplina os chamados alimentos gravídicos que compreendem valores suficientes para cobrir as despesas adicionais do período de gravidez e que sejam dela decorrentes, da concepção ao parto, cabendo à gestante promover a ação em nome próprio.

– Direito à saúde – pode ser paradoxal, mas ao mesmo tempo em que crescem os partidários de cultura de morte, desenvolvem-se técnicas altamente desenvolvidas de tratamentos ao ser in útero, via medicina fetal, fazendo dele um paciente especial.

– Direito à imagem – o direito à imagem da mãe grávida estende-se ao do filho concebido, mesmo se se tratar de filho natimorto. No entanto, fotos de embrião no ventre materno, em publicidade generalizada, é fato que já se tornou comum, constituindo total desrespeito ao direito à imagem do nascituro.

– Direito ao respeito à dignidade – a Convenção relativa aos Direitos da Criança, ratificada pelo Brasil em 1990, refere-se, no preâmbulo, à dignidade da criança, e a Declaração dos direitos da criança de 1959 dispõe sobre a proteção da criança tanto antes quanto depois do nascimento. Logo, deve-se respeitar a dignidade do nascituro.

– Direito à vida – A Constituição da República Federativa do Brasil, considerando ser inviolável o direito à vida, dispõe que todos, indistintamente, são dele titulares, e que o conceito de vida, em plenitude, deve abarcar não apenas a vida dos que nasceram, mas também a vida in utero. Acresce-se, por fim, o quinto mandamento das Leis de Deus: Não matarás.

 

CNBB / Portal Kairós

A música “És o meu socorro” com a Irmã Ana Paula

O último programa da Canção Nova “Cantarolando” da temporada com a Irmã Ana Paula foi encerrado com ‘chave de ouro’.
A convidada cantou e ministrou um momento de oração especial ao som da música “És o Meu Socorro”.

Ela também encorajou os internautas a se manterem firmes na fé diante das dificuldades, além de ressaltar que Deus não abandona e socorre aqueles que O clamam.

“Talvez, você tenha desistido de lutar, mas eu venho declarar que, na sua vida, levanta-se um Deus que te ergue e fala: ‘Eu acredito em você, Meu filho!’”

Confira a cifra da canção:
Baixe aqui!

Sobre a Irmã Ana Paula

“Através da arte podemos expressar a beleza do nosso Criador! O Grande Artista, que criou os sons, nos envia a ser no mundo uma manifestação de Seu Amor através das canções. Ele é meu Maestro, meu Esposo, minha Canção. ” (Irmã Ana Paula, CMES)

Irmã Ana Paula Neves Ramalho nasceu no dia 15 de novembro de 1984 em Ponto Belo/ES. Desde muito pequena acompanhava o pai que cantava e tocava violão nas festas dos amigos. Entre batidas de colher e cantatas, Ana foi introduzida na arte. Quando tinha 13 anos aprendeu a tocar violão e começou a ajudar em sua paróquia, porém, não sabia cantar. O desejo era tão grande que Irmã Ana Paula pedia este dom para Nossa Senhora e consagrou a voz à ela. A partir daí o dom foi surgindo e quando percebeu estava ministrando em retiros de várias cidades na Diocese de São Mateus, no estado do Espírito Santo.

Ainda aos 13 anos sentiu um forte chamado em seu coração, iniciou então um processo de discernimento para compreender e buscar a vontade de Deus. A oração, reflexão e a profunda comunhão com Cristo, fez com que encontrasse em seu caminho uma porção de sinais, principalmente através da biografia de Santa Teresinha do Menino jesus, que lhe indicaram que a vontade do Pai é que ela fosse inteiramente Dele. E assim o fez, ingressando no Instituto das Irmãs Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo aos 19 anos de idade no dia 15 de maio de 2004.

Dentro do Carmelo sempre desenvolveu trabalhos voltados a arte, principalmente envolvendo música. Já atuou como ajudante de formação, coordenadora de grupo de oração e do Ministério Mensageiros do Espírito, onde esteve à frente da produção dos últimos CDs, além de outros trabalhos internos. Atualmente é ministra de música, compositora e pregadora dentro do Instituto das Irmãs Carmelitas.

Com o Ministério Mensageiros do Espírito lançou 3 CDs, sendo eles:
– Mensageiros do Espírito (2008)
– Incomparável Deus – Ao Vivo (2014), no qual está a canção “Sopra em Nós”, sua música mais conhecida
– Glória Sobrenatural – Ao Vivo (2017)
Durante sua estadia no ministério conquistou 4 troféus no Festival Carmelitano de Artes.

Como compositora teve a oportunidade de criar diversas canções para o Ministério que participava. Foi convidada pela ACN Brasil a compor duas músicas: “Teu Grito”, ao povo nigeriano que sofre com perseguições religiosas, e “Povo da Cruz”, para os iraquianos. As canções foram apresentadas a importantes figuras da igreja, como por exemplo Dom Kaigama, arcebispo da Nigéria e Dom Arbach, bispo da Síria.

A vontade de Deus, sempre muito presente em sua vida, a chamou para maiores desafios. Irmã Ana Paula saiu do Ministério Mensageiros do Espírito para seguir carreira solo e alçar voos ainda maiores, mostrando ao mundo o amor e a misericórdia de Deus através de seu ministério, cumprindo a missão dentro de seu Carisma Carmelitano que diz: “Contemplar para Evangelizar à Luz do Espírito Santo”.

Prêmios:

– Ganhadora de 4 troféus do Festival Carmelitano

 

Canção Nova / Portal Kairós

Materiais / subsídios para a Novena e Festa da Padroeira 2019

Materiais / subsídios para a Novena e Festa da Padroeira 2019

Um dos mais belos tempos de nossa vida e de nossa fé é o Tempo da Novena de Nossa Senhora Aparecida, Mãe e Rainha do povo brasileiro.

Está cravado em nosso coração o desejo de amar a Deus. Ao manifestarmos nosso amor e louvor a Nossa Senhora Aparecida, manifestamos nosso amor a Deus, pois nela tudo se refere a Cristo. Nesta Novena e festa de Nossa Senhora Aparecida, deixemo-nos tocar pelo espírito missionário, pois ela nos ensina a sair de nós mesmos, como saiu de sua casa e rompeu distâncias, pelos vales e montanhas, até chegar a Ain Karim, na casa de Isabel, para servi-la com amor e simplicidade de alma…

Quanta riqueza apostólica em nossa Igreja, que está viva e presente. Deus tem mesmo derramado sua misericórdia sobre nosso povo. E é com esse espírito de unidade e de missionariedade que colocamos em suas mãos o texto orante e meditativo desta Novena de Nossa Senhora Aparecida de 2019.

Novena e Festa da Padroeira
Com Maria: escolhidos e enviados em missão!
03 a 12 de outubro

Subsídios para a Novena e Festa da Padroeira

Materiais / subsídios para a Novena e Festa da Padroeira 2019Downloads dos subsídios para a Novena e Festa da Padroeira 2019
Materiais de apoio: cartaz, imagens, roteiros e sugestões de animação…

Letras das músicas para a Festa da Padroeira:

Partituras das músicas para a Festa da Padroeira:

Imagens de Nossa Senhora Aparecida:

Imagens de Nossa Senhora para tela inicial do seu celular:

Cartaz da Novena e Festa da Padroeira 2019:

Na Área Especial

Livrinho da Novena da Padroeira 2019:

 

Portal Kairós

Ziza Fernandes apresenta musical “Arsenal – As armas da Paz”

O musical “Arsenal – as armas da paz” é o espetáculo da turnê Show Viva. Ele é dirigido pela cantora Ziza Fernandes, além de ser o sexto musical realizado pela Oficina Viva Produções. Nos dias 15 e 16, em São Paulo, ele será apresentando, já no dia 5 de novembro, a apresentação do musical será no Rio de Janeiro.

Ziza Fernandes apresenta musical “Arsenal - As armas da Paz”

A bondade que desarma e combate a inércia e o conformismo é o coração de “ARSENAL, as armas da paz”, dirigido por Ziza Fernandes.
Esse espetáculo, que foi exibido em 2016, inclui, agora, a história do Arsenal de Esperança, obra de SERMIG – Fraternidade de Esperança, nascida em Turim, em 1964, que, na sua sede em São Paulo, desde 1996, recebe 1.200 pessoas em situação de rua todos os dias.

“O Arsenal não fala apenas das realidades que enfrentaram os fundadores do Arsenal da Esperança, mas aquela que nós enfrentamos quando conseguimos executar uma obra de paz que parece impossível aos olhos do mundo”, conta Ziza Fernandes.

Datas, locais e horários

São Paulo – 15 e 16 de outubro, às 21h
Local: Teatro Tuca; R. Monte Alegre, 1024 – Perdizes, São Paulo
Rio de Janeiro – 5 de novembro, às 19h e às 21h
Local: Theatro NET Rio; 2º Piso, Rua Siqueira Campos, 143 – Copacabana, Rio de Janeiro

Sobre a Oficina Viva

A Oficina Viva é um projeto realizado por Ziza Fernandes, com o objetivo de treinar seres humanos e cantores musicais em todo o país. Atividades que compreendem o Show Viva, shows de bolso e workshops paralelos são centrados nos Cursos de Expressão Viva o qual a cantora conduziu este ano em São Paulo e no Rio de Janeiro, com duração de dez meses consecutivos onde reuniu mais 150 alunos.

Sobre a Ziza Fernandes

Estudou piano por 12 anos no Conservatório Santa Cecília, Maringá – PR, aperfeiçoando-se com o professor Paulo Giovanini, na Universidade Estadual de Maringá. Em 1993, no Instituto Musical Solar do Som de Maringá, iniciou seus estudos em Técnica Vocal. Em Curitiba, no Conservatório de Música Popular Brasileira, estudou Técnica Vocal e Interpretação da Canção Brasileira com a professora Liane Guariente e com a cantora Elza Soares. Também cantou como mezzosoprano no Grupo Vocal Brasileirão, em sua formação inicial, por três anos e meio, no qual gravou seu primeiro trabalho em 1996, com arranjos e regência do Maestro Marcos Leite (in memorian), fundador do grupo Garganta Profunda.
Em outros cursos de Técnica Vocal e Interpretação, estudou com as professoras Liane Guariente, Regina Luccato e Ná Ozzeti. No Canto e Coro Lírico fez cursos com Marcos Thadeu, Martha Herr, Neide Thomas e Denise Sartori. Estudou também com a Fisiologista da voz e professora de Técnica Vocal e Canto, Sira da Silva, na Escola de Música Laudate de Curitiba.

É bacharel em Musicoterapia desde 1998, pela Faculdade de Artes do Paraná, em Curitiba.Tem realizado por todo o Brasil um trabalho de Formação Vocal e de Interpretação da Voz, voltado para uma melhor qualificação dos profissionais e amadores da voz e do corpo. O primeiro fruto deste trabalho está documentado no livro intitulado: “Voz, expressão da vida”, lançado pela Editora Paulinas em 2005.

Foi aluna particular de piano erudito de Thiago Teixeira. Em 2010, foi responsável pela área de música do Instituto de Filosofia, em Curitiba, onde lecionou piano erudito e teoria musical. Lecionou o Curso de Alfabetização Musical online, por meio do site do mesmo Instituto.

Atualmente está à frente do Projeto Oficina Viva, idealizado e conduzido por ela há 15 anos, mas que agora traz uma nova versão: a formação continuada vocal, direcionando todos os cursos ministrados pelo Brasil e exterior para um só linha: a experiência da voz emitida com arte, despertando uma melhor percepção sobre valores e experiências da vida. A Oficina Viva tem seu escritório em São José dos Campos, cidade onde hoje a cantora reside. Um novo tempo!

 

Ziza Fernandes / Portal Kairós

9º dia da Novena da Padroeira do Brasil 2019

9º dia da Novena da Padroeira do Brasil 2019

9º Dia – Tema: Maria, Senhora de Nazaré, Rainha da Amazônia!

6h00: ALVORADA
06h45: MISSA (TV APARECIDA)
09h00: MISSA (TV APARECIDA, RA, A12.COM)
10h30: MISSA
12h00: MISSA
14h30: ACOLHIDA NO ALTAR CENTRAL
15h00 às 16h15: NOVENA DA TARDE (TV APARECIDA, RA, A12.COM)
16h30: MISSA
18h30: ACOLHIDA ÀS ROMARIAS E AUTORIDADES
19h00 às 20h30: NOVENA SOLENE (TV APARECIDA, RA, A12.COM)
PREGADOR: DOM JOSÉ LANZA NETO – BISPO DE GUAXUPÉ-MG
20h30: PROCISSÃO MEMÓRIA (PASSANDO PELO CAMINHO DO ROSÁRIO AO PORTO ITAGUAÇU)
23h00 às 04h30: VIGÍLIA MARIANA

9º dia da Novena da Padroeira

Tema: Maria, Senhora de Nazaré, Rainha da Amazônia!

A Samaritana, logo que terminou o seu diálogo com Jesus, tornou-se missionária, e muitos samaritanos acreditaram em Jesus “devido às palavras da mulher” (Jo,4-39). São Paulo, depois do seu encontro com Jesus Cristo, “começou imediatamente a proclamar… (At 9,20).
Por que esperamos nós? (Evangelii Gaudium, n. 120)

ACOLHER
SAUDAR

01 – Acolhida

(Procissão de Entrada)

02 – Saudação Litúrgica

P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
— Amém!
P.: Ó Maria, Virgem e Imaculada, Senhora de muitos nomes,mas uma só criatura e de todas a escolhida, preferida do Pai, nós vos  saudamos com fervor e gratidão.
— Ó Santuário da vida e Rainha de nossa pátria, derramai sobre nós a vida, a paz e tudo o que é do céu. Amém!

REVERENCIAR
CONTEMPLAR

LEIA MAIS