Hino da Campanha da Fraternidade 2020

Hino da CF 2020: música, letra, cifra e partitura

O Hino Oficial da Campanha da Fraternidade 2020 é a expressão musical da mensagem que se quer passar por meio do tema e do lema da Campanha –  Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso / “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34).
Assista e reflita sobre o significado mais profundo da vida em suas diversas dimensões: pessoal, comunitária e social.

Letra: Padre José Antônio de Oliveira (da nossa diocese)
Música: Gilson Celerino

Música do Hino da CF 2020

  1. Hino da CF 2020 Portal Kairós 04:23

Baixe o Playback e MIDI do Hino da CF 2020

Letra do Hino da CF 2020

LEIA MAIS

Lançado o clipe do hino da Campanha da Fraternidade 2020

Santa Dulce dos Pobres é a grande inspiração do clipe do hino da Campanha da Fraternidade 2020, que tem como tema: “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34).

A letra é de autoria do padre José Antônio de Oliveira, 67 anos, da paróquia São João Batista de Barão de Cocais da arquidiocese de Mariana (MG). A música é de Gilson Celerino, que também fez o arranjo para coro a quatro vozes e órgão.

O assessor do setor Música Litúrgica, que faz parte da Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o jesuíta irmão Fernando Benedito Vieira, explica que este ano o hino tem um diferencial.

“Pensando também nas Igrejas onde existem corais e órgão, fizemos pela primeira vez uma versão para coro a quatro vozes e órgão”, ressalta.

Veja o clipe do Hino da Campanha da Fraternidade 2020

* Aumente o volume no vídeo

Hino da Campanha da Fraternidade 2020

O Hino Oficial da Campanha da Fraternidade 2020 é a expressão musical da mensagem que se quer passar por meio do tema e do lema da Campanha. Assista e reflita sobre o significado mais profundo da vida em suas diversas dimensões.

Publicado por Campanha da Fraternidade 2020 em Quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Letra do Hino da CF 2020

Tema: Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso
Lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (cf. Lc 10,33-34)

Letra: Pe. José Antonio de Oliveira
Música: Gilson Celerino

01 – Deus de amor e de ternura, contemplamos
Este mundo tão bonito que nos deste. (Cf. Gn 1,2-15; 2,1-25)
Desse Dom, fonte da vida, recordamos: (Cf. SI 36,10)
Cuidadores, guardiões tu nos fizeste. (Cf. Gn 2,15)

Peregrinos, aprendemos nesta estrada
O que o “bom samaritano” ensinou:
Ao passar por uma vida ameaçada,
Ele a viu, compadeceu-se e cuidou. (Cf. Lc 10,33-34)

02 – Toda vida é um presente e é sagrada,
seja humana, vegetal ou animal. (Cf. LS, esp. Cap. IV)
É pra sempre ser cuidada e respeitada,
Desde o início até seu termo natural.

03 – Tua glória é o homem vivo, Deus da Vida; (Cf. Santo Irineu)
Ver felizes os teus filhos, tuas filhas;
É a justiça para todos, sem medida; (Cf. Am 5,24)
É formarmos, no amor, bela Família.

04 – Mata a vida o vírus torpe da ganância,
Da violência, da mentira e da ambição.
Mas também o preconceito, a intolerância.
O caminho é a justiça e conversão. (Cf. 2Tm 2,22-26)

Lançado o vídeo da CF 2020 para as comunidades

CNBB / Portal Kairós

Letra do hino da Campanha da Fraternidade 2020

Hino da Campanha da Fraternidade 2020

Tema e lema da CF 2020
Lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)
Tema: “Fraternidade e vida: dom e compromisso”

Músicas da CF 2020

Hino da Campanha da Fraternidade 2020

O Hino Oficial da Campanha da Fraternidade 2020 é a expressão musical da mensagem que se quer passar por meio do tema e do lema da Campanha. Assista e reflita sobre o significado mais profundo da vida em suas diversas dimensões.

Publicado por Campanha da Fraternidade 2020 em Quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

(Versão final)

Baixe o Playback e MIDI do Hino da CF 2020

Letra do hino da Campanha da Fraternidade 2020

Letra do Hino da Campanha da Fraternidade 2020

Letra: Pe. José Antonio de Oliveira
Música: Gilson Celerino

01 – Deus de amor e de ternura, contemplamos
Este mundo tão bonito que nos deste. (Cf. Gn 1,2-15; 2,1-25)
Desse Dom, fonte da vida, recordamos: (Cf. SI 36,10)
Cuidadores, guardiões tu nos fizeste. (Cf. Gn 2,15)

Peregrinos, aprendemos nesta estrada
O que o “bom samaritano” ensinou:
Ao passar por uma vida ameaçada,
Ele a viu, compadeceu-se e cuidou. (Cf. Lc 10,33-34)

02 – Toda vida é um presente e é sagrada,
seja humana, vegetal ou animal. (Cf. LS, esp. Cap. IV)
É pra sempre ser cuidada e respeitada,
Desde o início até seu termo natural.

03 – Tua glória é o homem vivo, Deus da Vida; (Cf. Santo Irineu)
Ver felizes os teus filhos, tuas filhas;
É a justiça para todos, sem medida; (Cf. Am 5,24)
É formarmos, no amor, bela Família.

04 – Mata a vida o vírus torpe da ganância,
Da violência, da mentira e da ambição.
Mas também o preconceito, a intolerância.
O caminho é a justiça e conversão. (Cf. 2Tm 2,22-26)

Características da música dos Hinos das CFs

2.1. Em geral

A expressão musical do hino consistirá de:
– Caráter vibrante, vigoroso, “energizador”. Este caráter tem a ver com o ressoar de “trombetas e clarins” (cf. Sl 47, 6; 98, 5-6);
– Melodia e ritmo fluentes, acessíveis a qualquer tipo de assembleia;
– Força melódica e rítmica eficazes para a dinamização das potencialidades individuais e grupais, despertando-os do torpor do egoísmo e do comodismo.

2.2. Quanto à melodia:

– Realce bem o sentido da letra. Antes de pensar na composição, o(a) autor(a) deverá estudar bem a letra e observar os acentos tônicos (fortes) das palavras para que haja uma correspondência natural com os tempos fortes da melodia. Quando as sílabas não acentuadas (átonas) coincidem com os tempos fortes de cada compasso, a palavra fica deformada (por exemplo: terrá, horá, vamós…);
– Seja fluente, simples, porém, bela. A tessitura média das notas musicais deve-se acomodar entre o “dó 3” (dó central do piano ou órgão) e o “dó 4” (uma oitava acima);
– Tenha pausas de respiração suficientes e nos momentos certos. É bom que haja uma breve respiração no final de cada frase do texto;
– Seja construída a partir da escala diatônica. Sejam evitados cromatismos exagerados (semitons sucessivos) e intervalos de difícil entoação;
– Seja artística, fugindo dos “chavões e clichês” já conhecidos e por demais gastos;
– Tenha características da genuína música brasileira (por exemplo, da etnomúsica religiosa).

Portal Kairós

Receba novidades

Something Wrong while submiting form.