Começando os estudos da Campanha da Fraternidade 2023

Para o ano de 2023, foi escolhido o tema “FRATERNIDADE E FOME”, e o lema: “DAI-LHES VÓS MESMOS DE COMER” (Mt 14,16).

– Os estudos da Campanha da Fraternidade – CF

Qual o lema da Campanha da Fraternidade 2023?

Qual o tema da Campanha da Fraternidade 2023?

Estudos da Campanha da Fraternidade 2023

A Campanha da Fraternidade nasceu na cidade de Nísia Floresta, na Arquidiocese de Natal, Rio Grande do Norte, por iniciativa de Dom Eugênio de Araújo Sales, como expressão da caridade e da solidariedade em favor da dignidade da pessoa humana, filho e filha de Deus.
Em 1964, em pleno desenvolvimento do Concílio Vaticano II, realizou-se a primeira CF, em âmbito nacional – agora assumida pelo conjunto das Igrejas Locais do Brasil – sob os cuidados da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

A CF tornou-se expressão de comunhão, conversão e partilha. Comunhão na busca de construir uma verdadeira fraternidade; conversão na tentativa de deixar se transformar pela vida fecundada pelo Evangelho; partilha como realização – ainda que parcial – do Reino de Deus para o qual nos aponta a ação da fé, o esforço do amor e a constância da esperança em Cristo Jesus (Cf. 1Ts 1,3).

A CF tem como objetivos permanentes:

01 – Despertar o espírito comunitário e cristão na busca do bem comum;

02 – Educar para a vida em fraternidade;

03 – Renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação evangelizadora, em vista de uma sociedade justa e solidária.

A cada ano, os Bispos do Conselho Episcopal Pastoral (CONSEP) da CNBB, acolhendo as sugestões vindas dos Regionais da CNBB, das organizações eclesiais e, neste ano, da consulta pública realizada no site, escolhem um tema e um lema para chamar a atenção sobre alguma situação que, na sociedade, necessita de conversão pessoal, eclesial e social para o bem de todos.

Estudos da Campanha da Fraternidade 2023Principais textos Bíblicos para estudos da Campanha da Fraternidade 2023

– Quando Abraão alimenta os estrangeiros sua casa se torna fecunda (Gn 18,1-16)
– Os verbos da ação de Deus (Ex 3,7-14)
– O maná e as codornizes (Ex 16)
– O profeta Elias e a viúva de Sarepta (1Rs 8,8-18)
– O profeta Eliseu multiplica os pães (2Rs 4,42-44)
– Jeremias e os dois cestos de figo (Jr 24,9-10)
– Ai dos que se banqueteiam (Am 6,1-6)
– Oráculo sobre os maus pastores (Ez 34)
– A gratuidade do reinado de Deus (Is 55,1-3)
– O que não fazer ao faminto (Eclo 4,1-6)
– O pão dos pobres (Eclo 34,25-27)
– As diversas narrativas da multiplicação dos pães nos sinóticos (Mc 6,31-44; 8,1-9; Mt 15,32-39; Lc 9,10-17)
– Todo o discurso do pão da vida no quarto evangelho (Jo 6), especialmente o sinal dos pães (Jo 6,1-15)
– O rico epulão e o pobre Lázaro (Lc 16,19-31)
– Pai, dá-nos o pão de cada dia (Mt 6,9-13)
– Se teu filho pede um pão, tu darás uma pedra? (Mt 7,8-11)
– O sermão escatológico (Mt 25,35-45)
– A prática das comunidades cristãs (At 2,42-46; 4,32)
– A fome profetizada e a reação da comunidade cristã (At 11,27-30)
– O primeiro relato da ceia eucarística (1Cor 11, 18-34)

Reflita a situação da Argentina e o que podemos comparar com o Brasil:

Tema da CF 2023: “Fraternidade e Fome”
Lema da CF 2023: “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mt 14,16)

Publicaremos diversos artigos e estudos da Campanha da Fraternidade 2023, confira em breve no Portal Kairós.

 

CNBB/ Portal Kairós