Liturgia católica – Anos A, B e C

Liturgia

No dia 3 de dezembro de 2023, começa o Advento, tempo litúrgico em que a Igreja nos convida a preparar o coração para celebrar o Nascimento de Jesus!

Reflexão e sugestão para a Solenidade do Natal do Senhor 2023 do Ano B

Para o Domingo: 25/12/2023

Solenidade do Natal do Senhor 2023 do Ano B

Missa do Dia: Is 52,7-10; Sl 97; Hb1,1-6; Jo 1,1-18 ou Jo 1,1-5.9-14

Natal do Senhor 2023

A alegria da fé invade nosso pobre coração humano, pois celebra-mos o mistério da encarnação do Filho de Deus entre nós. Deus Pai, que jamais se cansou de nos amar, tomou a iniciativa mais sublime que poderia existir, manifestando-nos seu amor para conosco, enviando-nos seu único Filho. Repito: seu único Filho!

A Palavra da vida vem nos mostrar de modo claro, nesta Liturgia, qual é o Salvador que nos foi dado: o Filho, pelo qual Deus criou o universo, e a Ele todos os anjos o adoram, vem nos dizer a Carta aos Hebreus. Deus nos falou do modo mais sublime, por intermédio de
seu Filho.

São João, no Evangelho, faz-nos penetrar no seio da Santíssima Trindade, mostrando-nos que o recém-nascido em Belém é o VERBO eterno do Pai, que estava junto de Deus, que era Deus, luz que ilumina a terra inteira e cada criatura. É bem o que nos diz também o apóstolo Paulo: “Sendo de natureza divina, aniquilou-se a si mesmo tomando a forma de servo, tornando-se igual aos homens” (Fl 2,6ss).

Jesus é o VERBO eterno, a PALAVRA encarnada, o EMANUEL, o Deus conosco, e entre nós assumiu a condição de servo, Servidor. Revelou-se a nós, tirou o véu, para que todos nós, humanidade inteira, tivessem acesso ao coração do Pai. Ele nos fez participantes da vida, da natureza divina (cf. DV, 2).

O Prólogo de João nos deixa claro que, todos os que nele creem, se tornaram filhos de Deus. O que é tornar-se filho de Deus? É abraçar a vida nova que Ele nos trouxe com sua encarnação. Ele é vida plena e abundante. Em Cristo, fomos adotados por Deus com intenso amor (Rm 8,15). Sim, em nossos dias precisamos RESGATAR esse amor do Senhor por nós; não que Ele tenha nos abandonado, mas nós, humanidade, muitas vezes o deixamos de lado, porque nos tornamos autossuficientes. Esse amor não é brinquedo não, somos amados, muito amados por Ele, e por que buscamos as trevas?

É o que nos diz João em sua Primeira Carta:”Vede com que amor o Pai nos amou: somos chamados filhos de Deus, e o somos de fato!”

Diretório da Liturgia 2024:

Tenha uma infinidade de materiais católicos

Assine nosso Canal do YouTube e deixe seu comentário (Ajude a gente na divulgação)

Ajude o Portal Kairós do seu jeito

Leia mais

9º dia da Novena de Natal 2023 do Santuário de Aparecida

PELA TV APARECIDA
Novena de Natal 2023
Dias 12, 13, 14, 15, 18, 19, 20, 21 e 22/12/2023

Horário da Novena de Natal na TV Aparecida

Das 19h00 às 19h30 – Basílica Histórica – Transmissão ao vivo

9º dia da Novena de Natal 2023

Eis o servo fiel e prudente, a quem o Senhor confiou sua casa (Lc 12,42)

(São José)

9º dia da Novena de Natal 2023

“Jacó gerou José, esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado Cristo” (Mt 1,15-16). José acolhe Maria, sem colocar condições prévias. Confia nas palavras do anjo. A nobreza de seu coração fá-lo subordinar à caridade aquilo que aprendera com a lei; e hoje, neste mundo, onde é patente a violência psicológica, verbal e física contra a mulher, José apresenta-se como figura de homem respeitoso, delicado que, mesmo não dispondo de todas as informações, se decide pela honra, dignidade e vida de Maria. E, em sua dúvida sobre o melhor a fazer, Deus ajudou-o a escolher iluminando seu discernimento (Papa Francisco, Patris corde, 4).

01 – REUNIDOS NO SENHOR

Antífona: De tal modo Deus me amou, de tal modo Deus me ama, de tal modo eu também quero amar! José, homem do silêncio, justo e fiel! Amém!

— O Emanuel, o Deus conosco, vai chegar, silenciosamente, na noite de Natal. Recordar tão inefável acontecimento somente nos traz alegria e nos deixa em plena paz. Na mesma simplicidade do Menino Deus de Belém, iniciemos nosso encontro.
— Em nome do Pai † e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

— Erguei os olhos e avistai ao longe, ó humanidade, ó jovens e crianças, ó homens, mulheres e idosos, pois desponta no horizonte o dia feliz de nossa redenção, o Natal em Belém, sem grandezas. Na simplicidade daquela gruta, o Menino Deus nasceu.
— Maria e José, e mais ninguém, acolhiam a maior dádiva que já aconteceu: o nascimento de Jesus, o Redentor do mundo inteiro. Amém.

(Cantado) Entoai ação de graças e cantai um canto novo! Aclamai ao Deus- Senhor; aclamai-o com fé e amor!

02 – AO SENHOR LOUVOR E GRATIDÃO

— Ressoem em toda a terra as melodias e os cantos que encantam e nos alegram, pois veio entre nós o Salvador, o Menino Deus, tão pequenino como uma flor e tão pleno de amor e de redenção.
— Bendita seja Maria, bendito seja José, bendito seja o Menino Deus, nosso Redentor, a eles nosso louvor, nosso amor.
— Chegou silencioso sem malas e sem carta de recomendação. Chegou com a gratuidade do amor, da esperança e da paz. E quem foram os primeiros a se aproximarem? Os pastores, homens simples como a manjedoura, mas tão plenos de certeza de que iam encontrar o Menino Deus, o Salvador.
— Bendita seja Maria, bendito seja José, bendito seja o Menino Deus, nosso Redentor, a eles nosso louvor, nosso amor.
— Nos braços de Maria e na ternura de José, aquele Menino encantado sentia tanto calor humano que não sentia mais frio e se tornava seguro, pois sabia que era amado; Ele mesmo que é o Amor que não tem fim. Ó Menino tão querido, dai-nos a paz.
— Bendita seja Maria, bendito seja José, bendito seja o Menino Deus, nosso Redentor, a eles nosso louvor, nosso amor. Amém.

Novena de Natal de Aparecida 2023:

Cartaz da Novena de Natal 2023 de Aparecida:

Tenha uma infinidade de materiais católicos

Assine nosso Canal do YouTube e deixe seu comentário (Ajude a gente na divulgação)

Ajude o Portal Kairós do seu jeito

Leia mais

8º dia da Novena de Natal 2023 do Santuário de Aparecida

PELA TV APARECIDA
Novena de Natal 2023
Dias 12, 13, 14, 15, 18, 19, 20, 21 e 22/12/2023

Horário da Novena de Natal na TV Aparecida

Das 19h00 às 19h30 – Basílica Histórica – Transmissão ao vivo

8º dia da Novena de Natal 2023

Tudo por Jesus e nada para nós

(Santa Paulina)

8º dia da Novena de Natal 2023

Amábile Lúcia, a Santa Paulina, nasceu em Vígolo Vattaro, região norte da Itália, no dia 16 de dezembro de 1865. Irmã Paulina do Coração Agonizante de Jesus é seu nome religioso. Seu amor e cuidado pelos pobres e doentes nos levam a compreender profundamente o mistério da encarnação de Cristo, pois nele está toda a santidade e todo o amor, que nos salvam e nos santificam. Alguns pensamentos seus: “Sede bem humildes, é Nosso Senhor quem faz tudo, nós somos seus simples instrumentos”. “Quantas provas de amor nos dá o Senhor; sinto-me como no céu de contentamento.” “Tudo por Jesus e nada para nós.” “Fé, fé, alma minha! Para fazer somente a Vontade de Deus.” “Vamos passo a passo, mas sempre em frente.”

01 – REUNIDOS NO SENHOR

Antífona: De tal modo Deus me amou, de tal modo Deus me ama, de tal modo eu também quero amar! Nosso Deus é Deus de vida! Amém!

— Senhor, na força da fé em vós, nós nos reunimos para celebrar, com piedade, nosso encontro de Natal. É Jesus, vosso Filho, que vem para nos resgatar para a vida. Ele é nossa única e eterna esperança. No amor Trindade, iniciemos tudo por causa de Jesus e nada sem Ele.
— Em nome do Pai † e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

— Nossa vida, nossos encantos, nossas desilusões, nossas boas aventuras, em busca do bem, da justiça e da paz, sejam tudo por causa de Jesus e nada sem Ele.
— Estamos felizes, Senhor, pois se aproxima o dia em que podemos cantar com fervor: “O Senhor nos amou por primeiro em seu Filho Jesus”. Amém.

(Cantado) Entoai ação de graças e cantai um canto novo! Aclamai ao Deus- Senhor; aclamai-o com fé e amor!

02 – AO SENHOR LOUVOR E GRATIDÃO

— O Príncipe da Paz vai chegar, e ninguém poderá recusar sua presença, seu amor, em nosso mundo marcado pelo ódio e pela divisão, até mesmo no meio dos cristãos. É hora de romper as barreiras inúteis que foram construídas em vão.
— Bendito seja o Deus, que vai chegar, na simplicidade de um presépio. Sejam benditas a paz e a eternidade.
— Quem poderá recusar o olhar sereno e a presença frágil de um Menino indefeso que repousa sobre palhas, por não ter tido os panos necessários para vencer o frio? A simplicidade e o amor foram o calor e o cobertor de tão humilde criatura.
— Bendito seja o Deus, que vai chegar, na simplicidade de um presépio. Sejam benditas a paz e a eternidade.
— Príncipe da Paz, vinde nos ensinar a estender a mão para distribuir a vida e destruir as armas, oferecer o pão em vez de munição, o livro, que faz mudar o pensamento e andar em outra direção. Não pode haver Natal, se não mudarmos o coração.
— Bendito seja o Deus, que vai chegar, na simplicidade de um presépio. Sejam benditas a paz e a eternidade. Amém.

Novena de Natal de Aparecida 2023:

Cartaz da Novena de Natal 2023 de Aparecida:

Tenha uma infinidade de materiais católicos

Assine nosso Canal do YouTube e deixe seu comentário (Ajude a gente na divulgação)

Ajude o Portal Kairós do seu jeito

Leia mais

Comentários para o Quarto Domingo do Advento 2023

Para o Domingo: 24/12/2023

Quarto Domingo do Advento 2023

Quarto Domingo do Advento 2023

CONOSCO ESTÁ O SENHOR DEUS DE ISRAEL

O projeto de vida plena anunciado no Antigo Testamento se torna uma realidade concreta com a Encarnação do Verbo, embora ainda não terminada. Deus nunca abandonou seu povo, nem as promessas que lhe fez. Ao contrário, ao longo da história, preparou a humanidade para a vinda do Salvador e, com ele, a instauração de seu projeto de amor. Isso significa que a história universal não é caótica, não está fora de controle, pois Deus governa os acontecimentos, os quais servem a seu propósito de revelar-se ao mundo. Deus se utilizou de todos os eventos da história para, através deles, vir ao encontro do ser humano. Esteve sempre conosco fazendo alianças, oferecendo-nos um modo alternativo de viver: em vez de egoísmo e violência, o amor e a paz. Deus sempre nos apontará um caminho para a vida e liberdade verdadeiras.

COMENTÁRIO DOS TEXTOS BÍBLICOS

01 – Evangelho (Lc 1,26-38): Ele será chamado Filho do Altíssimo

O Evangelho de hoje nos diz que Maria dialogou com Deus por meio de Gabriel e mostra que o Senhor não se impõe, não subjuga, mas dialoga, busca um interlocutor humano e necessita da palavra de Maria, uma mulher, para que seu Filho nasça. Nesse momento decisivo, a mulher tem de agir como sujeito, quer dizer, com autonomia. Da palavra da mulher depende a Palavra de Deus, e nessa linha, no final do Advento, descobrimos Maria como uma mulher autônoma, amorosa, livre e determinada, capaz de colocar sua vida a serviço de Deus.

Deus pede a Maria um compromisso que ela deve assumir de forma pessoal, sem a consulta ou a permissão de um homem, seja pai, irmão ou marido. É a mulher (antes foi Eva, agora é Maria) quem decide. Isso é muito significativo, porque a história de Israel foi narrada muitas vezes sob a perspectiva de que Deus agia, geralmente, por meio do sexo masculino, com o qual fazia alianças. Mas , nesse Evangelho, Deus rompe com essa visão de supremacia do varão, expressando seu mistério por intermédio da fé e da acolhida de Maria à sua proposta.
Maria compreende a seriedade do que Deus propõe, e, por isso, pergunta. Não resiste, não procura apoio em ninguém, simplesmente expressa sua dificuldade diante daquela proposta de Deus. Ela se sabe autônoma diante de Deus, e é a partir de sua própria solidão e autonomia que responde com um sim.

O anjo dialogou a sós com Maria, considerando-a portadora da esperança messiânica. Isso rompe com o messianismo de tipo masculino, que se expressa numa visão segundo a qual o masculino aparece como privilegiado por causa de seu poder de engendramento e por sua capacidade de imposição e violência. Esse messianismo masculino está vinculado à figura de um rei triunfante, com insígnias de poder e guerra. Mas o anjo não se dirige ao homem, e sim à mulher Maria, que não aparece em confronto com ninguém. O messianismo proposto aqui é bem diferente do messianismo de cunho masculino, pois, em vez da violência humana, é por pura graça de Deus e pela ação de uma mulher que emerge o Messias no mundo.

Foi porque Deus não lhe impôs nenhum tipo de tarefa, foi porque Deus pediu permissão, porque dialogou com ela, porque a chamou livremente, que ela pôde responder: “Eis a serva, faça em mim, com meu consentimento, aquilo que me foi dito”. Somente desta forma, com a colaboração ativa, se pode compreender o cumprimento das esperanças de Israel.
A concretização do projeto de Deus somente é possível quando as pessoas dizem “sim” a Deus. Foi assim desde os tempos antigos de Israel, foi assim com Maria e com os discípulos de Jesus, e é assim conosco hoje.

Leia mais

Reflexão e sugestão para a Missa do 4° Domingo do Advento 2023 do Ano B

Para o Domingo: 24/12/2023

Missa do 4° Domingo do Advento 2023 do Ano B

2Sm 7,1-5.8b-12.14a.16; Sl 88; Rm 16,25-27; Lc1,26-38

4° Domingo do Advento 2023

“Céus, deixai cair o orvalho, nuvens, chovei o justo; abra-se a terra, e brote o Salvador!” Belém, a menor entre as menores cidades de Judá, pôde oferecer ao mundo, o Senhor, o Deus de toda a terra. Aquele que nasceu humilde, escolheu os pobres, os fracos e pequenos, como seus melhores amigos. Estava sempre ao lado deles. O projeto divino de vida plena realizou-se entre nós no Sim resoluto de Maria. Não há beleza para confrontar, pois a beleza maior é sua simplicidade e humildade. A promessa do Pai realizou-se em um filho de Davi.

Maria é a primeira vocacionada do Reino. Ouviu o chamado do Pai e tornou-se a Mãe do Redentor. Ouviu seu próprio Filho, tornando- se a Mãe da Igreja e da humanidade inteira. Desde o dia em que o Anjo Gabriel levou a Maria a formidável notícia de sua escolha maternal e da vinda do Salvador, iniciou-se uma nova criação, a nova humanidade, e Maria é a primicia da nova criação, da nova humanidade. Ela ouviu, acolheu e disponibilizou-se ao plano de Deus.

A Virgem de Nazaré certamente já tinha seus planos para o futuro. Mas, diante da presença do Senhor em sua vida e em sua obediência a Ele, não hesitou em mudar seu futuro, pois agora “não conta o meu”, mas “sim o dele”. Abraçou com alegria a missão de oferecer ao mundo o Redentor. Tornou-se Mãe também de uma grande multidão de povos, de todos, sem exceção, pois em Cristo fomos regenerados para uma vida nova.

O Sim de Maria nos fez experimentar a graça, a presença, o amor, a redenção de Cristo, verdade indispensável para cada ser humano. No Evangelho, encontramos exatamente essa oferta salvífica de Cristo iniciada em Maria. Ao aproximar-se de Isabel, ela reconheceu o grande significado da presença de Maria: o Deus que veio ao encontro dos mais abandonados! Ali realizou-se um encontro profético, que apontava para o futuro, nas palavras de Isabel e de Maria, seu Magnificat.

Diretório da Liturgia 2024:

Tenha uma infinidade de materiais católicos

Assine nosso Canal do YouTube e deixe seu comentário (Ajude a gente na divulgação)

Ajude o Portal Kairós do seu jeito

Leia mais

Siga-nos no YouTube

Palavras do Papa