Campanha da Fraternidade – Tema e lema ao longo dos anos

CNBB Regional Nordeste 3 promove Seminário para CF 2015

A CF 2015 tem como objetivo principal, aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a recíproca colaboração entre a Igreja e a sociedade, propostos pelo Concílio Vaticano II, como serviço ao povo brasileiro, para a edificação do Reino de Deus.

E com este espírito de revitalizar a nossa colaboração com a sociedade e motivados pelas as palavras do Santo Padre e o documento 100 da CNBB que o Regional Nordeste 3, realizará nos dia 17,18 e 19 de outubro o Seminário Regional de formação e animação para Campanha da Fraternidade 2015 e da Evangelização 2014, para o qual estão sendo convidados dois representantes de cada Arqui/diocese.

Confira detalhes sobre este encontro:

Início: 17/10 com o almoço
Término: 19/10 com almoço.
Local: Centro Vocacional Dom Lucas Moreira Neves – CVDL
Av. Leovigildo Filgueiras, 270 – Garcia/ Salvador – BA
Tel.: 71 3036/2611/ 8500 6752

Hospedagem: Valor da diária R$ 65,00 – de sexta a domingo será 2,5 = R$ 162,50 (cento e sessenta e dois reais e cinquenta centavos por pessoa). A CNBB assumirá a hospedagem de 50% por diocese.

 Como Chegar

Da Rodoviária pega o ônibus para o Campo Grande, descer em frente ao teatro Castro Alves e seguir na direção do colégio Sacramentina entra no estacionamento da Arquidiocese e procura o CVDL.  De Taxi o ponto de referencia é a Rádio Excelsior

A confirmação da presença é fundamental, até o dia 10/10, pois o local da hospedagem precisa se organizar conforme a quantidade de pessoas. Para isso preencha a ficha de inscrição no link abaixo e encaminhe para o email: regionalne3cnbb@gmail.com.

Lançamento da Campanha da Fraternidade 2015 – São Paulo

lancamento_cf2015

Estimados(as) Diretores(as), Coordenadores(as) e Professores(as) das diferentes áreas e etapas do processo educativo

A ANEC em São Paulo, em sintonia com toda a Igreja, organizou um encontro para o Lançamento da Campanha da Fraternidade 2015, com o tema “Fraternidade, Igreja e Sociedade” e lema: “Eu vim para servir (Mc 10,45), e conta com a presença de vocês e da sua Comunidade Educativa para aprofundarmos o tema e nos colocarmos sempre mais a serviço de nossos educados. Que o Espírito de Vida nos impulsione nessa missão.

Dia: 08/11/2014
Horário: 7h30 às 12h30
Tema: FRATERNIDADE, IGREJA E SOCIEDADE
Local: Colégio Madre Cabrini – Rua Madre Cabrini, 36 – Metrô Vila Mariana

Programação: Dia 08 de outubro de 2014

7h30 – Acolhida

8h – Espiritualidade – Equipe da Pastoral do Colégio Madre Cabrini

8h20 – Composição da mesa

Ir. Carlinha Gomes Fernandes, Superintendente Administrativa do Colégio Madre Cabrini, P. Roberto Duarte Rosalino, coordenador do Conselho local da ANEC e Diretor Superintendente das Faculdades Integradas Claretianas e bispos referentes da Educação da Arquidiocese de São Paulo.

8h40 – Desafios da sociedade e da igreja na atualidade – VER

Assessor: Profº Dr. Jung Mo Sung – Graduado em Filosofia (1984) e em Teologia (1984) doutorado em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (1993) e pós-doutorado em Educação pela Univ. Metodista de Piracicaba (2000). Atualmente é professor titular da Universidade Metodista de São Paulo, no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião. Tem experiência na área de Ciências da Religião e Teologia, com ênfase em Religião e Educação para Solidariedade e na Crítica teológica à economia política. Tem pesquisado os seguintes temas: religião e educação, teologia e economia, igreja e sociedade, neoliberalismo, globalização e solidariedade.

9h50 – Palavra desvenda e ilumina a realidade – JULGAR

Assessor: Profº Dr. José Ademar Kaefer – missionário do Verbo Divino; licenciado em filosofia; bacharel em Teologia; mestre em Ciências da Religião, área de concentração Bílbia; doutor em Teologia, com concentração no campo Bíblico; professor na Universidade Metodista de São Paulo, no Instituto Teológico São Paulo e nas Faculdades Integradas Claretianas; membro do Centro Bíblico Verbo; assessor da área bíblica em cursos, seminários, simpósios e congressos no Brasil e no exterior.

10h40 – Lanche

11h – Ações que fazem a diferença – AGIR

Profª. Rosemeire Gomes – Pedagoga e especialista em Educação Social pela Unisal e em Gestão de Projetos Sociais pela PUC-SP. Há 20 anos trabalha na Ação Social. Foi coordenadora de projetos do Instituto Dom Bosco Bom Retiro(SDB) e há 6 anos é Gestora de projetos da Inspetoria Santa Catarina de Sena junto à Rede Salesiana de Ação Social FMA/SP. Membro da Equipe Nacional da Rede Salesiana de Ação Social-FMA. Presta consultorias na área social.

Profª. Rosiane Aparecida de Melo – Graduada em Enfermagem e Especialização em Saúde Pública com Ênfase na Estratégia Saúde da Família (ESF). Especialização em Docência em Saúde (Licenciatura) pela Faculdade de Educação São Luís. Formação Filosófica/Teológica e Socio-Migratória pelo Instituto das Missionárias Seculares Scalabrinianas – Stuttgart – Alemanha. Docente de Saúde de Pública/Coletiva e Supervisora de Estágio em Unidades Básicas de Saúde e Estratégia Saúde da Família da região central da Cidade de São Paulo pelo Centro Universitário São Camilo – SP. Mestranda em Enfermagem com pesquisa de campo: Imigração e condições de vida/saúde-doença: avaliação multidimensional dessa dinâmica.

Participação dos assessores: Prof. Dr. Jung Mo Sung e Prof. Dr. José Ademar kaefer.

12h30 – Encerramento

Valor: R$ 30,00 por participantes (as inscrições devem ser realizadas até o dia 31/10)

Ao realizar a sua inscrição, recomendamos que utilize os navegadores Mozilla Firefox, Safari ou Chrome ao acessar a página. Certifique-se ainda de que o Flash Player e o Adobe Reader do seu computador estejam atualizados, e que o bloqueador de pop-ups do seu navegador encontre-se desativado.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco – Tel.: (11) 3825-7126  ou pelo e-mail: anec.sp@anec.org.br

CNBB publica texto base da Campanha da Fraternidade 2015

cartaz_cf2015

O texto base utilizado para auxiliar nas atividades da CF 2015 já está disponível nas Edições CNBB.

Com o tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10, 45), a Campanha da Fraternidade (CF) 2015 buscará recordar a vocação e missão de todo o cristão e das comunidades de fé, a partir do diálogo e colaboração entre Igreja e Sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II.

O documento reflete a dimensão da vida em sociedade que se baseia na convivência coletiva, com leis e normas de condutas, organizada por critérios e, principalmente, com entidades que “cuidam do bem-estar daqueles que convivem”.

Na apresentação do texto, o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, explica que a Campanha da Fraternidade 2015 convida a refletir, meditar e rezar a relação entre Igreja e sociedade.

“Será uma oportunidade de retomarmos os ensinamentos do Concílio Vaticano II. Ensinamentos que nos levam a ser uma Igreja atuante, participativa, consoladora, misericordiosa, samaritana. Sabemos que todas as pessoas que formam a sociedade são filhos e filhas de Deus. Por isso, os cristãos trabalham para que as estruturas, as normas, a organização da sociedade estejam a serviço de todos”, comenta dom Leonardo.

Proposta do subsídio

O texto base está organizado em quatro partes. No primeiro capítulo são apresentadas reflexões sobre “Histórico das relações Igreja e Sociedade no Brasil”, “A sociedade brasileira atual e seus desafios”, “O serviço da Igreja à sociedade brasileira” e “Igreja – Sociedade: convergência e divergências”.

Na segunda parte é aprofundada a relação Igreja e Sociedade à luz da palavra de Deus, à luz do magistério da Igreja e à luz da doutrina social.

Já o terceiro capítulo debate uma visão social a partir do serviço, diálogo e cooperação entre Igreja e sociedade, além de refletir sobre “Dignidade humana, bem comum e justiça social” e “O serviço da Igreja à sociedade”. Nesta parte, o texto aponta sugestões pastorais para a vivência da Campanha da Fraternidade nas dioceses, paróquias e comunidades.

O último capítulo do texto base apresenta os resultados da CF 2014, os projetos atendidos por região, prestação de contas do Fundo Nacional de Solidariedade de 2013 (FNS) e as contribuições enviadas pelas dioceses, além de histórico das últimas Campanhas e temas discutidos nos anos anteriores.

Cartaz da Campanha da Fraternidade 2015

Entenda o significado do cartaz da Campanha

01 –  O cartaz da CF 2015 retrata o Papa Francisco lavando os pés de um fiel na Quinta-feira Santa de 2014. A Igreja atualiza o gesto de Jesus Cristo ao lavar os pés de seus discípulos. O lava-pés é expressão de amor capaz de levar a pessoa a entregar sua vida pelo outro. E com este amor que todo ser humano é amado por Deus em Jesus Cristo. Ao entregar-se à morte na cruz e ressuscitar, como celebramos na Páscoa, Jesus leva em plenitude o Eu vim para servir (cf. Mc 10,45).

02 – A Igreja Católica, através de suas comunidades, participa das alegrias e tristezas do povo brasileiro. O Concílio Vaticano II veio iluminar a missão evangelizadora da Igreja. Evangelizar pelo testemunho, dialogando com as pessoas e a sociedade. No diálogo, a Igreja (as comunidades) está a serviço de todas as pessoas. Ao servir, ela participa da construção de uma sociedade justa, fraterna, solidária e pacífica. No serviço, ela edifica o Reino de Deus.

Confira todos as anos no Portal Kairós a melhor cobertura da Campanha da Fraternidade

Cartaz da Campanha da Fraternidade 2015

Cartaz da Campanha da Fraternidade 2015

CNBB abre concurso para hino da Campanha da Fraternidade 2015

Concurso para hino da Campanha da Fraternidade 2015

Estão abertas as inscrições do concurso para escolha do Hino da Campanha da Fraternidade 2015. O prazo para envio das composições (áudio e partitura) será até 11 de junho de 2014. Por decisão do Conselho Episcopal de Pastoral (Consep) da CNBB, o concurso será realizado em um único edital, que irá selecionar letra e  música, simultaneamente, podendo haver parceria de letristas e músicos.

A Campanha da Fraternidade de 2015 terá como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10,45). O objetivo é inserir a campanha nas comemorações do jubileu do Concílio Vaticano II, com base nas reflexões propostas pela Constituição Dogmática Lumen Gentium e na Constituição PastoralGaudium et Spes, que tratam da missão na Igreja no mundo.

O assessor de música litúrgica da CNBB, padre José Carlos Sala, destaca a importância do concurso e da colaboração dos profissionais da música.

“A participação de poetas e músicos para a composição de um hino visa traduzir em linguagem poética os conteúdos do tema, lema e objetivos da Campanha da Fraternidade, com uma melodia bela e expressiva que possibilite a participação de todos no canto”, explica.

Confira todos as anos no Portal Kairós a melhor cobertura da Campanha da Fraternidade